Fiat Mobi e Renault Kwid disputam o posto de carro mais barato do Brasil


O mercado de automóveis, no Brasil, vem enfrentando uma alta nos preços. Por isso, não é incomum que, ao procurar um carro zero, os brasileiros se perguntem quais as melhores opções e, também, quais os modelos mais acessíveis m determinadas faixas de preço.


No momento, os carros mais baratos do Brasil são o Fiat Mobi e o Renault Kwid: o Mobi, em sua configuração de entrada, a chamada Like 2023, custa a partir de R$62.690,00, enquanto a versão Zen do Kwid 2023 está disponível por valores a partir de R$62.790,00.

Embora os preços estejam relativamente altos, tanto o Mobi quanto o Kwid são considerados carros populares e, por isso, são boas opções para quem almeja ter o tão sonhado carro zero.


Considerando a proximidade de preços entre os dois carros, preparamos um comparativo entre eles para ajudar na hora de escolher qual deles melhor se encaixa no seu perfil. Tanto o Mobi quanto o Kwid são boas opções para consumidores que buscam, além do preço, economia, conforto e segurança.


Comparativo de Motor

Para começar, destacamos o motor: o Fiat Mobi, em sua versão Like, está equipado com um motor Fire 1.0 flex, bastante econômico e com respostas rápidas aos comandos do motorista. Esse motor entrega, com gasolina, 71 cv de potência e torque de 9,3 kgfm, enquanto com etanol, o carro alcança os 74 cv de potência e 9,7 kgfm de torque. O câmbio é manual. Com relação ao consumo médio, o Mobi Like faz, em média, na cidade, 8,8 km por litro de etanol, ou 12,7 km por litro de gasolina, enquanto na estrada, são 9,9 km por litro de etanol, ou 14,3 km por litro com gasolina.


O Kwid Zen, por sua vez, também conta com motor 1.0 Sce flex, câmbio manual, 71 cv de potência e torque de 10,0 kgfm a etanol, ou 68 cv de potência e torque de 94 kgfm a gasolina. Com relação ao consumo, percebemos que o Kwid roda mais com um litro de combustível: na cidade, com etanol, são 10,8 km por litro, 2km a mais que o Mobi, enquanto a gasolina são 15,3 km por litro, pouco mais de 2 km a mais que o Mobi. Na estrada, são 11 km por litro de etanol, ou 15,7 km por litro de gasolina, valores não tão diferentes dos alcançados pelo Mobi.

Equipamentos, segurança e tecnologia

Começamos, novamente, destacando o Mobi: a configuração Like conta com retrovisor equipado com câmera de ré, alarme com trava elétrica, ar-condicionada, airbag duplo, assistente de partida Hill Holder (até que o motor tenha força suficiente para subir com segurança, os freios do carro se mantém acionados), volante com regulagem de altura, tecnologia ESS (quando ocorrem freadas bruscas, o pisca alerta é imediatamente acionado, evitando acidentes), sensor de pressão dos pneus, direção hidráulica, retrovisores elétricos, barras de teto transversais que suportam cerca de 50 kg e servem como alternativa para aumentar a capacidade de carga do carro, entre outros.

O Kwid Zen, por sua vez, conta com freios ABS, tecnologia TPMS (monitoramento da pressão dos quatro pneus), airbags (dois frontais e dois laterais), sistema de travamento automático a 6 km por hora, tecnologia ESP (controle de estabilidade) e HSA (assistente de partida em rampa). O carro possui, ainda, ar-condicionado, retrovisores manuais, apoio de cabeça, porta-malas com abertura interna, direção elétrica, sistema start&stop, luzes de circulação para o dia, vidros dianteiros elétricos, entre outros.

Preço do Fiat Mobi vs. Renault Kwid

Com relação aos valores, conforme já adiantamos, no site oficial da Fiat, o Mobi Like, versão de entrada, está disponível por valores a partir de R$ 62.690,00. O Kwid, por sua vez, também de acordo com as informações disponíveis no site oficial da Renautl, custa a partir de R$ 62.790,00.

E você, o que achou do motor e dos itens de série presentes no Mobi e no Kwid? Qual deles é a melhor opção?



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.