Novo furgão Fiat Scudo 2023 – preço, motor e potência esperados


Fiat lançará o novo Scudo, um furgão semelhante ao Citröen Jumpy e o Peugeot Expert.

Dia 23 de junho está chegando, dia da estréia do novo utilitário furgão da Fiat aqui no Brasil. A empresa italiana divulgou que a versão que será disponibilizada aqui no Brasil, terá o motor movido à diesel, mas, "lá fora", ele também é elétrico, estamos falando do "Scudo".


Comercialmente falando, o Scudo está entre os modelos Fiorino e Ducato, chamado por muitos, como um sucessor do Doblô. Originalmente falando, e sendo comparado à um irmão, ele terá basicamente a mesma carroceria do Citroën Jumpy e do Peugeot Expert, tendo apenas algumas alterações, mas oficialmente, não foi encontrado uma ficha técnica garantindo as devidas mudanças.


No começo deste ano, mês de março de 2.022, alguns sites divulgaram que o Scudo foi flagrado nas ruas, com as características do Expert, fazendo os testes finais para o seu lançamento. Segundo essas informações o Scudo teria a mesma carroceria dos "brothers", idênticos na traseira, nas laterais, no capô e nos para-lamas. A mudança ficou por conta das características do modelo, dando ênfase aos faróis, para-choque e a grade, onde esta, em forma de colméia, levará em destaque o logo da Fiat.


As fotos reveladas como sendo o Scudo, mesmo com o símbolo da Peugeot, mostram um furgão totalmente fechado, mas ele também virá como um carro para transporte de passageiros e também na versão "vitré", termo utilizado para veículos fechados e que foram adaptados com vidros, palavra "janela" em francês.


Quanto ao motor, segundo as informações que foram divulgadas, é o mesmo dos modelos franceses, 1.5 Turbo diesel, com potência até 120 cv a 3.500 rpm e com um torque, a 1.750 rpm, de 30,6 kgfm.

O furgão deverá vir com o sistema chamado de AdBlue, atendendo as normas que se refere à emissão de poluentes, e o tanque para o armazenamento deste fluído terá a capacidade de 18,7 litros. Este composto à base de ureia reduz bastante a emissão de gases na atmosfera.

Não temos toda a certeza quanto ao Fiat Scudo vir com as condições mencionadas acima, e muito menos o seu valor de mercado, mas também se comparando aos irmãos, o seu valor deve ficar por volta dos R$ 190.000,000 (cento e noventa mil reais).

A marca Fiat tem como uma das tradições, colocar o nome dos seus veículos, igual aos usados em moedas antigas. Com o "Scudo" não foi diferente, desta vez, a marca fez referência ao valor utilizado, durante muitos anos, em Portugal.

Esse tipo de adoção de nomes já foi feito antes e começou em 1.977 com o lançamento da Fiorino. Essa moeda, que significa "florim de ouro" ou, originalmente, "fiorino d'oro". Este valor monetário foi usado na cidade de Florença entre os anos de 1.252 e 1.533. Ela foi uma unidade monetária continental, sendo a primeira moeda a ser "cunhada" na Europa, em ouro.

Morengo é outro exemplo desta tradição, a perua 131 da Fiat foi o segundo modelo e levar o nome de uma moeda, desta vez, francesa. Informações mostraram que a moeda levava 5,807 gramas de ouro e foram confeccionadas para comemorar as batalhas vencidas por Napoleão Bonaparte. Este nome também foi utilizado pela Fiat nas versões das peruas Regata, Marea e Tempra.

Ducato teve o seu lançamento em 1.981 e o seu nome se referiu a uma moeda que foi utilizada, na era medieval, em Veneza. Penny é uma moeda de menor valor nos países de língua inglesa, que foi utilizado para se referir a perua Elba, na Europa, que foi lançado em 1.987. O Doblô é outro carro que teve o seu nome batizado por uma moeda, aqui espanhola, e na Itália era chamada de "dobrone", o desejo dos piratas.

E por falar de "desejo", vamos ficar na expectativa do Scudo chegar até as concessionárias, aqui no Brasil. Isso acontecendo, faça uma visita até uma loja mais próxima, confira todos os detalhes que a montadora ainda oculta e boa viagem!

Por Fernando Dias



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.