Hyundai Ioniq 2023 híbrido disponível por assinatura no Brasil

Caoa Hyundai disponibiliza o Ioniq em solo brasileiro, mas só por assinatura.

Vivemos uma época de total preocupação com o meio ambiente e a qualidade de nosso ar. Tudo isso provocado por altos níveis de poluição. Várias iniciativas já foram criadas pelas montadoras mundiais como carros e motos elétricos, bicicletas e patinetes elétricos e tantos outros. Agora a Caoa apresenta outra novidade que promete revolucionar o mercado automotivo do País. Vamos conhecer o Hynday Ioniq Hybrid. Mas antes vamos conhecer o sistema em que esse modelo será comercializado.

Entenda a Caoa Locadora

Você conhece a modalidade de carros por assinatura? Essa é a nova “queridinha” dos motoristas. Trata-se de um aluguel de carros, em que se paga um valor mensal, que pode variar de acordo com o modelo escolhido. Neste valor já estão contidos todos os gastos com IPVA, manutenção e seguros. Trata-se de um modelo vantajoso se você costuma trocar de carro frequentemente e, em especial, para carros elétricos com suas caras baterias.

De olho neste mercado, a Caoa lançou a sua própria locadora de veículos com vários modelos que tem valores entre R$ 2.800 à R$ 4.600. Para maiores informações acesse: https://caoalocadora.com.br/caoa-sempre/assine

Conheça o Hyundai Ioniq

E o modelo utilizado para divulgar esse novo produto da montadora é o Hyundai Ioniq. Trata-se de um modelo Crossover, com motor 1.6 híbrido, gasolina/elétrico, que geram 141 cv em conjunto (somente com gasolina, são 105cv). O carro promete ser econômico, a gasolina faz em média 18km por litro e a bateria tem autonomia de 800Km. O carro é uma SUV com bom espaço interno e conforto. Trata-se de uma boa opção para motoristas com famílias um pouco maiores. O valor para assinatura do Hyundai Ioniq é de R$ 3.999,00.

Existe a possibilidade deste modelo ser utilizado no futuro para frotas administrativas (empresas).

A descarbonização do planeta

Vivemos momentos de atenção devido, principalmente, pela poluição de CO2 em todo o planeta. Diante desse cenário, a descarbonização do planeta passou a ser a ordem do dia. O processo de descarbonização consiste em reduzir a emissão de gás carbônico para assim parar de aumentar sua concentração na atmosfera.

Note-se que o dióxido de carbono não é um poluente por si próprio, já que é um gás respirado por plantas. Você mesmo emite CO2 quando expira. O problema do combustível fóssil é que a emissão que é colocada na atmosfera fica além da capacidade de absorção das plantas, daí a importância da descarbonização.

Várias empresas principalmente do setor automotivo e elétrico estão empenhadas em reduzir os riscos e para tanto investem em carros elétricos, usinas eólicas e solares. A intenção é que em médio e longo prazo a emissão de gases seja reduzida ao mínimo possível. De acordo com o Projeto de Lei n° 1539, de 2021 determina que até 2025 a emissão de Co2 deve sofrer uma redução de 43%.

Baseado no texto de Cíntia Silva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *