Monza 2023 vem com motor 1.0 e 1.3 turbo e interior mais glamuroso

Novo Monza 2023 é lançado na China com motor 1.0 e 1.3 turbo e interior mais sofisticado, mas será que ele vem para o Brasil?

As vendas do novo Monza na China estão sendo iniciadas, e as expectativas para o modelo são grandes devido as configurações e detalhes que foram divulgados. Lançado no ano de 2019, o modelo contou com algumas mudanças, e agora é maior do que o Onix Plus.

A nova roupagem que foi adicionada a ele deu um status ainda maior para o Monza neste momento, criando toda esta expectativa em torno do carro. Inclusive, estas modificações pode até mesmo provocar uma mudança em relação a família dos compactos encontrados no Brasil agora.

Entre os detalhes mais técnicos, é possível obter o modelo com duas opções de motores, 1.0 ou então 1.3 turbo.

Outro detalhe que se sabe, é que ele conta com um interior mais refinado e diferenciado para conseguir conquistar de fato um maior público, como vem fazendo. Entretanto, o questionamento principal agora com o lançamento na China é se o modelo conseguiria ter um bom desempenho de fato no Brasil com estes detalhes.

Vale avaliar alguns pontos para entender se o Monza teria chances de conquistar a atenção dos motoristas brasileiros. Em relação ao seu visual dianteiro, ele conta com algumas semelhanças com o Seeker, que tem um perfil mais aventureiro. Os seus faróis divididos trazem um linguagem diferenciada e impactante.

A ideia na parte interna, como destacado, é adicionar mais refinamento aos aspectos do Monza. Assim, o painel conta com um tamanho menor, dando lugar a duas telas que são integradas e inspiradas em modelos premium, como da Mercedes-Benz, por exemplo. O acabamento interno é feito todo em couro tabelier, o que mostra mais uma vez um grande avanço para o modelo, e também bem diferente dos atuais do mesmo segmento no Brasil.

Os dois modelos que foram adicionados mostram que a ideia foi abolir de vez os motores turbinados. Com etanol, o modelo conseguiria algo em torno de 130 cv, o que se assemelha com o Fiat Pulse, por exemplo. Na versão 1.3, o Monza consegue chegar a 163 cv a 23,5 kgfm de torque. Neste caso, são 30 cv a mais do que a versão do Tracker oferecida por aqui, a titulo de comparação.

Um ponto a se mencionar por aqui é que a GM tem descartado este modelo para o mercado brasileiro, o que indica que outros como o Cruze aparentemente estão na mira para que cheguem ao seu final. O Monza, entretanto, vem sendo comercializado no México e recebe por lá o nome de Cavalier, que faz parte de uma linhagem tradicional de sedãs deste mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *