Yamaha Fluo: ficha técnica, motor, preço, detalhes


Yamaha Fluo: scooter com preço sugerido de R$ 13.390 é uma excelente opção para acompanhar o ritmo do dia a dia na cidade.

Recém chegada ao mercado brasileiro de motos, a Yamaha Fluo já alcançou o 5° lugar no ranking de scooters mais vendidas no mês de abril deste ano, com 891 unidades emplacadas nesse mês. A liderança da categoria segue com a Honda, que emplacou 3.229 scooters do modelo PCX no mês passado. Mesmo assim, os números da Fluo precisam ser considerados, uma vez que a scooter foi lançada há pouco tempo por aqui.


Localizada, no catálogo da Yamaha, entre a NEO 125, que custa a partir de R$ 11.090, e a Nmax 160, com preços a partir de R$ 16.590, a Fluo aparece, no site da marca, por R$ 13.390, sem valor de frete somado. Especialistas têm considerado esta scooter uma excelente opção, isso porque ela seria a solução perfeita para que os interessados em adquirir uma scooter não precisassem mais escolher entre as opções 125 que, embora mais baratas, se apresentam como modelos menos potentes e menos equipados, enquanto as opções 150 ou mais, embora mais completas e capazes de oferecer melhor performance, acabam custando mais caro. Por isso, a Fluo se apresenta como a solução desse problema, pois combina bom preço, equipamentos e potência.


Vamos então conhecer um pouco da Fluo, a principal opção para quem deseja adquirir uma scooter.


Mecânica Yamaha Fluo

Para começar, destacamos o motor monocilíndrico com 125 cm³ de capacidade, arrefecido a ar e, ainda, alimentado por injeção eletrônica. Abastecida com gasolina, o scooter alcança os 9,5 cavalos de potência e 1,0 kgfm de torque máximo. Embora esses números sejam um pouco inferiores àqueles apresentados pela NEO 125, a Fluo é muito mais leve, pois possui apenas 98 kg de peso, o que lhe proporciona ainda mais economia. O câmbio, de tipo CVT, é automático.


Segurança Yamaha Fluo

Mais um ponto positivo da Fluo: embora seja um modelo considerado de entrada, a scooter da Yamaha está equipada com freios ABS, pelo menos na roda dianteira. A adição desse tipo de freio reforça a segurança do motociclista, pois, para se ter uma noção, em testes realizados com a Fluo, foi possível simular uma frenagem de emergência: rodando a 60 km/h, foi necessário percorrer menos de 15 m para conseguir para completamente. Durante o mesmo teste, com a pista molhada, os resultados alcançados durante uma frenagem foram muito bons, pois não houve o travamento total inesperado da roda dianteira, e nem ocorreu o comprometimento da estabilidade da scooter.

Na parte dianteira, a scooter apresenta o já tradicional garfo telescópio, que possui 90 mm de curso. Já na traseira, o amortecedor é único, com 88 m de curso. O freio traseiro é a tambor e o dianteiro é a disco.

Itens de série Yamaha Fluo

Conforme chamamos a atenção anteriormente, a Fluo tem um bom conjunto de equipamentos. Dentre eles, destacamos os já mencionado freios ABS, faróis de LED, tomada 12V ao lado da ignição, rodas de liga leve, bocal de abastecimento no escudo frontal, ajuste de altura na pedaleira do garupa, botão start/stop, cavalete central, rodas de liga leve, pisca alerta e 25 litros de espaço abaixo do assento, o suficiente para guardar um capacete fechado, por exemplo, segundo a Yamaha. Outro ponto a ser destacado no modelo é o painel de instrumentos totalmente digital e com tela LCD, fornecendo informações como relógio, odômetro parcial, medidor de voltagem da bateria, marcador de combustível, entre outros.

Com todas essas características, a Yamaha Fluo oferece um bom conjunto, pois garante mais segurança ao motociclista, boa capacidade de economia, bons equipamentos e uma fácil dirigibilidade. Caso você esteja interessado em uma scooter, a Fluo pode ser uma ótima opção.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.