Suzuki Alto K10 2023 – concorrente do Renault Kwid custa R$ 25 mil na Índia

Suzuki Alto K10 seria um bom produto da Suzuki para o Brasil, onde concorreria com Renault Kwid e Fiat Mobi. E seria mais econômico.

O mercado indiano ganhou recentemente mais uma opção de hatch de entrada. A Maruti Suzuki anunciou o lançamento do novo modelo Alto K10. O novíssimo veículo popular da fabricante desembarcou apresentando um visual atualizado, contando com equipamentos modernos. O objetivo da montadora com K10 é concorrer com o Renault Kwid, que também é vendido por lá.

Conforme anunciado pela montadora, o modelo será comercializado em quatro versões, a Standard, Lxi, Vxi e a Vxi+. Seus valores encontram-se a partir das 399.000 rúpias (perto de R$ 25.600, em conversão direta simples), para o modelo Standard. Para título de comparação, o Kwid indiano custa a partir de 460.000 rúpias (perto de R$ 30.000).

A marca promete um carro com potência suficiente para uso urbano, barato e econômico, características que se enquadram perfeitamente com grande parte dos atributos que os consumidores do mercado brasileiro procuram. Contudo, até o momento não há informação sobre a comercialização do modelo por aqui.

Cabe lembrar que a Suzuki já está presente no Brasil, embora só comercialize um único produto, o Jimny Sierra, um 4×4 compacto de nicho, com preço consideravelmente elevado. Embora não haja confirmação sobre a vinda do modelo, vale a pena conhecer a proposta da montadora para a categoria dos compactos. Confira abaixo sobre o novo Alto K10.

Visual

O Suzuki Alto K10, em sua nova geração, conta com linhas mais modernas e sofisticadas. A dianteira está diferente, contando com apenas uma grade, do tipo colmeia. E os faróis dianteiros e lanternas traseiras do veículo foram redesenhados. Está equipado com rodas de 13″ polegadas, tem seis cores disponíveis e dois pacotes de acessórios, o Glinto e o Impacto.

Espaço interno

O espaço interno é moderno e tecnológico. Chega a incluir uma boa central multimídia de 7″ polegadas, emparelhamento Android Auto e Apple CarPlay, quatro alto-falantes, velocímetro digital e volante com controles de áudio e voz. Já o porta-malas conta com a capacidade de 214 litros.

No quesito segurança, apresenta quinze recursos que auxiliam para segurança dos passageiros, como airbags duplos, os freios (ABS) com EBD, os cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador e limitador de força, entre outros.

Conjunto mecânico

O Alto K10 possui o motor Dual Jet 1.0, que pode proporcionar a potência máxima de 67 cavalos e 9,1 kgfm de torque máximo a gasolina. Segundo dados do fabricante, o consumo rodoviário chega a 24 quilômetros por litro, com gasolina.

Aqui, cabe uma observação: o consumo do Alto K10 foi apurado seguindo regras da CMVR (Central Motor Vehicles Rules) indianas. Sob as mesmas regras, o Renault Kwid indiano atingiu a marca de 20km/l. Para título de comparação, o Kwid brasileiro foi certificado pelo Inmetro com consumo de 15,7km/l. Mesmo assim, o Alto K10 é mais econômico e, no Brasil, poderia ser esperado um consumo entre 17km/l ou 18km/l, o que o colocaria acima do Onix Plus, atualmente o mais econômico à venda por aqui.

Todas as quatro versões do modelo vêm com câmbio manual de 5 marchas. Destaque para duas versões, a VXi e a VXi+, que possuem mais uma opção de câmbio, podendo ser compradas com o câmbio automatizado AGS.

Crédito das imagens: Carwale. Clique para ver mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *