VW T-Cross 2022 – Fim da Versão Manual



Modelo perderá versão manual e chegará às concessionárias com itens do Taos.

Atualizações no segmento automotivo estão divulgando que o modelo VW T Cross, edição 2022, não será produzido com versões de tipo manual, mas será equipado de acessórios na versão Taos.

Trata-se do segundo modelo de maior sucesso comercial, que sai da esteira de produção da Volkswagen, em território brasileiro. Assim, a linha T Cross está sendo preparado para as atualizações e aperfeiçoamentos para a edição de 2022. Entre os destaques desse relançamento, estão mudanças na parte interna e externa, no design, nos itens digitais na motorização.



Os especialistas indicam, entre outras novidades, que apesar de ser desarticulada da produção a versão manual, portanto, segundo os engenheiros da companhia, o novo lançamento do SUV compacto consistirá no último modelo da marca alemã a proporcionar um veículo com motor de tipo 1.0 (TSI), que entrega desempenho de 128 CV, acoplado a um sistema de câmbio manual. Portanto, o conjunto das versões a ser comercializadas vai sair da indústria apenas munidas de motor turbo e do sistema de transmissão automática em seis velocidades.

Outras mudanças em destaque, pelos especialistas, podem ser apontadas tais como: a nova direção (volante), que vem com o logotipo atualizado da companhia, no centro, e está presente em duas versões, o Comfortline e o Highline; a presença de uma nova grade na parte da frente e sobre a tampa do porta-malas, que agora é mais amplo.



Na parte interior pode ser visualizada, antecipadamente, a presença de um painel em novo design, inteiramente digital em seus comandos, configurado em oito polegadas; mesmo assim, o formato não sofreu grandes alterações. Este mesmo painel está reservado para a versão Top de Linha, no caso, a Sense, que será destinada aos consumidores na categoria de pessoas com deficiência, a qual poderá, também, ser adquirida pelo varejo.

Leia também:  Aston Martin fabricará novos motores

A estrutura interna das versões Comfortline e Highline abrangem o seguinte: um painel que constitui o quadro dos comandos, também digital, de tipo Active Info Display, vazado em 10,1 polegadas; estas mesmas duas versões também estão munidas da entrada para carregador de smartphone (dispositivo via indução); o conjunto das rodas é de tipo liga leve em aro 17 polegadas e pintura na cor preta. Mas não foi identificado, ainda, a presença ou não na relação de acessórios da função de controle da velocidade adaptativa, nesse SUV compacto (geralmente são itens de linha).

Outros destaques:

Acabamento interior de melhor categoria, e pinturas em novas tonalidades; os bancos são de couro, antes produzidos no tom de Marrom Marrakesh, constituindo uma espécie de pacote opcional exclusivo para a versão de título Comforline, que estão saindo desta série e dando lugar para uma tonalidade inédita: a chamada Deep Blue. A paleta de novas cores está passando por alterações de modo a não tornar o visual cansativo a cada estreia. Deste modo, o tom Vermelho Crimson está dando lugar ao Vermelho Sunset, que consiste em tonalidade mais intensa que a anterior, simbolizando avança e profundidade nas produções de empresa.

Sob o capô deste new T Cross 2022 os motores seguem quase os mesmos: munido de três cilindros, o 1.0 (TSI) turbo, como foi citado, tem desempenho de 128 CV e mais 20,4 KGFM em força de torque para a versão mais top, ou seja, o Sense, com 200 TSI e para o Comfortline; motor de potência 1.4 (TSI) entregando desempenho de 150 CV e mais 25,5 KGFM, que vai equipar, somente, o verdadeiro Top de Linha, ou seja, a versão Highline. Entretanto, ainda é necessário aguardar mais atualizações.

Leia também:  JAC EJ7 2021 - Características, Lançamento

Paulo Henrique dos Santos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.