Melhores motos para trabalhar como entregador ou motoboy em 2022


Conheça as melhores motos para trabalho em entregas, ágeis no trânsito e econômicas para seu bolso

Os aplicativos de entrega já eram fonte de renda para brasileiros sem emprego formal. Por conta do isolamento do novo coronavírus, a demanda de delivery disparou e, como consequência, o serviço de entregador ou motoboy passou a ser um dos mais disputados.



Hoje, sem pandemia, nem tudo voltou ao normal. Os deliveries continuam em alta e o trabalhador que voltou ao trabalho presencial precisa contar com um veículo que suporta as atividades do dia-a-dia. A motocicleta precisa ser confiável e econômica. Por isso, selecionamos as melhores motos para trabalhar como entregador ou motoboy.



Honda CG 160 Cargo

Quando se trata de serviços de entrega, a CG 160 Cargo é a ideal, pois as suspensões são reforçadas para esse tipo de trabalho. Ela é equipada com bagageiro que suporta até 20 kg.

A Honda CG 160, que tem o freio a disco só na dianteira, possui rodas de liga-leve e o taque atinge até 16,5 litros. O motor, de um cilindro, é bicombustível e a motocicleta produz cerca de 15 cv. Ela está disponível na cor branca e custa no mercado R$ 10.300.

Yamaha Factor 125i

Com rodas de liga-leve, 11 cv de potência e com uma velocidade de 110 km/h, a Yamaha Factor 125i é uma das mais completas da categoria. Além de oferecer um bom custo benefício, o acabamento da moto possui peças injetadas e o motor é no formato de um cilindro, que tem 125 cc.

Ela roda com facilidade na cidade, apesar dos modestos 11 cv de potência. Suporta até 15,7 litros de gasolina ou etanol. O preço da máquina é de R$ 9.950. Ideal para quem procura uma motocicleta básica só para ‘trampar’.

Honda Biz 110

Por ser fácil de pilotar e ser a mais barata do momento, a Honda Biz 110 é um sucesso de vendas. Ela conta com um assento confortável, o painel tem hodômetro analógico, velocímetro e marcador de luzes de advertência e de combustível.

Ela roda mais de 45 km por litro, tem um taque de 5,1 litros e ainda possui tomada de 12V para recarregar seu celular. Assim, o motoboy ou entregador não perde nenhuma entrega. A Biz Honda tem o preço de R$ 8.150.

Yamaha NMax 160

Também na lista de sucesso de vendas e sendo fácil de manusear, a Yamaha NMax 160 tem câmbio CVT, automático. O veículo não utiliza pedal e manete, basta acelerar e curtir a viagem. Também não precisa se preocupar em frear e utilizar as marchas. Ela possui um sistema antitravamento ABS, que evita as rodas derraparem.

A Yamaha possui 15 cv de potência e chega a 120 km/h. O motor é monicilíndrico de 155 cc. Embora as rodas sejam pequenas, de 13 polegadas, o consumo da moto não é tão elevado. O valor é de R$ 13.620.

Honda NXR 160 Bros

A Honda NXR 160 Bros é a mais desejada da categoria, pois é equipada com suspensões de curso mais longo e possui freios a disco na frente e atrás. A roda aro 19' na dianteira e o motor cilíndrico de bicombustível proporcionam um poder de viagem espetacular.

A Bros 160 possui pneus de uso misto e ainda roda mais de 40 km/litro com muita facilidade. A máquina de duas rodas possui 836 mm de altura e o valor passa da casa dos R$ 12mil. No total, a moto Bros é avaliada em R$ 12.860.

Então, qual dessas motos você acredita ser a melhor para trabalhar como entregador ou motoboy?


Foto: Freepik


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.