Governo espera arrecadar cerca de R$ 75 milhões com o imposto.

Já estamos no ano de 2019! Muita gente ainda está de férias, sem pensar nas contas que virão a partir de janeiro. Mas o dia de pensar nas contas uma hora chega!

E entre essas contas há uma conta que o brasileiro paga ao Estado pelo simples fato de ele ter um automóvel ou uma motocicleta. Esse imposto é o IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos automotores).

A Secretaria de Estado da Fazenda, instituição responsável pela organização da cobrança do imposto, já está com as datas definidas desde dezembro de 2018 para o estado do Amapá.

O Estado espera tomar R$ 75 milhões dos pagadores de impostos do Amapá na cobrança do IPVA desse ano.

A consulta do valor acontece através de tabela que será publicada em janeiro no site da Sefaz. A cobrança será feita através de boletos enviados pelos Correios. No documento também estarão disponíveis informações sobre o valor venal, a alíquota e o IPVA.

Consultar o valor do IPVA

Você pode consultar o valor que irá pagar diretamente no site do DETRAN do Amapá, clicando aqui.

Como calcular?

Caso você não tenha conseguido acessar o site do DETRAN para consulta do valor é possível fazer uma estimativa do valor que você vai pagar utilizando dois dados: o preço médio do seu carro e a alíquota do IPVA do estado do Amapá.

1 – Primeiramente você deve conseguir a informação sobre o preço médio de venda do seu veículo. Para isso, acesse a tabela Fipe clicando aqui.

2 – Já dentro do site, clique na opção que mais se adequar ao seu tipo de veículo. Se o seu veículo é do tipo carro pequeno de família você deve clicar em “Consulta de carros e utilitários pequenos”.

3 – Selecione a marca, modelo e ano do seu veículo e clique em “pesquisar”.

Agora com o preço médio do seu veículo em mãos, é só multiplicá-lo pela porcentagem da alíquota do IPVA de acordo com tipo de veículo.

Para esse ano será cobrada uma alíquota de 3% carros pequenos e pick-up trucks.

Imaginando que você tem um Honda Civic LXS automático 2014 (carro pequeno com 5 anos de uso), podemos fazer o cálculo da seguinte forma:

Preço médio: R$ 54.111

Alíquota: 3%

54.111 x 0,03 = R$ 1.623,33

Pelo fato de ter um carro compacto com 5 anos de uso na sua garagem você pagará R$ 1.623 ao Estado.

Como vai funcionar o Pagamento?

Se você fez aquela festa no final do ano e ficou sem dinheiro para fazer o pagamento do IPVA à vista não precisa pegar dinheiro emprestado! Você poderá parcelar o pagamento do IPVA em até 6 vezes! Mas se você vê vantagem em pagar em cota única, verá ainda mais vantagem ao saber que haverá desconto de 20% para quem pagar à vista.

Como já mencionamos acima, os boletos chegarão na sua casa via correspondência! Mas você também tem a opção [a partir desse mês] de imprimir o boleto no próprio site da Sefaz. Para isso você precisa informar o Renavam e o número da placa do seu veículo.

Não tem segredo no modo de efetuar o pagamento do boleto pessoalmente. Você deve ir a uma agência bancária credenciada levando o seu número do Renavam e efetuar o pagamento no caixa.

Datas limites para pagamento do IPVA no Amapá 2019

  • Pagamento do Seguro Obrigatório DPVAT e 1ª parcela [ou cota única] do IPVA: 15 de março de 2019
  • Pagamento da 2ª parcela: 15 de abril de 2019
  • Pagamento da 3ª parcela: 16 de maio de 2019
  • Pagamento da 4ª parcela: 17 de junho de 2019
  • Pagamento da 5ª parcela: 15 de julho de 2019
  • Pagamento da 6ª parcela: 15 de agosto de 2019
  • Data limite para efetuar o licenciamento: 30 de agosto de 2019
  • Data de início da fiscalização: 2 de setembro de 2019

Por Bruno Rafael da Silva


Confira aqui mais detalhes sobre o IPVA 2018 no Amapá.

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é uma das obrigações de início de ano que pessoas que possuem algum carro, motocicleta, caminhão, entre outros, devem cumprir. Esse imposto é estadual e seu cálculo depende do valor estabelecido legalmente por cada estado brasileiro. Alguns veículos não estão incluídos na lista de pagadores do IPVA como carros de passeio no primeiro ano, veículos adaptados para pessoas com deficiências, táxis, máquinas agrícolas, embarcações, aeronaves, ônibus de transporte público, ambulâncias e veículos oficiais de qualquer esfera de governo.

Porém, se seu carro não se encaixa em nenhuma das categorias a seguir e foi emplacado no estado do Amapá, então se atente aos prazos para pagamento. A primeira parcela do IPVA vence dia 15 de março, sendo o restante das cinco com vencimento nos meses subseqüentes até agosto de 2018. Este é o mesmo prazo para aquelas pessoas que desejam quitar em cota única, com desconto de 20%.

Gilson Rodrigues, coordenador de arrecadação da Secretaria de Estado da Fazenda, disse que março é o período em que as pessoas mais pagam o IPVA, gerando maiores valores para o estado. Isso se dá em parte pelo desconto conferido pela Secretaria, sendo um dos maiores do Brasil. Para efetuar o pagamento, as pessoas contribuintes receberão o boleto pelos Correios ou podem solicitar diretamente nas unidades do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AP) ou nos pontos da Rede Super Fácil.

O calendário de pagamento é único, independente da numeração da placa do veículo. Como já dito, a primeira parcela, assim como o prazo para pagamento em cota única, é 15 de março. Caso queira parcelar, a segunda cota vence dia 16 de abril. A terceira, dia 16 de maio. O vencimento da quarta parcela do IPVA está agendado para a data de 15 de junho. A penúltima cota vence 16 de julho e dia 15 de agosto é o prazo final para quitação do IPVA e regularização dos documentos do veículo.

Pede-se precaução também para a obrigatoriedade da emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), que vence em 31 de agosto e já em 3 de setembro começam as ações de fiscalização quanto a esse documento, além de estar em dia com o seguro obrigatório (conhecido como Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres – DPVAT), IPVA e taxa de licenciamento. Caso alguém seja flagrado em discordância dessas orientações, terá o veículo apreendido. Se você possui algum débito dessa ordem, pode resolver junto à Secretaria de Estado da Fazenda através do Programa de Recuperação Fiscal (Refis). Podem participar pessoas que não pagaram IPVA de quaisquer exercícios anteriores e terão 100% de desconto em multas e juros, podendo ser parcelado em até 24 meses. Para participar do refinanciamento, as (os) interessadas (os) devem manifestar interesse entre os dias 8 de janeiro e 28 de fevereiro de 2018, na Secretaria de Estado da Fazendo do Amapá.

O dinheiro da arrecadação do IPVA, assim como de outros impostos, vão para uma conta única que servirá para custear as atividades estatais. Por lei, 40% do total fica com o estado do Amapá, 40% é repassado de forma proporcional aos 16 municípios do estado e o restante é vinculado ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). Os valores podem ser utilizados para manutenção de rodovias e estradas, porém, não é obrigatório aos governos essa destinação. A história desse tributo remete aos anos de 1960 no Estado de São Paulo, que cobrava a Taxa Rodoviária Única.

Portanto, fique atento aos prazos para não ficar preso na blitz e seu veículo, no pátio.

Mateus de Faria





CONTINUE NAVEGANDO: