Carro usado ou novo? 95% dos brasileiros preferem usado em 2022, segundo iCarros

Segundo pesquisa do portal iCarros, 95% dos brasileiros prefere comprar um carro usado a um novo. Entenda os números.

A pesquisa do iCarros

Pesquisa realizada recentemente pelo iCarros, portal de classificados do grupo Itaú, revela que 95% das pessoas que acessam aquele site preferem comprar um carro usado, no lugar de um novo.

A pesquisa envolveu cerca de 50 mil usuários da plataforma, o que é um bom número. Ressalve-se, porém, que o portal iCarros é especializado em carros usados, o que pode causar um certo desvio nos números em favor deste perfil.

Mesmo assim, é um resultado expressivo e que bate com números da Fenabrave, que revelam mais de 720 mil transferências de carros usados no mês de maio de 2022, contra 174.814 carros novos vendidos no mesmo mês. Ou seja, carros novos representam cerca de 25% das vendas no mercado.

De qualquer forma, os carros novos estão mesmo muito caros e já não há modelos populares disponíveis à venda, na prática. Se pegarmos o exemplo do Chevrolet Onix, que tem as versões hatch e sedan mais baratas da montadora, já vemos carros com seis airbags, kit multimídia, câmera de ré, opção de câmbio automático e até mesmo alerta de ponto cego nas versões mais equipadas. Ou seja, são itens que somente veículos premium tinham há não muitos anos atrás.

Segundo a pesquisa, 61% do público julga que maior conforto seria um fator que as motivaria em adquirir um carro novo. Carros novos também costumam contar com condições de financiamento melhores, com taxas mais baixas e prazos mais longos, o que seria um fator determinante para 46% do público.

Leia também:  Isenção do IPVA 2021

Porém, 55% do público respondeu que o preço acaba sendo um fator de maior preponderância e que prefeririam um usado por conta disso. Uma demonstração do quanto esse fator afeta a decisão está no preço buscado pelos clientes, já que 71% consideram desembolsar até R$ 40 mil por um carro. No portal, 58% do público já possui um carro e está disposto a trocá-lo.

Quanto ao tipo de carro buscado, SUVs podem estar na moda e figurar constantemente entre os carros novos mais vendidos, assim como as picapes. Mas entre os compradores de carros usados, ainda são os sedans (36% das buscas) e os hatches (19%), que contam com a preferência do público.

Os dados da Fenabrave mostram, no entanto, que a maior parte do público acaba mesmo é adquirindo um hatch. VW Gol (63.500 unidades vendidas), Fiat Palio (38.333), Fiat Uno (36.814), Fiat Strada (25.232) e Chevrolet Onix (22.339) são os usados mais vendidos. Destes, só o Onix tem uma versão sedan, a Plus, e nós vamos ver o Corolla, em 7º lugar (19.602 unidades) como o sedan usado mais vendido.

Condições de mercado

Nós, do CarroBonito.com, temos acompanhado as condições de mercado e percebido uma clara mudança no perfil do consumidor. Em primeiro lugar, temos visto uma acentuada queda na venda de carros novos em relação a 2019, por exemplo, da ordem de 25%. Concomitantemente, a venda de motos aumentou 36% em igual período, o que indica que o brasileiro está migrando do carro para a moto.

Uma decisão muito racional, haja vista que os carros e o combustível estão custando cada vez mais caro e expulsando boa parte da população do sonho de ter um carro.

Leia também:  Chevrolet Camaro Dusk Edition - Kit de acessórios chega nos Estados Unidos

Não bastasse isso, vemos modelos muito vendidos anteriormente, campeões de preferência do consumidor, como Toyota Corolla e Honda Civic, com preços acima dos R$ 150 mil, patamar difícil de bancar até mesmo para a classe média alta. O Civic, por sinal, até deixou de ser fabricado no Brasil e sua versão 2023, foi anunciada em uma única versão que, embora não tenha tido seu preço confirmado, pode-se afirmar com muita convicção de que será superior a R$ 200 mil.

Carro de presente

Imagem: Marco Verch

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.