Nova moto Dafra NH 300 2023 – rival de Yamaha Lander 250 e Honda XRE 300

Nova moto da brasileira Dafra vem para concorrer no difícil mercado de motos brasileiro.

Yamaha Lander 250 e Honda XRE 300 ganharão uma concorrente em 2023: trata-se da nova moto Dafra NH 300, modelo que foi apresentado pela montadora brasileira durante o Festival Interlagos 2022 e que, embora ainda seja um protótipo, é prometida para o mercado brasileiro em 2023.

A moto está sendo desenvolvida em parceria com a taiwanesa SYM e tem uma pegada mais aventureira, mais fora-de-estrada. A montadora taiwanesa, inclusive, já revende essa moto em outros mercados, inclusive na Europa, com o nome de SYM NH T300.

Com a marca Dafra, sua produção, contudo, será nacional, na planta da empresa na Zona Franca de Manaus.

Com isso, a Dafra promete uma nova moto para se juntar aos seus seis modelos já existentes e se propõe como uma concorrente importante num mercado ainda dominado pelas duas grandes fabricantes japonesas, a Honda e a Yamaha. Para encarar a concorrência, a moto brasileira vem com motor de 278 cilindradas refrigerado a água, capaz de gerar 25cv e 2,4kgfm de torque. São números muito próximos da Honda XRE 300, cujo motor tem 292 cilindradas e gera 2,7kgfm de torque, gerando os mesmos 25cv.

O câmbio é de 6 marchas, a moto vem com freios ABS nas duas rodas e um tanque com capacidade para 11 litros.

O design da Dafra NH 300 segue o estilo já consagrado por sua irmã menor, a NH 190. Um bom observador, contudo, vai notar uma pegada um pouco mais esportiva. Luzes full LED e painel digital em LCD com carregador USB completam o conjunto.

Na frente, as rodas serão de 19 polegadas, contra 17 na traseira. Ou seja, mesmas rodas já presentes na NH 190. Embora sejam menores que as da Honda XRE 300 (21 polegadas na frente e 18 na traseira), seu aspecto não é muito diferente, nem interfere na pilotagem geral da moto.

Leia também:  Audi - Alguns veículos não pagarão impostos para importação

O preço esperado pela moto é em torno de R$ 20 mil, acima da faixa de R$ 16 mil em que é vendida a NH 190 e mais ou menos em linha com os valores praticados pelas montadoras japonesas com Honda XE300 e Yamaha Lander 250.

Mercado

Com lançamentos previstos para 2023, como a própria NH 300 e a Apache 160, a Dafra oferece uma linha de motos similar às concorrentes líderes de mercado. A Dafra, iniciada em 2007, ainda tenta se firmar no mercado, figurando apenas em 9º lugar entre as marcas mais vendidas do país, ficando atrás, até mesmo, de marcas premium de altíssimo valor, como BMW (4ª) e Kawasaki (6ª).

Em motos, a Honda tem uma larga vantagem, com um domínio absoluto de 75% do mercado em 2022. São quase 400 mil unidades vendidas, contra menos de 90 mil da segunda colocada, a Yamaha, que tem quase 17%. Ou seja, as marcas japonesas, juntas, vendem 92% de todas as motos comercializadas no Brasil.

A Shineray, já há algum tempo no mercado brasileiro, segue isolada na terceira colocação, com pouco menos de 9 mil unidades vendidas, mas apenas 1,7% do mercado. A BMW é a quarta colocada, com 0,86% do mercado; a Royal Enfield é a quinta, com 0,72%; a Kawasaki é a sexta, com 0,69%; a Avelloz é a sétima, com 0,62%; a Haojue é a oitava, com 0,55%. E então aparece a Dafra, com 0,49%.

A Dafra ainda não conseguiu emplacar um modelo seu entre os 10 mais vendidos de qualquer segmento (City, Custom, Trail/Fun, Maxtrail, Naked/Roadster, Scooter/Cub, Sport ou Touring). Para reverter isso, a empresa tem ampliado seu número de concessionárias e já se encontra presente na maioria das capitais e grandes cidades do Brasil. Sendo do Grupo Itavema, um grande grupo de concessionárias de carros presentes na maior parte do Brasil, a empresa tem larga experiência na área.

Leia também:  Uso de Farol Baixo na Estrada será Obrigatório de Dia

Dafra NH 300

Outros Conteúdos Interessantes

1 Comment

  1. Espero que essa moto chegue mesmo já possuí uma Dafra Kansas 150 e gostei muito hj tenho uma Lander 250 e se a 300 da Dafra chegar eu vou pra 300

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.