Ford Very Gay Ranger Raptor: lataria com arco-íris e glitter


Recentemente, a Ford apresentou ao mundo a Very Gay (em tradução livre, muito gay), uma versão especial da Range Raptor.

Ela foi baseada na segunda geração do carro e o modelo em questão possui as cores do arco-íris. Este carro apareceu pela primeira vez no Goodwood Festival of Speed e teve como objetivo demonstrar o seu apoio à comunidade LGBTQIA+ com a estreia do modelo na Europa.


É interessante ressaltar que este modelo foi criado pela marca como uma resposta a um comentário negativo feito nas redes sociais ainda em 2021. Assim como o seu antecessor, o Very Gay possui uma pintura multicolorida e também uma traseira com glitter, complementando o estilo robusto do Ranger Raptor.


Em termos de motorização, é interessante destacar que o carro conta com o motor EcoBoost V6 de 3,0 litros. Ele é bi turbo e capaz de produzir 284 cavalos de potência, assim como 491 nm de torque. Esses valores são relativos à versão europeia do veículo e não se tem dados sobre a picape vendida em outras partes do mundo.


O Very Gay e o modelo padrão da Ford Ranger Raptor enfrentaram a pista off road de Greendwood com o objetivo de mostrar as suas credenciais.


Sobre o comentário que motivou a criação do carro, é interessante destacar que ele foi feito depois que a Ford da Alemanha apresentou uma nova cor na cartela tradicional da Ranger Raptor, o Performance Blue. Rapidamente ela colheu elogios dos usuários das redes sociais, mas um comentário feito no Instagram possuía teor homofóbico e apontava o carro como “very gay”. Então, a empresa decidiu responder à altura.

Desse modo, a picape com as cores do arco-íris e glitter foi pensada exatamente porque o comentário foi algo paralisante e inesperado para a Ford. Então, aproveitando a realização da Parada do Orgulho LGBTQIA+, a empresa decidiu demonstrar o seu apoio à comunidade com o lançamento deste carro.

Ainda na ocasião, a montadora também aproveitou para apresentar em Berlim uma versão arco-íris do Ford Ka, que seguiu o mesmo estilo da picape. De acordo com a marca, chamar o tom de azul da Ranger de “muito gay” foi encarado como um elogio, de modo que ela decidiu ser ainda mais “gay” para mostrar que não se importa com este tipo de atitude e apoia comunidade.

De acordo com sites especializados em veículos automotivos, a transformação da Ranger Raptor em arco-íris levou, em média, 60 horas para ser concluída. Entretanto, a maior parte deste tempo foi gasta para conseguir envolver o carro em papel alumínio brilhante.

É interessante ressaltar que este apoio da Ford à comunidade LGBTQIA+ não é nada pontual e não aconteceu apenas dessa vez. A marca tem um histórico de tomar atitudes semelhantes. Ao encontro do que foi destacado, é possível citar uma ocasião que aconteceu ainda no ano de 1998.

Na data em questão, a empresa chegou a fazer algo similar ao envelopar por completo um Ford Ka com as cores do arco íris para marcar presença na parada do orgulho LGBTQIA+ alemã.

Além da Raptor e do Ford Ka, outro modelo que ganhou envelopamento parecido com o Bronco, ainda em 2021. Na ocasião citada, ele foi pintado com as cores do arco-íris na sua carroceria e teve a traseira adesivada com um material bastante semelhante ao glitter. A versão em questão recebeu o nome de Pride e apresentada na parada daquele ano, mas na cidade de Memphis, localizada no Tenessee.

Este modelo chegou a fazer uma turnê pelos Estados Unidos nessa época para apoiar a causa. Ela se estendeu ao longo de todo aquele ano e, segundo Bill Peters, a escolha do Bronco aconteceu devido à sua força e valentia.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.