Moto elétrica da iFood para entregadores (delivery)


iFood está oferecendo, para seus entregadores, a moto elétrica EVS Work, em condições facilitadas

A maior plataforma de delivery do Brasil, anunciou nesta última terça feira (31.05.2022) que pretende fornecer condições facilitadas para fornecer motos elétricas para os entregadores cadastrados em sua plataforma. Se você é entregador do IFOOD ou conhece algum conhecido que trabalha para a empresa de delivery, você precisa ler esta matéria até o final e ficar por dentro de como será esse lançamento.



Uma notícia anunciada a pouco mais de 24 horas pela maior plataforma de delivery no Brasil, deixou muitos entregadores animados. A informação que agitou o mercado e os trabalhadores foi o lançamento de uma moto elétrica com condições super facilitadas. Algo jamais visto em qualquer outro segmento de delivery ou de plataforma de trabalho freelance.



Moto elétrica do Ifood: Como irá funcionar?

A empresa de delivery Ifood, realizou o anúncio de venda de moto elétrica aos seus entregadores com condições totalmente facilitadas. A moto que será elétrica, irá custas em torno de R$ 9.999,90 em sua pré-venda, cujo intuito é se tornar uma possibilidade de transporte mais rentável para os seus entregadores, além de ser um meio de transporte totalmente sustentável. Além disso, o modelo anunciado pelo Ifood não possui nenhum percentual de taxa de emissão de carbono.

A moto anunciada pela plataforma, foi lançada no início deste ano e promete diminuir os custos de combustível em pelo menos 60% e 70% de redução nos custos de manutenção. As primeiras 300 unidades das motos além do preço superatrativo, também terão uma condição facilitada de pagamento. Os primeiros entregadores que adquirem suas motocicletas contarão com um desconto arrasador! Contaram com um desconto de 2 mil reais, e poderão adquirir suas motos por 8 mil reais, apenas.

Qual o modelo da moto do Ifood?

O modelo da moto é o EVS Work, que acaba sendo uma versão adaptada da EVS, linha principal de motos elétricas da companhia Voltz. Ela será fornecida com duas versões: com 1 ou 2 baterias. E você pode estar se perguntando, como irá funcionar isso? A empresa irá alugar as baterias, o custo pode variar entre R$ 129 a R$ 319,00 por mês). O desempenho da moto com duas baterias é de no total 180 km.

Para comparação: o preço da EVS Work pelo iFood é de R$ 9.999,90 (sem as baterias). A mesma moto custa R$ 19.990,00 no mercado.

Quem terá direito a moto do Ifood?

Até o momento da emissão desta matéria, quem terá acesso as motos elétricas do Ifood serão apenas entregadores de São Paulo. Pois é a cidade que até o momento conta com os pontos de troca das baterias.

Onde serão os pontos de aluguel das baterias?

A princípio, as baterias serão fornecidas em 19 pontos de distribuição em pontos da rede Ipiranga. Dentre os bairros selecionados para ter um ponto de troca de bateria estão: Lapa, República, Consolação, Moema, entre outros. A ideia da plataforma é que chegue até 100 pontos de trocas espalhadas por várias cidades. As outras localidades ainda serão informadas, á medida que o projeto é implementado em sua integralidade.

A bateria pode ser recarregada em casa?

A excelente notícia é que a bateria também pode ser recarregada em tomadas convencionais de casa. A motocicleta vem acompanhada de um carregador. O tempo estimado para carga completa da bateria é de 5 horas, além disso as motos podem alcançar a velocidade de até 85 km/hora. Na realidade, existem a possibilidade de a moto chegar a velocidades maiores, porém dependente da liberação de uma configuração.

Moto do Ifood: Deve ser usada apenas para trabalho?

Muita gente deve estar se perguntando, mas posso usar a moto para lazer e outras finalidades. A resposta é sim! O entregador que comprar a "moto do Ifood" não terá que assinar nenhum contrato de exclusividade para uso da moto apenas enquanto trabalha na plataforma.

Os entregadores que realizarem a compra da moto, poderão usá-las para passeio ou lazer. Além disso, a moto conta com um sistema de rastreio integrado, que permite seu usuário e a plataforma, rastrear as entregas. O diretor da plataforma no Brasil, João Barretos, disse ainda que a moto pode ser usada até mesmo para entrega de outros aplicativos.

Lembrando que a moto será oferecida aos entregadores que tiverem mais horas de trabalho cadastradas no aplicativo, além de boa pontuação.

Gostou do nosso artigo?

Se você gostou do nosso conteúdo, compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos e familiares saibam da recente novidade do Ifood para os seus entregadores.

Interessados podem fazer cadastro no site: https://voltzmotors.com/ifood/

Texto de Adriana Silva Souza.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.