Com novo motor turbo, Renault Oroch quer bater Fiat Strada

A criação da categoria das picapes intermediárias foi dada a Renault Oroch, que naquele momento chamava-se Duster Oroch, embora, todo o crédito e destaque do mercado tenha se direcionado para a Fiat Toro.

Reestilizada em abril desse ano, a primeira vez desde o seu lançamento, que aconteceu a sete anos atrás, a Oroch apresentou mudanças em seu visual e em seu conjunto mecânico. A marca já declarou que as novidades foram pensadas para fazer com que a picape possa competir com uma das líderes do segmento, a Fiat Strada.

Podemos avaliar que o modelo da nova geração, mesmo em suas versões de entrada, está muito "bem servido" em equipamentos. Possuindo controle de tração, controle de estabilidade, faróis de neblina, câmera de ré, sensor, bancos cobertos por couro sintético, assistentes para a rampa, vidros elétricos em todas as portas e ar condicionado digital.

Sem contar com a central multimídia compatível com Android auto e Apple CarPlay e demais assistentes. Enfim, em uma breve análise, observamos que a Oroch oferece custo-beneficio no quesito, uma vez que é mais equipada que a Strada, mesmo em suas versões premium.

Todavia, será que somente equipamentos podem inserir o modelo na competição pela categoria? Descubra a análise técnica da Oroch abaixo.

Análise técnica da Renault Oroch 2023

Importante ressaltar que as análises foram realizadas na Oroch Outsider, a versão posicionada no topo da linha.

O modelo inclui o motor de 1.3 litro turbo TCe, que desempenha até 170 cavalos de potência, 162 cavalos abastecida a gasolina e 170 cavalos quando abastecida a etanol, a 5.500 rpm. Possui transmissão automática CVT de oito marchas, com um propulsor que proporciona boa arrancada, robustez e estabilidade na retomada.

Em testes recentes com a versão, o R7 Autos Carros divulgou que a picape conseguiu fazer 15,6 quilômetros por litro na cidade. Já em outra testagem, o portal pontua que a Oroch fez os seguintes números abastecida à gasolina: 10,5 quilômetros por litro, e a etanol a média foi de 9,4 quilômetros por litro. Lembrando que o seu tanque de combustível tem 45 litros, conferindo ao modelo uma autonomia de até 495 quilômetros.

No quesito aparência, o modelo apresenta algumas atualizações, recebendo linhas mais retas, visual mais robusto e nova iluminação em led.

Versões e preços

  • Pro (a partir de) R$ 111.300,00;
  • Intense (a partir de) R$ 117.100,00;
  • Outsider (a partir de) R$ 142.900,00.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.