Anfavea – Produção de veículos bate recorde em maio


A produção nacional no setor automotivo teve crescimento de 0,3% em maio em detrimento ao índice verificado em abril, afirmou no dia 6 de junho, quinta-feira, a Anfavea. Neste último mês, a produção industrial totalizou 348.070 veículos em geral (comerciais leves e automóveis, caminhões e ônibus), número recordista para o mês de maio. O resultado aponta que o mês anterior superou abril, em que foi registrada a produção de 347.122 autos.

Em comparação ao mês de maio de 2012, quando foram verificadas 285.750 unidades fabricadas, o aumento ficou em 21,8%. No total do ano de 2013, houve recorde com 1.535.928 unidades produzidas no Brasil, o que corresponde ao crescimento de cerca de 20% em detrimento aos 5 primeiros meses do ano de 2012.

Entretanto, a comercialização de automóveis novos no Brasil em relação ao mês passado caiu mais de 5% na comparação dos meses, mas aumentou em 10% em referência ao mês de maio de 2012, chegando em 316,2 mil veículos.

A fabricação de comerciais leves e automóveis chegou a 327.773 veículos no mês de maio, subindo para 0,8%, em comparação com abril, mês em que 325.320 unidades foram produzidas.

Por Marcelo Araújo


Anfavea – Produção de veículos cai para 4,9% em abril de 2011


Como era de se esperar, o ambiente de desaceleração da economia começou a mostrar seus primeiros efeitos, embora ainda restritos. Informações da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) indicam arrefecimento de 4,9% na produção de veículos no país em abril, para 280,1 mil unidades, ante março, ocasião quando foram constatadas 294,4 mil unidades.

A Anfavea descreve que no confronto anual contra abril do ano passado, porém, ocorreu crescimento de 1,9%, ao mesmo tempo em que no acumulado do primeiro quadrimestre o índice foi positivo e chegou a 4,1% em comparação aos quatro primeiros meses de 2010.

Acompanhando o decréscimo mensal, ou seja, abril contra março, a comercialização de veículos automotores caiu 5,5%, de 306,1 mil unidades para 289,1 mil. Mantendo a mesma ideia de produção e saídas, no confronto anual do mês passado as vendas subiram 4,1% e no primeiro quadrimestre, saldo positivo 4,6%.

Os resultados nos comparativos anuais refletem os dados positivos de 2010, mas como é perceptível constatar, as medidas macroprudenciais adotadas pelo governo começam a dar os sinais desejados. A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) considera essa perspectiva como benéfica.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Mahindra by Bramont é a nova afiliada da Anfavea


A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) tem uma nova montadora afiliada. Trata-se da Mahindra by Bramont. A Mahindra é uma empresa indiana, representada no Brasil pela Bramont, cuja fábrica em Manaus produz atualmente 144 unidades por mês. Para quem não conhece a marca, os modelos vendidos no Brasil são o SUV 2011, um utilitário esportivo, e duas picapes, a Cabine Dupla 2011 e a Chassi 2011. Todos são equipados com o motor diesel de 2.6 litros, 110 cv de potência e tração 4×4.

O SUV tem capacidade para 7 passageiros. A lista de itens inclui airbag duplo, freios ABS, ar condicionado e sistema de áudio completo (CD, MP3, entrada USB e conexão para iPod).

A Cabine Dupla serve tanto para o lazer quanto para o trabalho. Ela tem capacidade para carregar até 1.000 kg de carga. Os itens incluem trio elétrico, sistema follow-me, faróis de neblina e ar condicionado, dentre outros.

Já a Chassi foi desenvolvida para o trabalho pesado. Pode levar até 1.300 kg de carga. Além da tração integral, ela tem direção hidráulica, faróis e volante com regulagem de altura e trava elétrica. O ar condicionado é opcional.

Outras informações no site www.mahindra.com.br

Por André Gonçalves


Aumenta produção de automóveis mesmo sem IPI reduzido


O Brasil tem conseguido consolidar algumas tendências iniciadas após a adoção de medidas de curto prazo, tais como a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) a vários setores, entre eles o de veículos automotores. Após o término do benefício ao final de março passado, com arrefecimento já aguardado, o segmento começou a apresentar, novamente, bons números.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) relacionou no início desta semana que as montadoras vigentes no país confeccionaram quase 316 mil veículos em julho, alta de 3,2% em comparação a junho e ascensão de 12% em confronto anual. De janeiro de 2010 até o mês base deste artigo, a produção de carros chegou à marca de 2,07 milhões de unidades, salto de 18,3% ante o período igual de 2009.

Na mesma linha de crescimento, de acordo com a agência de notícias Reuters, a comercialização de veículos, comerciais leves, ônibus e caminhões no mês de julho atingiu números superiores a 302 mil unidades, dilatação de 15,1% ante junho e elevação de 5,9% no confronto anual.

A montadora que melhor colaborou para o crescimento nas vendas foi a Fiat, seguida pela Ford e pela Volkswagen, repetindo uma convergência de meses.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Produção e venda de veículos em janeiro de 2010


Janeiro é tipicamente um mês fraco para vendas de veículos. E este não foi diferente. Foram 213,3 mil veículos licenciados, contra 293 mil em dezembro, uma queda de 27,2%.

Entre os veículos leves nacionais (entre os quais estão os carros), a queda foi maior, de 28,1%. O licenciamento foi de 158.925 unidades, contra 221.310 em dezembro de 2009. Entre os importados, a queda foi de 24,3%, de 56.505 para 42.776.

A produção, no entanto, se manteve estável: 240.519 veículos em dezembro contra 234.332 em janeiro. Os veículos leves representaram 226.540 e 219.743, respectivamente.

Veja as estatísticas aqui.