Novo Caoa Chery Omoda 5 SUV coupé 2023 no Brasil? Já está homologado.


Caoa Chery Omoda 5 já está à venda na China (onde se chama Ou Mengda). Veículo foi visto em testes no Brasil e já está homologado no país.

Entre as marcas que mais têm crescido em vendas de carros no país está a Caoa Chery que, ao que tudo indica, já prepara o seu mais novo lançamento para o mercado nacional, o Chery Omoda 5 – fabricado na China, onde recebeu o nome de Ou Mengda, e que já está homologado no Brasil. Além disso, o modelo também já foi visto em testes por aqui.


Ano passado, o SUV foi apresentado no Salão do Automóvel em Guangzhou. Por lá, foi uma das grandes novidades. Produzido na cidade chinesa de Wuhu, o carro custa entre 110 mil e 150 mil yuans (R$ 80 mil a R$ 110 mil). Fique por dentro de alguns detalhes sobre a nova promessa da Chery.


Chery Omoda 5

O modelo, um SUV coupé médio, recebeu um design bastante ousado, iniciando pela dianteira que conta com uma grade frontal – acessório que se destaca por ser bem grande. Os faróis e as luzes de condução diurna também ganham destaques, pois dessa vez estão em lugares diferentes.


Uma barra preta, que traz o logotipo, separa as lanternas. Sobre as dimensões do Chery Omoda, os dados da fabricante informam 1,58 m de altura, 1,83 m de largura e 4,40 m de comprimento, além de 2.630 mm de entre-eixos. Em um comparativo, o entre-eixos possui o mesmo tamanho do Tiggo 5X Pro.


Interior

Além de receber a nova identidade visual da marca chinesa, denominada como “Art in Motion”, o ambiente interno foi desenhado para oferecer bastante espaço a todos presentes no veículo, além de ser muito bem equipado. Por dentro, logo de cara, se deparamos com a central de multimídia com tela de 12,3 polegadas.

Ela suporta ferramentas de alta tecnologia. Entre esses sistemas encontrados na central podemos citar a conectividade Baidu CarLife e Huawei HiCar, além de compartilhar informações com Apple CarPlay e Android Auto. Quem também está presente e possui as mesmas polegadas é nada mais que o painel de instrumento digital.

Mecânica

Na China, o motor da máquina é 1.6 turbo (1.6 TGDDI) de 4 cilindros. Ele rende até 197 cv, em 290 Nm de torque máximo. Chega ao mercado acoplado com uma transmissão de dupla embreagem, proporcionando até sete velocidades.

O que chama atenção é que aqui no Brasil podemos ver essa configuração no Tiggo 7 Pro e no Tiggo 8 (não o Pro). A Chery fez o lançamento recente, neste mês de junho, de sua linha 2023, toda híbrida, mas o Ou Mengda, o Omoda 5 chinês, conta somente com o motor a combustão.

E quando o Chery Omoda 5 chega no Brasil?

Se ele chegar por aqui, o círculo de amizade será extenso. O carro da Caoa Chery fará companhia ao Tiggo 5X Pro Hybrid, Arrizo 6 Pro Hybrid, Arrizo 6 Pro Hybrid e Tiggo 8 Pro Hybrid. Fica a dúvida se ganhará uma alternativa híbrida como seus irmãos, inclusive trocando o motor pelo que já equipa os demais Chery.

O Omoda 5 não chega a ter um concorrente SUV coupé direto, no Brasil, com seu porte. Os que mais se aproximam são o VW Nivus, que é um carro menor, compacto e o BMW X4, que é maior. O Fiat Fastback, já anunciado, tende a ser seu grande concorrente.

O Omoda 5 oferece o visual bem diferente, que inclui um acabamento interno com toques de refinamento e a ampla grade tipo “infinita”.

Preço esperado

No mercado, estimamos que o modelo deva ser vendido a partir de R$ 170 mil, mesma faixa de preço do Tiggo 5X Pro Hybrid. Talvez menos se vier uma versão não-híbrida.

Só para recordar, o Tiggo 3x era o único veículo da marca vendido abaixo dos R$ 120 mil. Com a interrupção da fábrica de Jacareí, no estado paulista, o modelo deixou de ser fabricado com efeito imediato. Hoje, o carro mais barato da marca é o recém lançado Icar EQ1, um elétrico que custa pouco menos de R$ 140 mil.


Imagens: Car News China


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.