MotoE, primeira moto elétrica da Ducati


Marca italiana está prestes a lançar sua primeira moto elétrica.

A Ducati apresentou, recentemente, o projeto MotoE, a primeira motocicleta elétrica da montadora italiana. O protótipo da motocicleta, denominado “V21L”, foi apresentado na cidade de Borgo Panigale, em Bologna, Itália, sede da montadora. A Ducati revelou que o protótipo irá competir na edição 2023 da Copa do Mundo FIM MotoE, da qual a montadora será parceira e, também, única fornecedora das motos que irão para a pista durante as corridas da competição entre 2023 e 2026.


A fabricante italiana destacou, em comunicado, a importância do lançamento de sua primeira moto elétrica, pois, a partir dela, a fabricante poderá seguir experimentado soluções tecnológicas que passarão pelo mundo das corridas e chegarão às ruas. O CEO da montadora italiana, Claudio Domenicali, ao falar sobre o projeto MotoE, destaca a sustentabilidade ambiental como elemento fundamental para o desenvolvimento do projeto MotoE. Segundo Domenicali, a Ducati entende a necessidade de buscar por alternativas sustentáveis e, por isso, a montadora se desafia a projetar motocicletas objetivando a redução ao máximo das emissões de CO2, sem perder a potência característica dos modelos de corridas.


O protótipo V21L pesa, segundo a Ducati, 225 kg, e adota um visual clássico dos modelos da fabricante italiana, sendo envolto, ainda, em fibra de carbono. Destaque, claro, para o motor elétrico equipado com bateria de 18 kWh, conjunto capaz de fazer a motocicleta alcançar 150 cv de potência e torque de 140 Nm. No circuito de Mugello, também na Itália, o projeto MotoE atingiu os 275 km/h de velocidade máxima.


A Ducati também detalhou algumas informações sobre a bateria do projeto MotoE: a bateria pesa 110 kg, quase metade do peso total do modelo, e conta com 18 kWh, conforme já dito. Dentro dela existem 1.152 células cilíndricas “21700” e, na cauda da motocicleta, há uma tomada de carregamento de 20 kW integrada. O motor, por sua vez, pesa 21 kg e tem velocidade máxima de rotação de 18.000 rotações por minuto. O inversor do projeto MotoE pesa 5 kg, e deriva de um modelo de alto desempenho próprio das motocicletas elétricas usadas no automobilismo. Todo esse conjunto baseia-se em uma tensão de 800 V projetada a fim de potencializar o trem de força elétrico e, a partir dele, o desempenho do modelo.


Leia também:  Marussia B1 e B2 - Novos Carros Superesportivos

O sistema de refrigeração do motor da Ducati MotoE também merece destaque. Os componentes da MotoE são resfriados por um sistema líquido, eficiente e sofisticado, projetado especialmente para se adaptar às distintas temperaturas da bateria e do motor. Dessa forma, o sistema da motocicleta consegue se manter em temperatura regular, o que garante um desempenho consistente e, melhor ainda, faz com que a motocicleta tenha um tempo de carregamento menor, isso porque, em razão do sistema de resfriamento mais eficiente, não há necessidade de esperar a bateria esfriar para começar a recarregá-la. Dessa forma, assim que parar, é possível começar a recarregar a motocicleta. Segundo a Ducati, é possível carregar até 80% da bateria em apenas 45 minutos.

A bateria está envolta por uma caixa de fibra de carbono e, dessa forma, atua como parte do chassi, assim como o motor, que está em um quadro frontal todo em alumínio, e pesa em torno de 3,7 kg. A traseira do modelo, por sua vez, é composta por um braço oscilante de alumínio, com peso de 4,8 kg. O subquadro traseiro é projetado em fibra de carbono, e integra o assento do piloto e a cauda.

O sistema de freios da Ducati MotoE é composto por um disco duplo de aço 338,5 mm de diâmetro na dianteira, e na traseira uma pinça P34 atuando juntamente em uma unidade de disco único de 220 mm de diâmetro.

A Ducati percebe o projeto MotoE e a oportunidade de fornecer modelos para a Copa do Mundo FIM MotoE como um passo fundamental para investir em tecnologias inovadoras e seguir estudando novas formas de criar soluções tecnológicas para futuros modelos elétricos.

Ansiosos para ver o projeto MotoE nas pistas? 2023 é logo ali.

Leia também:  Como Transportar Cachorro no Carro Sem Infringir a Lei


Ducati MotoE


Outros Conteúdos Interessantes



Você gosta de carros e motos e escreve bem? Gostaria de escrever para nosso site e ser remunerado por isso? Então clique aqui e envie seu texto para avaliarmos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.