Ferrari terá 80% de sua frota híbrida ou elétrica até 2030


Ferrari, famosa por seus esportivos, vai abandonando o motor a combustão e adotando o elétrico.

Um anúncio recente da Ferrari gerou muitas expectativas nos fãs da marca. Isso, pois de acordo com o que foi divulgado, a empresa tem planos de aumentar a oferta de seus carros esportivos elétricos e também os híbridos.


A meta atual que foi estipulada pela empresa italiana é de que 80% dos seus modelos sejam eletrificados até 2030. Em um anúncio recente, o CEO da empresa, Benedetto Vigna chegou a mencionar que o primeiro veículo da marca que será totalmente elétrico está sendo preparado a ideia é que ele seja apresentado no ano de 2025, com as entregas então sendo feitas no ano seguinte.


No presente momento, apenas quatro modelos que fazem parte do catálogo da marca, ou cerca de 20%, são híbridos. O primeiro que foi produzido pela empresa foi a edição limitada LaFerrari, que teve o seu lançamento em 2013. Para o seu desenvolvimento, o modelo contou com uma tecnologia utilizada e testada pela Fórmula 1.


O CEO também declarou recentemente que esta movimentação que está sendo feita pela empresa agora é necessária, e uma estratégia que será preciso para que os seus modelos sejam readequados às condições de mercado. Portanto, o processo de eletrificação dos modelos produzidos pela Ferrari, como foi mencionado por Vigna, é uma forma de entender que o motor elétrico, agora, além de estar de acordo com os regulamentos de emissões, também fará com que seus modelos sejam mais potentes e contem com um desempenho muito mais favorável.


E assim, diante do projeto ambicioso da marca de tornar o seu catálogo cada vez mais eletrificado, com modelos tanto híbridos como também os que serão totalmente elétricos, ela tem investido em outro segmento muito diferente dos seus modelos atuais também. Assim, os processos para expansão de catálogo também estão sendo feitos com a criação de um modelo SUV que chegará em breve no mercado.

A montadora italiana está nas fases finais do desenvolvimento do seu primeiro SUV, o Purosangue, que chegará em breve. O modelo será uma grande aposta no segmento e tem gerado muitos comentários no mundo dos aficionados por carros. Com a revelação, muitas expectativas foram geradas, e a marca cada vez mais se destaca pela sua inovação e visão do futuro no mercado dos automóveis. O Purosangue, de acordo com o que foi divulgado, está previsto para ser lançado em setembro deste ano, quando todos poderão conhecer um pouco mais de suas configurações, que já foram adiantadas pela montadora há algum tempo.

Com estes novos lançamentos previstos, a marca destacou que tem esperado que haja um aumento em seu catálogo de pelo menos 15 novos carros produzidos entre os anos de 2023 e 2026, que incluirá os modelos que estão sendo comentados agora, os elétricos e híbridos. Portanto, muitas novidades ainda serão divulgadas pela Ferrari em breve, com atualizações a respeito do desenvolvimento dos novos modelos.

O planejamento que foi divulgado pela marca neste momento, e apresentado ao público, apontou que em 2026 a montadora espera estar com 60% de sua linha já eletrificada. Deste número, ela deseja que 5% dos carros sejam elétricos e outros 55% sejam híbridos. Também foi reforçado no planejamento em questão o alto número divulgado, dos 80% de carros eletrificados, onde a empresa espera que em 2030 consiga conta com um catálogo onde 20% dos modelos serão com motores a gasolina enquanto outros 40% serão com elétricos, e por fim, 40% híbridos. Os detalhes em questão todos foram divulgados em uma conferência, onde também foi comentado a respeito do novo SUV que está vindo ainda neste ano.

Na imagem, Ferrari LaFerrari, de 2013, primeiro híbrido da marca:



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.