Chevrolet Montana 2023 – Ficha Técnica, Motor


Chevrolet Montana, geração 2023, tem chances de aportar em nosso país no último trimestre deste ano.

A representação da GM fez anunciar a confirmação da linha Montada para o próximo ano, 2023, no mercado brasileiro. Entretanto, uma versão da série está programada exibição entre os meses de novembro e dezembro do presente ano. Esta é a previsão estimada em nota oficial do setor de marketing da companhia Chevrolet, levando em conta que se trata de estreia entre as mais aguardadas no continente sul-americano.


Portanto, a expectativa gerada sobre uma multidão de consumidores leva a crer que esta produção seja ativada já meses deste primeiro semestre, incluindo a sequência de testes iniciando após a saída da linha de montagem. A fabricação industrial da série Montana está confirmada para ocorrer na unidade da multinacional localizada na cidade de São Caetano do Sul (Estado de São Paulo), cuja estrutura está completando 90 anos de inauguração e atuação.


Como de costume, os representantes oficiais da companhia norte-americana segue revelando detalhes inéditos em doses “homeopáticas”, como ocorre no atual padrão intitulado web série, cujo episódio final será o desfecho deste desenvolvimento que culmina com a apresentação integral do modelo, que vai sendo intuído pelos especialistas, ao longo dos dias, com as atualizações.


Oficialmente, a marca segue divulgando a linha Montana como um tipo de veículo em padrão “médio-compacto”, totalmente preparado para fazer frente à concorrência nos dois segmentos de onde provêm.


Outra nota da General Motors também afirma que a série Montana está sendo produzida para fazer parte de um seleto grupo composto de modelos de escala internacional da própria empresa, ou seja, estará ladeando as versões: Onix, o Onix Plus e o super potente Tracker. Está é uma das razões porque a picape foi bem aperfeiçoada, passou por intenso processo de evolução, que a tornou, além de mais bonita, mais eficiente e dinâmica, agora vazada e, dimensões bem mais robustas, equipada de mais itens de série, incluindo equipamentos inéditos, até então, ultrapassando a série anterior antes mesmo de ir para as garagens. A geração passada permaneceu no mercado até o ano passado, com bons resultados em todos os sentidos.

Embora ainda existam mais rumores que atos, especialistas mais competentes estão apostando na expectativa de a série Montana possuir uma versão, pelo menos, estruturada em cabine dupla, porém, vazada no formato de uma cabine simples de tipo estendida, muito comum no segmento, hoje.

Esta linha de caminhonete, com suas versões, consistirá em modelos que chegam ao recorde de grande tamanho, no portfólio internacional e atual da companhia, embora o diferencial de medidas entre as versões anteriores, e às produções das concorrentes não seja tão significativo. Entretanto, este diferencial será importante, sobretudo diante de concorrentes como a Fiat e a Renault. É bom a Chevrolet se apressar, pois, as concorrentes estarão lançando suas novas produções em meados deste mesmo mês de abril.

Adiantando a cereja do bolo, as versões da linha Montana deverão estar equipadas da mecânica de propulsão padrão, o motor 1.2 Turbo Flex, cujo desempenho chega a 133 CV em conjunto com a força de torque na escala de 21,4. Mas, essa boa aparelhagem está sob o capô de um design que segue oculto, em segredo de marketing. O único detalhe exposto ao público, para excitar as imaginações, foi somente uma pequena parte central da grade frontal, com suas clássicas barras em linha horizontal.

Esta nova Web Série que vai relevar a Montana por inteiro, na última seção, segue disponibilizada no portal digital da General Motors, seção intitulada: South America:



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.