A BMW lançou no dia 10 de setembro seu primeiro carro elétrico no mercado brasileiro: o i3. Com um lote reduzido de apenas 120 veículos, a marca alemã aposta na praticidade e no dinamismo do i3, que chega nas versões Rex Entry, vendida por R$ 225.950, e Rex Full, oferecida por R$ 235.950. Devido à quantidade inicial limitada de exemplares no Brasil, a BMW criou um hotsite específico para o modelo, onde também os interessados podem fazer um pré-cadastro para poder adquirir o modelo elétrico da BMW.

A maior diferença entre as duas versões fica restrita apenas aos equipamentos de série. Entre tantos outros, a versão de entrada do i3 traz de destaque os faróis em LED, teto solar e as rodas de liga leve de19 polegadas, enquanto que a configuração Rex Full dispõe de sensores de estacionamento, câmera de segurança para manobras em marcha ré, rodas de liga leve de 20 polegadas e o sistema Stop&Go, que freia o carro sozinho ao detectar um obstáculo.

Um grande diferencial do novo BMW i3 é o fato de contar com a célula de passageiros feita totalmente em fibra de carbono, sendo a primeira a ser produzida em série, e o módulo Drive, em alumínio. Com isso, a BMW consegue obter uma ampla redução de peso, já que o carbono é cerca de 50% mais leve que o aço e 30% que o alumínio, conseguindo compensar o peso adicional devido ao acréscimo das baterias de íons de lítio. Além disso, o carbono também é um material mais adaptável a características específicas, o que acarreta em um aumento na segurança oferecido aos passageiros.

As baterias de íons de lítio que alimentam o i3 estão localizadas na parte central do carro e garantem uma autonomia entre 130 e 160 quilômetros. Contudo, essa autonomia pode ser ampliada até 20 e 40 quilômetros caso o condutor opte pelos modos de condução ECO PRO e ECO PRO+, respectivamente. No Brasil, para que o modelo tenha sua autonomia ampliada para cerca de 300 km, às versões trazem um extensor. Este extensor é um motor de dois cilindros de 34 cv, abastecido a gasolina, que entrega energia suficiente para recarregar as baterias.

Com apenas 1.315 quilogramas, o BMW i3 vem equipado com motor elétrico de 125 kW de potência (170 cv), que gera um torque de 25,5 kgfm. Com essa configuração, o compacto elétrico acelera de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos, com velocidade máxima de 150 km/h.

BMW i3

BMW i3

BMW i3

Fotos: Divulgação


Por causa do sucesso que a cada ano aumenta no mundo inteiro, a BMW projeta bater um recorde e vender igual ou mais que 2 milhões de carros este ano. A declaração da marca, que aconteceu nessa última quinta-feira (13), veio após uma divulgação de que os seus resultados cresceram mais do que o esperado com aumento do pagamento a acionistas.

"Estimamos um maior crescimento no volume de vendas no ano corrente. Queremos novamente levar a BMW a bater um recorde histórico", disse o presidente-executivo da marca, Norbert Reithofer, no mesmo momento em que anunciou também o valor em que a BMW quer chegar.

O alcance de recordes de vendas da marca foi impulsionado por um crescimento também histórico de 19,7% na China continental e uma alta de 8,1% dos Estados Unidos. No ano passado, a BMW comercializou quase 2 milhões de automóveis. Os modelos Mini e Rolls-Royce, que tiveram registros recordes, foram uns dos propulsores do sucesso. E, com base nos números de 2013, a marca quer crescer ainda mais, informou a companhia.

Mesmo com recordes de vendas e um crescimento acima do esperado, a montadora alemã também divulgou que o lucro operacional de sua principal divisão automotiva caiu 14% nos três últimos meses do ano passado, devido aos gastos com tecnologia de eficiência de combustível, qualidade e lançamentos de novos modelos. Contudo, mesmo com a queda, analistas esperavam uma queda ainda maior.

A queda nos lucros operacionais também tem a ver com a competição acirrada que a marca vem tendo com as concorrentes Audi e Mercedes-Benz. E, para que a queda não fosse maior que os 14%, a BMW se esforçou e investiu em tecnologia e lançamentos de novidades como o veículo elétrico i3 e a nova geração do Mini Cooper. Com esses modelos, a marca acredita que as vendas tendem a só aumentar. 

Por Carolina Miranda

BMW i3

BMW i3

Foto: Divulgação


BMW i3A empresa alemã BWM irá lançar o modelo i3 no Brasil em 2014. O híbrido de gasolina e energia elétrica já foi mostrado ao público em Londres, Nova York e Pequim. Projetado para o meio urbano, ele possui uma autonomia de até 160 quilômetros. Segundo o executivo da marca no Brasil, Carlo Cortês, o modelo chegará ao país no segundo semestre de 2014.

Apesar das dificuldades que o mercado brasileiro enfrenta, a empresa está confiante quanto ao mercado brasileiro.

A empresa deverá regulamentar o veículo segundo as normas brasileiras, além de ensinar ao cliente como funciona a mobilidade elétrica, que permite uma autonomia pequena já que existem poucos postos públicos de recarga no país. Para sanar esse problema, a BWM estuda criar parcerias estratégicas para aumentar o número de postos de recarga.

O i3 foi construído sob uma plataforma de fibra de carbono e alumínio para ser mais leve, além das células produzidas em plástico para compensar o peso extra da bateria de íon-lítio. O motor elétrico pesa cerca de 50 quilos e desenvolve uma potência de 125 kW, o que equivale a 170 cavalos de potência.

O torque máximo é de 255 kgfm, permitindo uma aceleração constante. O modelo pode chegar a 100 km/h em 7,2 segundos.

Por Robson Quirino de Moraes


Novo BMW i3Foram divulgados pela BMW alguns detalhes do seu primeiro carro elétrico, o i3 que terá uma grande produção. 

O i3 é um carro que foi construído em uma plataforma de fibra de carbono e alumínio. Seu motor pesa apenas 50 kg e desenvolve 125 kW de potência que equivale a 173 cv, seu torque é de 25,5 kgfm que aparece de forma instantânea nas acelerações. 

O i3 acelera de 0 a 60 km/h em apenas 3,7 segundos e de 0 a 100 km/h em apenas 7,2 segundos e para acelerar de 80 a 120 km/h leva 4,9 segundos. A velocidade máxima do i3 é de 150 km/h. 

O i3 possui bateria de íon-lítio que tem a garantia de 8 anos e dura 100.000 km, o carro tem a autonomia que varia entre 130 km a 160 km. 

A BMW disponibiliza a opção que estende a autonomia do i3 por mais 100 km que serve para ampliar o raio de ação, esse sistema inclui um motor de 2 cilindros e 650 cm³ que é movido com o combustível, o qual mantém a energia das baterias.

Por Mariana Rodrigues


BMW i3: novo carro totalmente elétricoA fabricante BMW produzirá o seu primeiro carro totalmente elétrico, o i3 que provavelmente será lançado no Salão de Frankfurt em setembro, na Alemanha. 

É um carro com aspecto futurista, emite 0% de poluentes, a carroceria é feita com fibra de carbono reforçada com plástico e o chassi é de alumínio. Por causa desse conjunto a nova BMW está com 250 a 350 kg mais leve que um carro elétrico convencional, a produção exige somente a metade do tempo de fabricação por ter menos peças. 

O i3 tem o conjunto elétrico que gera 170 cv de potência e o motor fica na parte de trás do veículo. A BMW oferece a opção de motor de 2 cilindros movido a gasolina para que aumente sua autonomia. É um carro movido a bateria de íon-lítio criada pela BMW, sendo que os detalhes desse desempenho não foram divulgados. 

O i3 terá um sistema de mapeamento do trajeto programado através do GPS e também calculará a existência de carga suficiente de bateria para chegar ao destino desejado. 

Esse carro será vendido ainda neste ano e no Brasil será vendido a partir do ano que vem.

Por Mariana Rodrigues


Na Europa, as regulamentações sobre o índice da emissão de gases poluentes ao meio ambiente têm órgãos e regras mais enérgicas do que na América do Sul. Dentro deste contexto, empresas têm investido em carros elétricos e híbridos com o objetivo de produzir veículos ecológicos no continente europeu. 

O Brasil pode fazer parte deste panorama no ano de 2014, pois a BMW anunciou as vendas de seu modelo compacto i3 daqui a dois anos. Além disso, a montadora irá entrar com o i8 em 2015. Desta forma, o mercado nacional ganha dois investimentos de peso para os próximos anos e, apesar do valor alto, os modelos são uma opção sustentável para o segmento.

Entre as características do i3, estão as baterias de íons de lítio que servem para sua alimentação, consideradas o que se tem de mais moderno no mercado de autos. Desta forma, o carro pode rodar até 160 km antes de ser obrigado a parar para um carregamento que dura cerca de 6 horas.

No caso do i8, o modelo é um híbrido diesel-elétrico, que pode atingir os 100 km/h em menos de cinco segundos. Mesmo com a alta performance, o veículo consome somente 33 km/L de combustível.

Por Marcelo Araújo


A BMW apresentou os primeiros detalhes oficiais da sua nova linha de veículos elétricos, que vinha sendo desenvolvida desde 2009, com o projeto MegaCity. Um dos veículos é o i3 Concept, hatch compacto voltado ao trânsito urbano, que deve ser o primeiro da família a chegar às revendedoras, possivelmente a partir de 2013.

Além do visual futurista e das portas traseiras que se abrem em sentido contrário, o grande destaque do modelo é o motor 100% elétrico, que entrega 172 cv de potência e 25,4 kgfm de torque, capaz de acelerar a até 150 km/h de velocidade máxima, segundo a montadora alemã. A alimentação do bloco vem das baterias de íon lítio, instaladas na parte traseira do hatch, que podem ser totalmente recarregadas em qualquer tomada convencional, em até 6 horas. Outra fonte de energia é o sistema de freios regenerativos, que fornece carga extra às baterias.

A autonomia do propulsor é de 160 km, o que pode desagradar a alguns compradores, que esperavam poder rodar mais tempo sem recarregar as baterias do carro. Para estes, a BMW informa que está preparando um motor híbrido, para versões futuras do i3.

A apresentação definitiva está programada para o mês de setembro.

Fonte: BMW

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: