VW Passat deixa de ser produzido. ID.Aero em seu lugar


VW Passat Sedan parou de ser produzido na Alemanha. Agora, o sedan VW é o ID.Aero.

O VW Passat já completou sua história na indústria automotiva, e não será mais produzido. Essa notícia foi divulgada no dia 22 deste mês de julho, data que marca uma divisão entre passado e futuro, e duas importantes despedidas da indústria Volkswagen para a Alemanha. A primeira é a exoneração de Herbert Diess da liderança e comando da unidade de Wolfsburg, e a suspensão definitiva da produção do Passat na unidade de Endem.


Vale lembrar que Wolfsburg constitui a comarca independente da Alemanha, situada no Estado da Baixa Saxônia, onde a fabricante automobilística tem sua sede.


Na realidade, tanto o líder da unidade fabril quanto o modelo ainda seguem em suas atividades, dado que Diess está dentro de um contrato que finaliza somente no ano de 2025. Já o clássico Passat está saindo da linha em carroceria sedã, mas, seguindo com a perua Passat Variant, padrão, na esteira de produção.


Assim, a cena que marca o fim da produção d alinha Passat Sedan, dentro do ponto 8 do hall 7, em Endem, inclui a presença de todos os colaboradores na esteira da produção, e todo este quadro se encontra suspenso, inativo, neste exato momento. Isso ocorreu deste que a própria fabricante decidiu suspender todas as suas atividades industriais, entre as datas de 25 de julho ao dia 12 do próximo mês de agosto, porém, não se trata de paralisação total.


Somente certas áreas da produção serão, de fato, interrompidas para que se proceda ao serviço intenso de atualização sobre todo o maquinário, equipamentos e os processos de fabricação cujos padrões necessitem de mudanças. Tudo isso está acontecendo para que o Passat Sedan possa ceder seu lugar ao ID.Aero.

Leia também:  IPVA 2020 no RJ - Tabela de Valores, Calendário de Pagamento, Descontos

A história da empresa, nesse segmento, registra, hoje, cerca de 2,2 milhões de unidades deste sedã produzidas pela Frísia Oriental, desde o final da década de 70. Assim, a companhia alemã decidiu inovar, tirando um modelo para colocar outro, criando um antes e depois. Portanto, a empresa se despede, neste ano, de seu clássico sedã para iniciar no mês de agosto a fabricação da pré-série da linha ID.Aero.

Mesmo com a grande alta de lançamentos de SUVs e crossovers, atualmente, a Volkswagen, apesar de sua reputação e influência, vai manter a produção e oferta dos sedãs e das peruas para toda a Europa, junto ao clássico modelo alemão desde o ano de 1973.

Desta maneira, sob a liderança Diess, a automotiva elaborou e começou a produzir o sucessor definitivo do clássico, modelo elétrico ID.Aero, fazendo com a série Passat o mesmo realizado no início da década de 70, momento em que este automóvel inaugurou no mercado junto ao motor à água, consagrando o início de uma era, a partir das propulsões a ar, como a VW 412, Typ Quatro.

Situação bem diferente é a da linha Golf, cujo sucessor, o ID.3, que passa pela mesma linha de fabricação e montagem, do novo ID. Aero, mas, não cruzará com aquele sedã, porém, com a clássica perua Variant, que segue com longa vida, mas, em breve também será definitivamente aposentada, para ceder vacância ao ID.Aero tipo Variant ou o Space Vizzion, seja lá qual será o título a ser conferido ao modelo, pela companhia. Para finalizar, a fabricante alemã segue com o projeto de substituição destas séries clássicas, ou contemporâneas, por veículos novos equivalentes em propulsão elétrica, da família do ID. O futuro dos motores, muito provavelmente, será esse, dado que existe toda uma questão de sustentabilidade, entre outras exigências de nosso tempo.

Leia também:  Audi RS5 Sportback 2019 - Características, Especificações


ID.Aero

Na imagem, o ID.Aero, sedan elétrico que tomou o lugar do Passat.


Outros Conteúdos Interessantes



Você gosta de carros e motos e escreve bem? Gostaria de escrever para nosso site e ser remunerado por isso? Então clique aqui e envie seu texto para avaliarmos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.