Chery Arrizo 5 GT terá motor 1.6 turbo com quase 200 cavalos


A Cherry está preparando uma versão nova para o Arrizo 5, o Arrizo 5 GT. Virá mais esportiva e ousada, com peças exclusivas e várias mudanças em relação à anterior.

O Arrizo 5 GT virá com 4,68 metros de comprimento e 2,67 metros de distância entre eixos, com o visual bem parecido com o Lexus. Terá uma grande potência máxima de 197 cavalos, um torque de cerca de 30 quilogramas-força metro e um motor 1,6. Terá sete marchas e, além disso, mostrará um ótimo desempenho ao acelerar de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas seis segundos.


Essa versão será bem otimizada em relação à anterior, com um estilo mais agressivo. A grade adota um design de camada superior e inferior, além de vir com a logo GT escrita em laranja, de forma bem chamativa. Em acréscimo, os faróis serão finos e alongados, o que dará o caráter esportivo da parte frontal do veículo.


O carro vem parecido com o Arrizo Star, que fora lançado no Auto Show de Chengdu, em 2020, fazendo dele um modelo bem direcionado para o público mais jovem, devido ao seu caráter arrojado. A moldura escurecida da janela dá um visual dinâmico, e suas pinças de freios azuis o tornam ainda mais chamativo. Os espelhos também são escurecidos. Além disso, as rodas escuras terão 17 polegadas (43,18 centímetros) com cinco aros. Tudo isso contribui para o visual de carro performático que o novo Arrizo 5 GT deseja transmitir. Também terá quatro escapamentos esportivos, dois em cada extremidade.


O novo modelo virá com uma grande tela multi display, o que lhe dará um toque de modernidade acentuado. O novo volante, também com uma pegada tecnológica, será multifuncional. A parte interna apresentará um estilo muito chamativo, principalmente aos jovens, já que a combinação do volante com a alavanca de câmbio comunica a sensação de estar dentro de um iate e não de um carro.


Você sabia que a Chery começou como uma montadora de brinquedos? Começou a montar carros em 1997 e em 2019 já era a maior exportadora do mundo, sendo que em 2008 era a décima sexta no ranking de vendas da China.

Quando a empresa Daewoo faliu, muitos funcionários migraram para a Chery, o que contribuiu muito com seu crescimento. Isso explica o porquê de alguns modelos de ambas as montadoras serem praticamente iguais.

A primeira vez que a automobilística chegou no país foi em 2009, em Salto (SP). Era somente uma sede administrativa, mas em 2014 construiu uma fábrica em Jacareí (SP), sua primeira fábrica fora da China. Esta produziu os modelos Chery Celer e o Novo QQ. Em 2017, 50% das ações foram compradas pela Caoa.

Os carros que a Cherry comercializa no Brasil são os seguintes: Tiggo 8 Founders Edition, Tiggo 5x Pro, Tiggo 7 Pro, Tiggo 8, Tiggo 3x e Arrizo 6 Pro.

Apesar disso tudo, foi anunciada a paralisação da fábrica em Jacareí até 2025, o que resultou em quase 600 demissões. Entre os fatores que tiveram forte influência para este fechamento, estão o dólar muito caro e a queda na venda dos automóveis. De qualquer forma, o foco de produção da marca não estava nesta unidade, e sim na de Anápolis, em Goiás.

Desde que a Chery adquiriu grande parte das ações, a intenção passou a ser direcionar a produção para Goiás, já que é muito mais barato produzir por lá. Portanto, o fechamento da sede não foi muito imprevisível. O mercado automobilístico entrou em uma forte crise em 2022, o que acabou gerando um grande impacto para as montadoras.


Por Carlos Costa do Prado

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.