Mercedes A200 Sedan Advance 2022 – o Mercedes mais barato no Brasil


Partindo de pouco menos de 300 mil reais, não é um carro barato, mas é o Mercedes mais barato do Brasil. Conheça.

O modelo Mercedes A 200 Sedan Advance (2022) é o modelo da marca mais barato no mercado brasileiro. Nas linhas abaixo, o leitor poderá conferir por que se trata do automóvel de menor custo, ofertado nas concessionárias pela marca da estrela.


No Brasil

É importante destacar que a atual versão atual da linha Mercedes Benz Classe A, 2022 aportou em nosso país no ano de 2019 dentro de uma boa estratégia de renovação deste modelo e seguir nessa boa sequência de lançamentos no mercado internacional.


A linha Classe A engrenou nas vendas e estabeleceu-se como o principal fator de novo crescimento da companhia, nos últimos anos, por ser um automóvel atraente e muito mais acessível, sobretudo pelo seu grande apelo aos clientes mais jovens. No entanto, após a crise pandêmica, acabou se encarecendo e ficando restrito a um público de maior renda.


Vale a pena conferir a ficha técnica e de itens dessa série.

O Mercedes Benz na linha A 200 Sedan Advance consiste em um carro bastante completo, saído da indústria:


Diferentemente das outras linhas, A 200 Sedan Advance, comercializado na faixa de 292.900 reais, segue equipado com a mesma tecnologia das versões mais caras, mas com alguns itens mais simplificados para “baratear” o carro. Por exemplo, o motor 1.3 turbo, que compartilha com a GLB (o SUV mais barato da marca) e, pasme, com Renault Duster e Captur, com uma configuração onde gera 163cv, equipado de câmbio montado em dupla embreagem e sete marchas.

Na tecnologia, contudo, é um carro comleto. Equipado do recurso MBUX, do sistema multimídia fabricado pela Mercedes, que opera via comandos de voz, carregador de celular por indução e tudo que um cliente da marca pode esperar. Embora o valor ainda pareça alto, basta conferir o portfólio clássico da linha para conferir os valores padrão.

Vem com um bom pacote de estacionamento, modo autônomo; alerta de saída de faixa e frenagem autônoma; recurso anti-furto; roda com um conjunto de pneus runflat; conjunto de bancos que funcionam por ajuste elétrico, suplementados de regulagem para conforto, automática; lente de câmera na traseira; banco ao lado do motorista também possui ajuste elétrico; sistema de assistente ativo para efetuar frenagem via memória; conjunto de airbag exclusivo para os joelhos do motorista; sensor para dias de chuva; teto elétrico tipo panorâmico; direção com shift paddles; função do controle de cruzeiro acrescido do dispositivo limitador da velocidade; suspensão tipo comfort; alarme para monitoramento interno, entre outros.

Um carro popular na Europa

A linha Classe A, geração 2022, está sendo o segundo automóvel de maior vendagem no mercado europeu, registrando mais de 120.000 unidades ao ano. Este carro há décadas é verdadeiro equivalente de tecnologia e de esportividade entre as linhas produzidas pela marca alemã.

Entretanto, embora famoso no velho continente, começou a ganhar bastante fama em nosso país assim que nosso mercado foi agraciado com as mais recentes gerações do modelo. Antes desse período, quando as versões só eram produzidas na unidade fabril de Juiz de Fora (Minas Gerais), não havia a mesma aceitação da linha entre os consumidores brasileiros, o sedan era apenas mais um modelo entre tantos mais caros.

Depois de ter passado por alterações e ser transformado em um bom e barato hatch, acrescido das mais recentes inovações angariadas pela Mercedes, essa história mudou radicalmente. E essa vantagem tem tudo para intensificar-se, dado que a quarta geração do Classe A está muito bem equipada, é mais barata, e foi exibida na Europa, no anual e clássico evento do Salão de Genebra.

Uma linha de veículos que passou a ser vendida por valores mais acessíveis, portando itens de série das top de linha mais caras, mas mantendo sua atual identidade visual, padrão da marca, novos acessórios e equipamentos. As versões chegaram ao mercado equipadas de motores mais potentes e eficientes, abrangendo uma alternativa de propulsão a diesel que entre desempenho a partir de 118 CV, lá na Europa.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.