Carros mais econômicos do Brasil 2022


Confira aqui a lista com os carros mais econômicos do Brasil em 2022 segundo o Inmetro.

Vivemos uma crise econômica no País e no mundo, acredito que ninguém dúvida no momento deste fato. Vários são os fatores que nos levaram a esse quadro, mas a verdade é que estamos dentro desta resseção e por enquanto não há muita expectativa de saída. Porém, é inegável que o que mais afetou esse processo de crise foi a energia elétrica, que subiu assustadoramente devido à crise hídrica, a escalada dos preços dos alimentos e o aumento constante dos combustíveis. Esse último, o objeto no nosso artigo. Com a gasolina tão cara, nunca foi tão importante ter um carro econômico.


A seleção do Inmetro

Hoje é de suma importância para as montadoras procurarem manter seus modelos o mais econômico possível, com exceção dos esportivos (esse é um tipo de carro voltado para um nicho especifico do mercado), com isso novos modelos vão surgindo para aumentar o leque de opções dos consumidores. Podemos destacar dentre esses modelos o Onix, o Kwid e o Mobi, a maioria da categoria popular. Isso não deixa de ser uma estratégia das montadoras para unir uma parte do mercado que tem um poder aquisitivo mais reduzido e o fato do carro ter sido projetado para ser econômico faz com que os mesmos fiquem ainda mais atrativos.


Porém, não é só os carros populares que estão com essa “pegada” mais econômica, os de categorias acima também vem com essa proposta. Podemos destacar os modelos o HB20, o Honda City e o Sonic, novidade da Kia que vem conquistando muitos consumidores Brasileiros. Mas como sempre, o líder dessa disputa é um modelo da Toyota que vem a anos se consolidando um modelo de eficiência e o modelo deles econômico é o Corolla Cross XRV Hybrid.


E como estamos falando de economia de combustível, temos que destacar também os modelos elétricos que vem revolucionando o mercado automobilístico no Brasil. Montadoras tradicionais como a BMW e a Chevrolet vem investindo nos modelos elétricos e com muito êxito nas vendas. Me parece ser o futuro dos automóveis no mundo.


O aumento da gasolina e o impacto no bolso do brasileiro

Vivemos uma crise econômica sem precedentes em virtude de vários fatores. Evidentemente a pandemia da covid-19 fez com que um momento que já era ruim na economia Brasileira piorasse muito e víssemos problemas sérios. Estamos enfrentando aumento nos valores de produtos de primeira necessidade, em que a população não pode abrir mão e isso faz com que a inflação aumente assustadoramente. Podemos destacar a energia elétrica que devasta nossa economia. Com a crise hídrica e a escassez de chuva, estamos cada vez utilizando térmicas para gerar energia, o que faz com que o preço na ponta, isto é, na conta do consumidor, fique mais caro e isso faz com que o preço de outros itens da cesta básica do brasileiro também aumente, porque precisam da energia para o seu preparo. Os alimentos são o outro item que estão pesando no dia a dia de nossa economia. Além da pandemia, vivemos uma guerra no leste europeu, que gera uma série de sanções que reverberam em nossa economia. Os países envolvidos no conflito são grandes exportadores de commodities e isso faz com que os preços disparem.

Mas sem dúvida hoje a gasolina é a grande vilã dessa história! Estudos mostram que o combustível já aumentou mais de 70% desde o início de 2021, o que afeta a todos. Interfere no preço das entregas, dos restaurantes e nos aplicativos de carros hoje, há uma necessidade da maioria da população que não possui carros. Vamos aguardar que tenhamos alguma solução a médio prazo.


Texto: Cíntia Silva


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.