BMW Série 3: ficha técnica, novo visual e tecnologia


Cabine conectada e design esportivo: BMW Série 3 2023 passa por reestilização e aposta em novidades para impressionar os fãs.

A BMW Série 3 completa, em 2022, três anos no mercado. Embora seja ainda, bastante recente, essa geração de sedã da BMW passou por um processo de reestilização – denominada de “meia-idade” – e atualização. Com isso, ganhou novidades importantes que a deixam com um visual mais esportivo e com um interior muito mais conectado. O modelo ganhou alguns retoques no design da carroceria, modificações que o deixam alinhados aos últimos lançamentos da montadora. Além disso, destaque para a cabine mais conectada, pois o BMW Série 3 2023 ganhou um enorme painel digital.


Na parte externa dianteira, a BMW modificou o para-choque, que virá para 2023 com moldura especial para as luzes de neblina, nova entrada de ar, novidades suaves no formato dos faróis e da grade e, além disso, as luzes em LED matrix tornaram-se itens opcionais. Já na parte traseira, o para-choque e as lanternas também ganharam atualizações, enfatizando a proposta esportiva acentuada por essa reestilização. Na parte lateral, somente as rodas mudaram, uma vez que ganharam novo desenho e poderão ter entre 17” e 19”. A BMW divulgou, ainda, que a paleta de cores do modelo também foi atualizada, e ganhou outras tonalidades, sendo duas delas especiais, a "Frozen Tanzanite Blue Metallic" e a "Frozen Pure Gray Metallic", e outras duas, a "Skyscraper Gray Metallic" e a "Brooklyn Gray Metallic".


No interior, o destaque da BMW Série 3 vai, principalmente, para o painel com telas digitais em alta resolução, que deixam a BMW Série 3 2023 hiper conectada e, de quebra, dá um aspecto futurista ao design interior. A primeira das telas, posicionada imediatamente atrás da direção, conta com 12,3”, e nela estão todas as funcionalidades presentes no quadro de instrumentos. A segunda dela, que fica ao lado, possui 14,9” e nela está o sistema de entretenimento da BMW, bem mais moderno e equipado com o software iDrive 8.


Em contrapartida, comandos físicos e botões, por exemplo, foram muito reduzidos, dando lugar a controles de toque e, principalmente, de voz, seguindo, deste modo, a proposta tecnológica. O seletor de marchas e o console também foram modificados. Outra novidade importante foi o ar-condicionado automático de três zonas que, por essa atualização, será oferecido no modelo. Outros equipamentos como sistema de navegação, sensores de estacionamento e espelhos interiores fotocrômico, também tornaram-se de série. Em relação à segurança, chamamos atenção para adições importantes na parte de assistência, tais como alerta de mudança de faixa, piloto automático adaptativo, alerta de colisão frontal junto da frenagem automática, alerta de limite de velocidade, por exemplo.


Com relação à mecânica, nada de mudanças. A depender do mercado, o BMW Série 3 2023 terá motor turbo 2.0 com cerca de 184 cavalos de potência e 30,6 kgfm de torque, ou motor um pouco mais potente, equipado com tecnologia TwinPower Turbo, marca registrada da BMW, 3.0 com seis cilindros em linha, capaz de alcançar os 387 cavalos de potência e 50,9 kgfm de torque. O câmbio, como já dito, será automático com oito marchas.

Na Europa, além das versões a diesel e a gasolina, ganhará opções híbridas. Entre eles, chamamos atenção para as híbridas plug-in, com cerca de 292 cv de potência e autonomia de 62 km. As opções híbridas acompanham um movimento verificado em outras marcas, que têm buscado cada vez oferecer opções com esta configuração, mais ou menos como um processo de transição para modelos totalmente eletrificados, que devem ser apresentados futuramente.

Segundo informações divulgadas pela montadora alemã, a versão 2023 do Série 3 chega a partir de setembro à Europa. Por aqui, estima-se que o modelo com as novidades chegue ao mercado apenas no próximo ano.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.