BMW 320i Active Flex registra reclamações de usuários no Brasil


Para os menos avisados o BMW 320i Active Flex é o primeiro modelo de carro que conta com um motor turbo flexível do mundo. E tem mais, ele é exclusivo para o mercado brasileiro. Conforme o informado o modelo deverá ainda ser produzido em um futuro bem próximo na unidade fabril da marca alemã que está sendo concluída na cidade de Araquari/SC.

Entretanto, mal chegou e o sedan já desperta alguns comentário negativos. De acordo com uma reportagem veiculada na revista Quatro Rodas do mês de agosto, o modelo anda arrancando de alguns proprietários algumas reclamações. De acordo com a matéria geralmente dois pontos estão sendo apontados pelos donos: o sistema StartStop que não funciona quando o carro usa etanol e o sistema de alerta de revisões.

Um dono do 320i Active Flex em um dos relatos feitos chama a atenção para o fato de que o sistema de alerta para revisões estava originalmente programado para 12.000 km (para a primeira parada de manutenção), entretanto, após rodados 880 km, o computador de bordo já mostrava uma manutenção para 9.000 km. E a coisa não fica só aí. Com 5.000 km rodados, o sistema aponta que uma revisão deve ser em 6.800 km.

Há diversos relatos envolvendo esse tipo de problema. Inclusive no fórum BMW Brasil existem depoimentos do tipo.

Entretanto, não é uma questão restrita apenas ao modelo. Segundo informações de sites especializados no setor além da Série 3, a Série 1 também estaria apresentando o mesmo tipo de problema e isso também com a questão do StarStop. Conforme as informações o dispositivo de desligamento automático do motor não funciona se a mistura for de 30% ou mais de etanol.

A BMW por sua vez, através de seus especialistas informaram que o StartStop não é ativado com o etanol para que danos sejam evitados ao sistema de lubrificação do motor. A explicação é de que o etanol contém água e isso poderia acabar por contribuir para o comprometimento, durabilidade e funcionamento do motor. O StarStop funciona sim. Mas com menos de 30% de etanol.

Já no caso do sistema de alerta a marca informou que ele funciona de acordo com jeito de condução de cada dono. Isso porque o sistema Key Reader que está presente na chave faz uma avaliação automática sobre as condições de uso do veículo e consequentemente acaba determinando qual seria a quilometragem mais adequada para seja feita uma revisão.

Por Denisson Soares

BMW 320i Active Flex

Foto: Divulgação


Conheça o BMW 320i Active Flex


A BMW, além de sua história mundial no setor automobilístico, também tem sua história no Brasil. A companhia, por exemplo, foi a primeira empresa/marca de luxo a anunciar que teria uma fábrica no país.

Para completar as novidades, o modelo que será “garoto propaganda” já se encontra na linha de montagem no país. Estamos falando do BMW 320i Active Flex. Além de ser um carro de luxo, esse modelo também carrega o fato de ter um motor bicombustível.

A coisa vai um pouco mais além, o que envolve a união do sistema flex ao propulsor biturbo, que conta com injeção eletrônica direta de combustível.

E para o consumidor, o que, de fato, isso representaria? De cara podemos dizer que algumas vantagens. O primeiro detalhe é que por ser um motor turbo, o 320i dispensa o  tão conhecido "tanquinho", isso porque é possível fazer a combinação entre a injeção direta e da pressão turbo.

Outro ponto que vale ressaltar é que o BMW também tem a capacidade de fazer o aproveitamento de qualquer mistura de etanol e gasolina para gerar a mesma potência e torque, coisa que para os motores aspirados é impossível.

Seguindo a linha dos  modelos do segmento de sedãs médios, o porta-malas do Série 3 tem capacidade para comportar 480 litros. Outro ponto é que a fabricante deu uma certa moldada no interior com o objetivo de facilitar o uso do compartimento tanto para a acomodação de volumes pequenos ou grandes.

Com relação a conectividade o 320i Active Flex até que traz um sistema  interessante contando com Bluetooth, USB mas estão fora dele a Internet bem como os sistemas BMW Live e Apps que estão sendo disponibilizados apenas para as versões 320i GP. De qualquer forma dá para o gasto.

O modelo de fato chama atenção pelo visual, pelo aspecto luxuoso que apresenta. Mas, se a coisa for economia de combustível, o comprador pode ir se preparando por que nisso não há milagre. De série o carro vem com o sistema Isofix para cadeiras infantis, airbags e direção elétrica dentre outros pontos.

Por Denisson Soares

Foto: divulgação