Renault Mégane renasce das cinzas e agora é SUV médio elétrico

Mégane voltará ao Brasil em 2023 elétrico, importado e como SUV médio

A Renault anunciou recentemente que o Mégane, vendido no Brasil durante a década de 1990, retornará ao mercado nacional, mas em uma versão 100% elétrica, denominada Megane E-Tech. Junto com ele, serão trazidos ao Brasil pela montadora francesa, também eletrificados, o Master e o Kangoo, dois utilitários. Vale lembrar que, atualmente, a Renault disponibiliza no mercado brasileiro o Kwid E-Tech, com valores a partir de R$ 146.990.

O Mégane voltará ao Brasil a partir do próximo ano, eletrifricado, importado e como SUV médio e, por isso, deverá se tornar um dos modelos elétricos com mais alto preço da montadora francesa. O SUV será o primeiro modelo da Renault a fazer uso da plataforma CMF-EV, projetada para veículos elétricos, e representa a principal aposta da marca para conquistar especialmente os motoristas europeus e, com isso, abrir mais espaço para os modelos elétricos da montadora no Velho continente.

O Mégane é, agora, um SUV, embora mantenha medidas compactas: são 1,50 m de altura, 1,78 m de largura, 4,21 m de comprimento e 2,70 m entre-eixos. Ainda que seja oferecida em duas versões no continente europeu, por aqui, segundo a Renault, o SUV elétrico chegará com motor de 220 cv, torque de 30,6 kgfm e bateria de 60 kWh. Nesse caso, a autonomia do Mégane deve ficar entre 428 km e 454 km, e a velocidade máxima do carro, a fim de manter por mais tempo a carga da bateria, deverá ser limitada a 160 km/h.

Com relação ao design, na parte frontal temos a grade levando ao centro o famoso losango da Renault em prata, faróis mais finos com luzes em full LED, além do para-choque cujas molduras são na cor preta. Na traseira, as lanternas finas também marcam presença, são iluminadas por luzes em LED e se ligam uma à outra por uma barra de luz em LED, na horizontal. A tampa do porta-malas (cuja capacidade é de 440 litros) é bem menor, ficando o destaque da parte traseira para o para-choque, na cor preta.

No interior do SUV, a central multimídia e o quadro de instrumentos são totalmente digitais e possuem tela 12”. Entre os itens de série, destaque para o piloto automático adaptativo, assistente de direção, alerta de ponto cego, sete airbags, frenagem autônoma de emergência, entre outros.

Não temos, ainda, informações exatas sobre o preço do Mégane E-Tech, sobretudo porque o modelo chegará ao Brasil apenas no segundo semestre de 2023. Contudo, trata-se de um modelo elétrico, normalmente mais caro, com tecnologias e itens de série que valorizam ainda mais o SUV médio e, por isso, ainda que não saibamos o preço exato, apostamos que barato o Mégane E-Tech não será.

Seguiremos acompanhando e traremos novidades sobre o Mégane E-Tech e outros modelos da Renault.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *