Quem criou o primeiro carro elétrico?


Não se tem uma precisão a respeito da data e de quem foi o responsável por desenvolver o primeiro automóvel elétrico.

Por mais que hoje os carros elétricos sejam uma realidade cada vez mais presente no mundo, visto que se tornaram bastante populares e diversas marcas tem desenvolvido seus próprios veículos movidos a eletricidade, ainda paira uma dúvida no ar a respeito de quando surgiram os primeiros carros que usam da eletricidade para locomoção.


Existem muitas teorias e discussões a respeito desta situação, e algumas destas defendem que o criador do primeiro veículo movido a eletricidade foi o húngaro Ányos Jedlik, no ano de 1828. Entretanto, outras pessoas defendem a ideia de que o inventor seria Sibrandus Stratingh, que para isso uniu os princípios do eletromagnetismo e dos eletroímãs, que foram citados por Michael Faraday em suas obras a respeito do assunto. Por fim, algumas pessoas acreditam em teorias que destacam que o inventor oficial destes veículos é William Morrison. O que faz com que esteja seja uma discussão sem um fim, pois como são várias as teorias e visões não se tem uma conclusão exata ainda.


Entretanto existem alguns pontos que depõe a favor dos possíveis inventores. No caso do químico Morrison, destaca-se o fato de que ele criou sim um veículo que se utilizava da eletricidade para se locomover. O veículo em questão contava com espaço para abrigar 6 pessoas em seu interior e foi usado em um desfile pelos Estados Unidos em 1890, em especial no estado do Iowa. Apesar destas questões a favor do químico, ainda existem questionamentos se foi ele o responsável de fato por criar os veículos movidos a eletricidade que são comercialmente viáveis.


Estes são os principais inventores citados na história, e os mais comentados, mas existem outros potenciais inventores que podem ser destacados como responsáveis pelos primeiros carros elétricos. Nesta disputa encontra-se ainda Ferdinand Porsche, que foi o criador do P1 em 1898. E também o engenheiro Oliver P. Fritchle que foi o inventor e fabricante do 100-Mile-Frichle, no ano de 1908.


Para definir alguns pontos a respeito do primeiro carro elétrico a ser inventado podem ser considerados alguns aspectos. Neste caso ao levar em conta o primeiro carro que se tornou viável a ser comercializado de fato, pode-se dizer que o inventor neste caso então seria Oliver P. Fritchle, pois este feito foi atribuído ao engenheiro de fato. Foram vendidas 200 unidades do veículo inventado por ele por ano. Entretanto, este número não foi mantido neste ritmo ao longo de muito tempo. Na época, o carro custava um valor considerado como absurdo, U$1.750, visto que seus rivais que agiam a base de combustão custavam cerca de U$650, como o Ford T.

Apesar do destaque em um primeiro momento com as vendas altas a produção dos carro elétricos passou por um período de pausa visto que os usuários passaram a se interessar mais pelos carros movidos a combustão. Estes processo aconteceu em 1947, com a forte presença da Tokyo Electro Automobile.

Na época, o carro elétrico em questão conseguir percorrer apenas 96 km e 35km/h. Já no ano de 1974 o Gurgel Itaipu foi apresentado ao público com uma autonomia de 80 km. Mas sua produção em série nunca foi realizada. Somente em 1996 o carro elétrico reacendeu no mercado. A retomada entregado não durmo muito tempo e somente mais tarde que novamente os carros elétricos se tornaram destaque com o Toyota Prius, que rendeu muitas vendas se tornando um símbolo de modernidade com 18 mil unidades vendidas somente em seu primeiro ano de existência. Após todo este processo a realidade hoje é bem diferente e diversas montadoras contam com seus próprios veículos movidos a eletricidade e a busca por eles tem sido cada vez maior.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.