A montadora BMW pretende aumentar as vendas de seus modelos nos países da América Latina em 2010. As informações foram dadas na última quarta-feira (14) em comunicado oficial assinado pelo chefe de vendas da BMW, Ian Robertson.

De acordo com as previsões da montadora, mais de 1,4 milhão de unidades devem ser comercializadas em todo o mundo. Na América Latina, a meta é manter o crescimento da marca no segundo semestre de 2010, já que nos primeiros seis meses do ano o crescimento nas vendas dos veículos BMW, Mini e Rolls-Royce foi de 85%.

Caso o crescimento das vendas dos utilitários da BMW mantenha-se nos próximos meses, o crescimento poderá ser superior a 10% em relação aos resultados obtidos no ano passado.

Por Luana Neves





CONTINUE NAVEGANDO: