Mitsubishi ASX 2023: híbrido pode chegar a 160 cavalos


A grande expectativa sobre a nova Mitsubishi ASX 2023 no mercado automobilístico toma conta de todos, pois o modelo terá conjunto híbrido e pode chegar a 160 cavalos. Na Europa, a nova geração do crossover ASX já tem data para desembarcar.

Se tudo ocorrer como esperado, o veículo dará dor de cabeça para as concorrentes. Programada para entrar em terra europeia no início de 2023, a Mitsubishi adianta detalhes dos inéditos conjuntos mecânicos. Vamos conhecer mais sobre o modelo!


Mitsubishi ASX 2023

Como nos primeiros teasers já divulgados pela marca, o que chamou mais atenção foram as opções híbridas. De acordo com o fabricante, o conjunto híbrido ganhará detalhes das mesmas tecnologias utilizadas nos veículos eletrificados da Renault.


O conjunto que ganha o nome de PHEV colocará à disposição um motor 1.6. Uma curiosidade sobre o PHEV é que no caso dos franceses ele passa a ser chamado de E-Tech O motor 1.6 será aspirado a gasolina, onde o propulsor elétrico dessa versão atingirá ao todo 147 cv.


Outro fator é que uma versão mais potente estará disponível, onde a Mitsubishi ASX 2023 terá uma potência de 162 cv. Para isso, contará com dois motores elétricos. A bateria, que promete alcance ampliado, terá carga de 10,5 kWh. A promessa deve ser concretizada de forma elétrica.


Motores tradicionais

Desenhado também para atender outros públicos, o automóvel terá ofertas para os motores tradicionais. Segundo a montadora, as versões mais baratas contarão com 3 cilindros, além de um propulsor 1.0 turbo. Essa, terá um câmbio manual de 6 marchas e a potência do motor pode atingir até 92 cv.

No que lhe concerne, a versão com 142 cv contará com um 1.3 turbo, onde o câmbio será manual. Também tem a versão de 160 cv, com transmissão automatizada, garantindo sete marchas. Ela disponibiliza também a dupla embreagem. Por fim, os modelos poderão ser encontrados em turbodiesel.

Design ASX 2023

Como a empresa aderiu uma nova filosofia, o novo design da Mitsubishi trará partes dessa identidade. Veja:

Dianteira: o logotipo ficará bem destacado e a dianteira trará faróis em LED. Esses acessórios terão detalhes internos parcelados.

Capô: o formato das caixas-de-roda será bem arredondado, assim também seguirá o capô do veículo.

Porta-malas: na área traseira, além do nome escrito por extenso, a tampa do porta-malas ganhou traços bem atraentes. Além disso, o caimento do teto apresenta uma carroceria no estilo cupê.

Mercado europeu e brasileiro

A estratégia da marca é entrar no mercado europeu para ser concorrente direto de modelos já renomados. São eles:

  • Volkswagen T-Cross;
  • Opel Mokka;
  • Peugeot 2008;
  • Jeep Renegade;
  • Renault Captur.

Esse último, o automóvel deverá atuar na mesma plataforma e irá compartilhar a motorização. A responsável pela produção será a Renault, que tem uma das melhores fábricas na Espanha.

Já no cenário brasileiro, o modelo ASX saiu de linha no ano passado. No entanto, o lugar foi preenchido pelo SUV Outlander Sport. Como o continente europeu ainda é a etapa inicial para a Mitsubishi, por aqui em terras canarinhas, o lançamento da nova geração segue sem previsão.

Mitsubishi Outlander Sport

Enquanto a novidade não surge por aqui, os brasileiros podem conhecer a Mitsubishi Outlander. No país, ela pode ser adquirida a partir de R$ 143.990. Há duas versões, sendo HPE e GLS, onde o volume de carga pode chegar a 1.119 L.

O tanque de combustível suporta até 60 L, enquanto a potência do automóvel pode atingir 170 HP. As dimensões da máquina são:

  • de comprimento 4.376 mm;
  • de largura 1.805-1.813 mm;
  • de altura 1.645 mm.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.