Picape S10 2.8 VM Motori diesel 180cv dos anos 2012 e 2013 – problemas de peças


A controversa picape S10 2.8 MWM VM Motori diesel de 180cv dos anos 2012 e 2013. Entenda o motivo das polêmicas sobre o modelo

A começar do instante em que foi lançada, a picape S10 2.8 VM Motori 180 cv 12/13, a diesel, motor lançado com a conhecida e bem avaliada MWM, gerou várias polêmicas devido aos problemas de fábrica em seus exemplares vendidos. Todavia, parte dos compradores alegam que as pendências foram solucionadas. A Chevrolet, após um ano, abandonou a fabricação do motor 180CV, causando novamente polêmicas e até mesmo teorias acerca da decisão.


A empresa lançou a primeira geração da picape projetando revidar a Hilux da Toyota, que se enquadra na transformação que estava acontecendo no mercado das picapes da época. As fabricantes estavam investindo no ‘design’ e nas tecnologias dos veículos deste seguimento, abandonando o visual básico e acolhendo a aparência “premium” da categoria média.


A opinião majoritária sobre a S10 12/13 é favorável no quesito carroceria e negativa quanto ao motor (devido à falta de exemplares e alguns poucos defeitos crônicos). A caminhonete poderá ter um longo período de vida rodando com excelência, sem a manifestação de nenhuma dificuldade. Contudo, no momento que for necessário substituir as peças o motorista terá muitos obstáculos para efetuar os reparos.


Análise da polêmica Chevrolet S10 2.8 VM Motori 180 cv 12/13!

A Chevrolet S10 2.8 começou a ser comercializada em 2012 inicialmente contando com o motor da marca VM Motori 180 cv. A partir de 2013, a versão a diesel é projetada com o motor 200 cv, Duramax.


O motor 180 cv causou contratempos para os compradores. Há consenso sobre a qualidade, sendo considerado um motor bom, durável e que dá pouco problema, porém, manifestam alguns defeitos crônicos. Por exemplo, é comum que a bomba de alta pressão, o bico injetor e o chicote elétrico apresentem problemas.

Outro inconveniente é a impressão de projeção inadequada do motor para a caminhonete. Para reparar e realizar substituições, muitas vezes é necessário retirar o cabeçote do motor e a churrasqueira.

Ainda assim, sendo considerado um motor bom e que dá pouco problema, apenas com esses defeitos crônicos que citamos, são problemas de menor monta. O grande problema desse motor é peça de reposição. Ocorre que o motor foi montado pela MWM somente para esses modelos 2012 e 2013 e, após isso, ficou um tanto quanto esquecido pela empresa, até porque o contrato entre a General Motors do Brasil e a MWM foi rescindido ainda em 2016. Trata-se de um motor que foi descontinuado e em que poucas peças de reposição foram disponibilizadas.

No entanto, nem tudo é terrivelmente complicado que não se possa resolver. Embora não seja um motor tão fácil de se encontrar peças em ferros-velhos, é possível. E, como é um motor que não foi produzido só no Brasil, mas equipou um bom número de carros mundo afora, é possível, sim, obter peças importadas para ele. Mesmo porque a própria VM Motori continuou produzindo peças de reposição fora do Brasil.

Vale a pena comprar a picape S10 2012 a 2013?

Caso esteja planejando comprar uma caminhonete S10, recomendamos que adquira modelos a partir do ano de 2014, com motor Duramax de 200cv ou modelos 2012 e 2013 equipados com outros motores. As S10 flex dos anos 2012 e 2013 não sofrem do mesmo problema de peças.

As picapes da "família" S10 da Chevrolet são bem avaliadas por seus consumidores, são espaçosas, com bom desempenho e vida útil extensa. O que faz com que esse modelo específico de S10 12/13 se desvalorize, sendo considerada um investimento ruim por alguns, é o motor devido às peças em falta no mercado para a substituição.

Ficha técnica da S10

Disponível em 12 configurações de carroceria, motor, tração e transmissão em três versões (LS, LT e LTZ), é um produto completo. Disponível em cabines simples ou duplas, o S10 possui uma carroceria maior e mais espaçosa do que a geração anterior, além de aerodinâmica aprimorada e um nível mais alto de conforto a bordo. Suas caçambas são de médio porte, com capacidade de 1.580 litros e caçamba dupla de 1.061 litros, ambas com divisórias.

Por dentro, tem o ambiente moderno, espaçoso, com ar digital, sistema de áudio 2din integrado e volante robusto. Possui porta-copos retráteis, controles dos vidros basculantes, bancos confortáveis, seletor de tração com botões no túnel para a versão 4 × 4, com opções para 4 × 2, 4 × 4 e 4 × 4 com reduzido.

O S10 2012 tem um visual elegante e moderno com faróis duplos com lentes transparentes, piscas e lanternas traseiras integrados e uma grade dupla com barras de cores automotivas e uma cromada. Logo de gravata média. O para-choque é baixo, emoldurado por faróis de neblina circulares cromados, além de duas barras transversais inclinadas e uma grade central inferior. Essa parte tem um decalque cinza e a placa também.

Consumo S10 12/13 com motor

  • Combustível: Diesel;
  • Velocidade Máxima:180 KM/H;
  • Consumo cidade: 12,2 KM/L;

Consumo estrada: 15,1 KM/L.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.