Modelo chegará ao país no primeiro trimestre do próximo ano.

Foi confirmado pela Audi que o novo R8 Spyder irá chegar ao Brasil no primeiro semestre do próximo ano. Tendo um motor V10 de 5,2 litros, essa nova versão do conversível superesportivo virá importada da Alemanha, em uma versão ainda mais potente, chamada de Plus de 610 cv.

O gerenciamento da cavalaria as quatro rodas acontece através do sistema de tração integral Quattro, por meio da transmissão Stronic de dupla embreagem, como R8 V10 Plus cupê. O R8 Spyder chega a alcançar os 100 km por hora em 3,2 segundo e também atinge 330 km por hora de velocidade máxima.

Segundo informações divulgadas pela montadora, houve atraso na homologação da configuração com motor 5.2 de 540 cv. Sendo assim, a Audi tomou a decisão de trazer somente a versão mais potente para o Brasil. O preço dessa versão Plus não foi definido ainda, contudo, é possível ter uma ideia quando olhamos o preço pedido no R8 Coupé Plus, que é de R$ 1.170.990.

Sobre análises de desempenho, por mais que tenha o motor traseiro, o R8 Spyder possui a mencionada tração Quattro da Audi, bem como os itens obrigatórios de controle, tração e estabilidade, sugerindo um controle total.

A construção é feita na fábrica alemã de Heilbronn e ele possui um chassi de alumínio com algumas partes feitas em fibra de carbono. Dessa maneira, mesmo com a configuração conversível, o R8 Spyder é rígido e não apresenta nenhuma torção de carroceria ao fazer as curvas. Os freios são de carbono-cerâmica e levam duas curvas para alcançar o ponto correto de aquecimento, mas depois passam a oferecer frenagens ancoradouras ilimitadas, mesmo tendo que aguentar o peso de 1.720 quilogramas.

O peso da capota de lona é de 44 kg e ela tem uma estrutura de magnésio e de alumínio, demorando cerca de 20 segundos para abrir e também para fechar, mas apenas pode ser operada a até 55 quilômetros por hora. O acionamento é feito por um botão que fica no console central. Quando recolhida, a capota fica em um compartimento localizado acima do motor V10, diferente de modelos mais comuns, que as escondem no porta-malas.

Iris Gonçalves


Audi anuncia que Novo R8 será disponibilizado no Brasil a partir do segundo semestre de 2016. Carro é considerado o mais potente já produzido pela Audi.

O modelo Audi R8, segunda geração, foi apresentado no evento Salão de Genebra, sendo a principal atração da empresa durante o evento. A nova versão do Audi R8 é considerada a mais potente produzida pela Audi até os dias atuais. Segundo notas oficiais da empresa, o modelo deverá ser comercializado no Brasil a partir do segundo semestre de 2016.

O design externo do modelo possui leves mudanças. A dimensão da nova versão é praticamente idêntica, com exceção de 40 milímetros de largura. O design do para-choque e as lanternas foram redesenhadas, tornando-se parecido com o modelo Audi TT, se adequando ao novo padrão agressivo da empresa. O farol possui tecnologia Full LED, que garante maior economia e durabilidade.

O design interno também possui algumas mudanças em relação à versão anterior. Agora, o painel de instrumentos é totalmente digital, o volante possui uma nova disposição dos botões e o controle do ar condicionado passa a ser menos perceptível. O sistema GPS integrado ao modelo é um item de série.

O motor V10 5.2 é encontrado no centro do veículo e pode gerar potência máxima de 540 ou 610 cv, dependendo da versão. O modelo pode chegar a 330 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos. A nova versão é capaz de fazer 8,4 km/l, sendo o consumo 10 por cento menor em relação ao primeiro R8.

O motor é controlado pela caixa de transmissão automática S-Tronic, com sete velocidades e dupla embreagem. A tecnologia de dupla embreagem evita a perda de torque e elimina falhas na aceleração, sendo comum nos modelos esportivos da montadora.

O novo Audi R8 conta com tração nas quatro rodas, o que garante ao motorista maior estabilidade e segurança nas pistas. Em algumas situações, a força total de torque pode ser direcionada ao eixo traseiro e dianteiro.

O preço do modelo no país deve ser anunciado apenas no lançamento. O superesportivo possui preço entre 165.000 e 187.400 euros no continente europeu. O novo Audi R8 é concorrente direto do modelo Porshe 911.

Por Wendel George Peripato


Não está oculto para ninguém que a Audi vem produzindo um substituto do seu bem-sucedido R8, entretanto, as imagens oficiais pioneiras estão aparecendo neste momento. Sem possibilitar apresentar muitos detalhes, a empresa alemã disponibilizou uma foto do esportivo coberto, somente com parte do para-choque dianteiro e do farol expostos.

Com luzes de laser no conjunto óptico como fator novo, apesar desta possibilidade não poder ser utilizada nos Estados Unidos devido a legislação local, e linhas mais em retas em relação ao modelo que está substituindo, o novo R8 será disponibilizado com desenho bem semelhante ao já antecipado pelo novo TT.

O lançamento do modelo ocorrerá no Salão de Genebra, na Suíça, em março.

O motor FSI de 4,2 litros está presente logo atrás da cabeça do motorista, em um exemplo de ninho de fibra de carbono, e, conforme as rotações sobem, o motorista quase pode sentir seus 420 cv e o potencial para alcançar 301 Km/h.

A aceleração é qualificada, com a corrida de 0 a 96 Km/h completada em menos de 4,5 segundos. A suspensão é firme, o motorista pode sentir cada desnível do asfalto e o carro possibilita a sensação de estar nada menos que 100% qualificado para a pista de corrida. Como efeito, uma pequena perda de conforto é trocada pela estabilidade em alta velocidade e pela grande aderência dos pneus.

A direção é rápida nas respostas. O menor movimento já é o bastante para o R8 alterar de direção. Tendo a presença do opcional Magnetic Ride de 1 350 libras (2 659 dólares), o R8 apresenta pequenas imperfeições do piso com muito mais eficácia. O sistema possui dois módulos, Conforto e Esporte, entretanto, até em Esporte ele é mais complacente em relação a suspensão da versão convenciona. É atrativo o detalhe do Magnetic Ride pouco influencia na qualidade da direção ou a aderência que ele fornece. Os freios aparentam ligar ou desligar e necessitam nitidamente de ajuste.

Felipe Couto de Oliveira


Com sua silhueta caricatural e números de desempenho impressionantes, o Dodge Viper é o sinônimo da supermodelo do carro de poster. Ao longo de suas quatro gerações, que começou em 1992 e terminou em 2010, quatro elementos de design veio para definir o carro em forma de táxi para a retaguarda de proporções, em dupla-bolha do telhado, entrada de ar central, e práticas laterais.

Mas para Ralph Gilles, presidente da Chrysler de design e CEO da submarca nunca estes elementos totalmente fundidos tiveram um projeto e desempenho coeso. Então, quando ele obteve a aprovação para fazer um novo Viper, sua equipe construiu a partir do zero. Os avanços do projeto do Viper SRT eram melhores, pois misturaram a chapa curvilínea e aumentaram funcionalidade geral.

O Audi elegante é tão futurista que parece uma aeronave terrestre. Ao anoitecer, os LEDs que circundam os faróis criam uma luminosidade especial. É como se o R8 soubesse exatamente como belo ele é. O chassi tem os movimentos para coincidir com as de boa aparência.

O R8 tem uma franqueza para a direção e um equilíbrio para a suspensão que o tornam um natural escultor. Ele foi o mais rápido nos testes de manuseio e bateu o Viper nas ruas, mesmo com uma potência muito menor.

Por Salete Dias
 


Conhecida como uma das fabricantes de veículo que mais se destaca no segmento, a Audi é considerada uma marca que transmite poder e status e, por isso, é muito apreciada por diversos tipos de público.

Desta vez, a Audi surpreendeu ao anunciar a comercialização de seu R8 Special Edition no Brasil.

O veículo, que trata-se de uma versão limitada do R8 cupê, custará aproximadamente R$ 558 mil.

Como diferencial principal, o Audi R8 Special Edition vem equipado com transmissão manual de 6 velocidades.

Com relação à sua motorização, o veículo continua equipado com o motor 4.2 V8 FSI, no entanto, houve um pequeno reajuste que permitiu uma potência maior de 450 cv e um torque máximo de 46 kgfm (antes eram 426 cv de potência e torque era de 43,8 kgfm).

Com isso, a velocidade máxima do automóvel chega até 310 km/h, percorrendo de 0 a 100 km/h em apenas 4,2 segundos.

No Brasil, a edição especial do R8 vem limitada a 15 unidades de venda, todos na cor branca, com pinças de freio em vermelho e rodas de aro 19” em preto fosco.

Por Anne A. Matioli Dias


Sistema será testado em esportivos da marca

Se você gosta de equipamentos modernos para carros, já deve ter se deparado com retrovisores LCD sendo vendidos com câmera de ré, entre outros apetrechos.

Geralmente esses aparelhos custam aproximadamente R$ 400. Esclarecemos isso, pois a Audi está desenvolvendo um novo sistema de espelho interno totalmente digital.

Tal recurso irá funcionar devido a uma pequena câmera que será instalada na parte traseira do teto.

Ela envia imagens para uma tela situada no mesmo lugar do espelho retrovisor interno do automóvel. Em um primeiro momento, a tecnologia vai ser testada nos protótipos R8, usado em competições de velocidade, e no R18.

Este último, inclusive, disputará a corrida das 24 horas de Le Mans e vai utilizar a tecnologia de retrovisor interno digital.

Se o teste for bom, provavelmente encontraremos os modelos da Audi com o sistema.


A Audi lançou mais uma edição especial para um dos seus carros. O Audi R8 Hyper Black Edition, customizado pela empresa Anderson Germany, ganhou um visual bem diferente.

O sistema mecânico também foi bastante mexido, e agora o propulsor ganhou alguns cavalinhos a mais. O V10, de 5.2 litros, desenvolve agora 589 cv de potência (contra os anteriores 525 cv), e vem com três opções de ronco que podem ser escolhidas via controle remoto, de acordo com o gosto do motorista.

As outras mudanças no carro aparecem também na utilização da fibra de carbono no acabamento de diversos equipamentos, como nos novos spoilers (dianteiro e traseiro), no difusor, na capa dos retrovisores externos, nas novas rodas aro 19 e no sistema de escape esportivo. O carro ainda possui lanternas e vidros escurecidos.

No interior, segundo o site Car Session, o veículo apresenta um belo acabamento que mistura o couro preto com o laranja Alcântara, além da fibra de carbono, que também aparece em vários itens.

Por André Gonçalves


A Audi está em processo de desenvolvimento de um modelo mais leve para o seu superesportivo R8.

Em um primeiro momento sabe-se que internamente o modelo está sendo conhecido como NF. A produção da nova versão se deve ao fato das montadoras estarem investido forte na fabricação de veículos com certa redução no peso, para que assim consigam alcançar maiores velocidades.

As informações dão conta que os protótipos do modelo estão sendo testados com uma carroceria feita de fibra de carbono, o que acarretaria em uma redução do peso do carro em até 20%.

Segundo o site Auto Blog, o R8 mais leve não irá ter uma tecnologia própria, o carro deve usar peças do modelo R8 Spyder, do E-Tron e do R8GT.

O novo modelo deve ser lançado em 2014.

Por Oscar Ariel


A Audi acaba de lançar uma nova versão do V10 R8, a GT. A nova série do veículo que é um dos superesportivos mais cobiçados do mundo traz algumas modificações importantes em relação ao original. Para começar, o motor ganhou mais força, e o peso foi reduzido em cerca de cem quilos.

Com isso, o veículo promete acelerar muito e agradar os fãs de velocidade: ele atinge a marca de 100km/h em exatos 3 segundos e 63 centésimos. O que é mais que suficiente para deixar a concorrência comendo poeira.

Um detalhe interessante para quem precisa usar o celular enquanto dirige: o cinto de segurança tem um microfone com bluetooth para se comunicar com o aparelho.

Para quem tem cacife, essa beleza pode ser encomendada por cerca de 500 mil reais, sem contar os impostos de importação, claro. Aos interessados um aviso: serão fabricadas apenas 333 unidades. Então é bom correr para não perder a vez.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Carro Online


O R8, modelo superesportivo da marca de automóveis alemã Audi agora vem equipado com motor V10, igual aos usados nos carros Lamborghini Gallardo. O novo motor, com 525 cv de potência faz com que o carro alcance uma velocidade máxima de 316 km/h.

Já a fábrica italiana Ferrari esgotou as vendas do novo modelo 599 GTO antes mesmo da estreia oficial do carro, que acontecerá durante o Salão de Pequim, na China, que começa na próxima sexta-feira (23/05). Todas as 599 unidades do carro, que alcança uma velocidade máxima de 355 km/h, já estão encomendadas.

Os dois carros possuem outra coisa em comum além das enormes velocidades, ambos tem preços astronômicos. O Audi R8 V10 custa cerca de R$ 350 mil, enquanto a Ferrari 599 GTO chega a custar mais de R$ 800 mil, sem contar impostos e taxa de importação.


Por Thiago Martins





CONTINUE NAVEGANDO: