Nova Chevrolet Montana 2023 – preço, consumo, versões

O tão esperado lançamento da terceira geração da Montana aconteceu e o modelo está em pré-venda. Nova picape intermediária chega ao mercado apresentando porte para concorrer com a Fiat Toro, Ford Maverick e Renault Oroch.

O lançamento mais aguardado da Chevrolet — e um dos mais importantes do ano para a montadora — a Montana 2023, inaugura oficialmente nas concessionárias a partir de fevereiro do próximo ano. O modelo segue o conceito de picape intermediária monobloco, unindo conforto e dirigibilidade de um veículo SUV à versatilidade, e robustez, de uma picape.

Este conceito tem em vista suprir os hábitos, e valores dos consumidores de picapes como Toro, Maverick e, em certa medida, Oroch – aqueles que têm um estilo de vida urbano, mas necessitam de um carro multifuncional e capaz de entregar tudo com qualidade.

O porte da carroceria da picape é muito bom, proporcionado resultado excepcional para um exemplar de 4,72 metros de comprimento e cerca de 1,8 metro de largura: oferece conforto para os passageiros, contando com uma ampla área para carga. Conta com a inédita caçamba Multi-Flex, projetada para funcionar como um porta-malas de 874 litros.

Em relação ao visual, a Nova Montana tem formas robustas. A dianteira é marcada pelo conjunto ótico em LED, a lateral tem silhueta típica, incluindo, uma linha de cintura elevada. Já a traseira, possui uma barra brilhante conecta as lanternas.

Preço e versões

A Chevrolet deu início a pré-venda das versões LTZ (R$ 134.490) e Premier (R$ 140.490). No primeiro lote, as unidades viram equipadas com um acessório exclusivo de caçamba, as divisórias Multi-Board.

Motor da nova Montana 2023

A Montana 2023 tem o motor 1.2 turbo de comando duplo variável, bloco de alumínio, coletor de escape e bomba de óleo, o mesmo que já equipa a Tracker. Entrega 133 cavalos de potência e 21,4 kgfm de torque máximo. Consoante aos pronunciamentos da fabricante, o modelo conta com uma calibração específica, que a faz atuar em uma faixa de rotação mais baixa, reduzindo ruídos e emissões poluentes.

Com o conjunto mecânico a picape realiza 7,7 km /l na cidade e 9,3 km/l na estrada, abastecida a etanol — quando abastecida a gasolina, o consumo passa para 11,1 km /l e 13,3 km /litro, respectivamente.

Até o momento, não foram revelados os dados com relação ao consumo da versão manual, que será lançada em outro momento — a GM declarou, somente, que a configuração terá excelente desempenho acelerando de 0 a 100 km /h.

Imagens: Chevrolet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *