Nova Scooter elétrica Shineray PT4 Pro – preço, autonomia, velocidade máxima


Shineray PT4 Pro é mais uma moto elétrica da Shineray, uma scooter.

A Shineray lançou mais uma Scooter elétrica no Brasil, a PT4 Pro. A nova versão saiu neste mês de julho, e o Pro diz respeito a novas melhorias que foram implementadas, como por exemplo, facilidade de rodar em pistas molhadas.


A marca já tem Scooters elétricas, unindo os modelos PT4 R, o RS e o GT. Todos lançados no final de 2021. De acordo com a própria marca, o foco sempre foi de oferecer design e economia para os consumidores. Por isso, a Shineray PT4 Pro Conta com um motor que ajuda na aceleração da moto, sendo de 3.000 W, o que garante uma velocidade de até 75 km/h.


Desempenho da Shineray PT4 Pro

Além da potência, a nova Scooter elétrica PT4 Pro, oferece maior desempenho do que as demais motocicletas que foram lançadas antes. Sendo assim, o motor elétrico ganhou uma novidade, já que agora ela pode ser removida para a recarga. A bateria é de lítio, com 60V e 26 ah.


Com isso, a autonomia da Scooter é de até 50 km em média, o que acabou sendo reduzido, quando comparado aos 80 km de autonomia dos demais modelos. Parte disso pode ter se dado devido ao aumento da potência da versão Pro.


Outro ponto importante que a nova versão traz para o mercado, é a suspensão e o freio a disco e a óleo. As rodas possuem 12 polegadas e outro destaque é o assento único. Um dos itens de segurança que está presente na Scooter Elétrica PT4 Pro é a luz traseira produzida em LED, alarme e buzina.

Itens atrativos

Segundo a direção da Shineray, a nova Scooter vai trazer novas possibilidades em questão de tecnologia. O que, inclusive, é um dos itens mais atrativos do veículo. Além de ter um design diferenciado, conforto e oferecer uma posição mais elevada para dirigir, o modelo também possui uma maior predisposição a resistir à água.

Leia também:  Moto Honda Elite 125 - preço, ficha técnica

Essa nova mobilidade pode oferecer maior estabilidade e segurança para pilotar em dias chuvosos, em asfalto molhado. Os veículos elétricos conseguem oferecer essa mobilidade nas ruas, e essa será uma das maiores novidades, na nova Shineray PT4 Pro.

O valor sugerido para a venda da Scooter elétrica, é a partir de R$ 13.990, segundo o fabricante. Podendo sofrer alterações de acordo com o mercado atual.

Novo segmento de scooters elétricas

As Scooters acabaram se tornando uma febre em algumas cidades assim que foram lançadas. Além de ser um grande atrativo em questão e modernidade e economia, também fizeram muitos pequenos empreendedores economizarem com entregas, durante a pandemia.

Foi possível ver muitos veículos rodando na cidade, de vários modelos diferentes e isso acabou abrindo portas, para que mais investimento continuasse sendo feito no segmento. Além de serem modernos, são confortáveis e multifuncionais para quem precisa de rodar no perímetro urbano.

Além da economia em não precisar abastecer com combustíveis comuns, a autonomia das Scooters Elétricas comporta muito bem atividades de entregas em cidades de porte médio e pequeno, o que barateia o frete muitas vezes para os empreendedores.

Contudo, uma dúvida muito frequente que surgiu após os lançamentos da Shineray, é se essas motocicletas necessitam de CNH tipo A para pilotar. Acontece que, no caso da PT4 Pro, como potência e velocidade estão bem acima dos limites mínimos estabelecidos por lei, é necessário o emplacamento do veículo, assim como a carteira de habilitação para dirigir.

Não é permitido dirigir esse novo modelo sem ter carteira para ciclomotores, algo que era permitido para os modelos anteriores que tinham velocidade reduzida. A legislação prevê a não-exigência somente abaixo de 350W de potência e 25km/h de velocidade máxima.

Leia também:  Nova Mitsubishi Pajero Sport 2021 - preços


Shineray PT4 Pro


Outros Conteúdos Interessantes



Você gosta de carros e motos e escreve bem? Gostaria de escrever para nosso site e ser remunerado por isso? Então clique aqui e envie seu texto para avaliarmos.

4 Comments


  1. Todo veículo que circular em via pública precisa ser emplacado, não apenas esse modelo, qualquer veiculo, isso está claro no CRB, inclusive lá cita veículos elétricos, outra informação é que não precisa CNH, uma ACC já resolve, já que se trata de um ciclomotor

  2. R$14mil em uma moto elétrica que tem velocidade máxima de 25km e que tem autonomia máxima de 50km?? Brinquedo caro

  3. Pelo que sei está marca oferece apenas 3 meses de garantia em seus produtos. Acho muito pouco tempo, para um produto que chega a 15 mil reais..


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.