Nissan Z 2023: o esportivo com motor V6 turbocharged e 400 cavalos


Nissan Z 2023: esportivo equipado com potente motor biturbo V6 alcança incríveis 400 cv de potência, porém ainda parece longe do Brasil; saiba mais sobre o Z 2023.

Nos últimos anos, os carros esportivos a combustão não têm alcançado bons números de vendas no mercado mundial de automóveis, que vem sendo dominando especialmente pelos SUVs e pelos carros elétricos, que têm crescido consideravelmente e cada vez mais os vemos trafegando por aí. Para termos apenas uma breve ideia do baixo número de vendas dos esportivos, em 2020, um péssimo ano para o mercado de automóveis, o 370Z, também da Nissan, emplacou apenas 2.000 unidades, número que equivale a apenas 1% das unidades vendidas do SUV Nissan Rogue no ano de 2020.


Esses números deixam claro que o segmento dos carros esportivos tem enfrentado maus momentos e, até por isso, alguns especialistas questionam a decisão da Nissan de lançar a versão 2023 do Z.


Contudo, o Z já é um clássico da montadora e carrega consigo toda a tradição e esportivos da Nissan. A versão 2023 do Z se utiliza da plataforma antiga do 370Z, porém se apresenta de modo consideravelmente melhor que seu antecessor e vamos explicar o porquê. O segredo está no motor: o 370Z contava com um motor V6 2.7, que entregava 332 cv de potência e torque de 37,1 kgfm, enquanto o Z 2023 possui agora um V6 3.0 biturbo, que alcança incríveis 400 cavalos de potência e torque de 48,4 kgfm.


Esse conjunto dá ao Z 2023 muito mais força e a possibilidade de ser mais rápido que o 370Z, entregando inclusive uma resposta muito mais rápida do acelerador. Sites especializados que rodaram com o Nissan Z 2023 especulam que o carro vá de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos, o que comprovaria a boa capacidade de aceleração do esportivo.


A velocidade do Z se dá apesar do peso que o modelo ganhou em virtude da presença de subchassis traseiros e dianteiros, reforçando a estrutura levemente mais rígida da versão 2023 do Z. Essas mudanças fizeram com que o esportivo pesasse cerca de 20 kg a mais que o 370Z, mesmo na versão considerada mais leve, denominada Sport 6MT, que pesa 1.581 kg. A versão Performance do Z pesa um pouco mais, alcançando os 1.633 kg, em virtude também do câmbio automático de nove marchas. As opções de entrada contam com câmbio manual de seis marchas.

A realização de curvas, considerando a boa potência do carro, foram especialmente lembradas pelos engenheiros que projetaram o modelo. A suspensão dianteira teve sua geometria revisada, com o objetivo de tornar mais estável o carro. As rodas ganharam amortecedores monotubos, visando minimizar o trepidar em superfícies irregulares. Os pneus também são mais largos, garantindo mais aderência ao solo. Durante os testes realizados por sites especializados o Z foi muito eficiente na realização de curvas, garantindo bom equilíbrio, embora durante as rápidas transições no trajeto o modelo tenha mostrado alguma dificuldade.

Em trajetos nos quais há elevação, o carro respondeu bem, e praticamente ignorou o peso extra ao apresentar a boa performance. Frenagens e direção em estradas mais irregulares também se apresentaram de modo satisfatório, especialmente porque o carro conta com modos de condução distintos, o Normal, que apresenta um bom equilíbrio e suavidade, ideal para usar durante o dia, e o modo Sport, um pouco mais rápido.

No design interior, o carro apresenta algumas questões que poderiam ser corrigidas, especialmente a estrutura dos bancos, que dificulta para quem pretende dirigir usando capacete, além de não possuir suporte especial para as pernas. A espuma dos bancos também não é das mais confortáveis.

Na parte de tecnologia, o esportivo ganhou uma tela multimídia com 9 polegadas (22,86 centímetros) na versão topo de linha, a Performance, enquanto as demais tem tela de 8 polegadas (20,32 centímetros). O painel de instrumentos é digital, com tela de 12,3 polegadas (31,24 centímetros). A segurança do Z também impressiona: o esportivo conta com frenagem de emergência automática, piloto automático e assistente de permanência em faixa.

Com relação aos valores, a versão de entrada do Z pode ser adquirida nos EUA por valores a partir de US$ 39.990, enquanto a versão Performance, topo de linha, custa a partir de US$ 49.990. Como dissemos, não temos nenhuma previsão sobre a presença do Z 2023 no Brasil, porém, vai que a Nissan resolve trazer seu esportivo para cá…



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.