Nova Gasolina Azul – Desenvolvimento da Shell, Bosch e Volkswagen



Novo combustível deve possuir baixas emissões de gás carbônico.

Assim como já ocorreu com o gasóleo azul R3 Blue Diesel, a Volkswagen, a Shell e a Bosch se uniram para apresentar também uma gasolina que possui baixas emissões do gás carbono. O novo combustível, popularmente chamado de ‘blue gasoline’ (gasolina azul, na tradução), é composto de 33% de energias renováveis, o que garante a redução de emissões de carbono em, pelo menos, 20% por quilômetro rodado, contando desde o poço à roda.

Durante um comunicado oficial das empresas envolvidas, foi feita uma exemplificação em relação a esse consumo consciente. Para as companhias, se considerássemos uma frota de mil automóveis Golf VIII 1.5 TSIs da marca Volkswagen, a economia obtida com esse combustível seria de mais de 230 toneladas métricas por ano no que se refere ao CO₂.



As outras emissões restantes de carbono na utilização da gasolina azul serão compensadas por meio de acordos de contrapartidas com certificação. O plano é de que o combustível já comece a ser disponibilizado em postos com abastecimento normal no decorrer do ano de 2021, iniciando pela Alemanha.

A Bosch já irá lançar a gasolina azul em seus postos de abastecimento no mês de maio. O início se dará pela fábrica de Schwieberdingen. Ainda, há o projeto de implementar a mesma em postos de abastecimento da companhia em suas localizações de Hildesheim e Feuerbach. Essa está programada para ocorrer também no restante do ano.



Ao que tudo indica, o fornecimento de gasolina convencional Super 95 E10 passará, gradualmente, por um descarte. Com isso, ela não será mais utilizada e será substituída.

R33 Blue Diesel

O R33 Blue Diesel já tem sido utilizado desde o fim de 2018 como o único combustível diesel em postos da Bosch para abastecimento de veículos internos e carros empresariais da marca. Com isso, o mesmo também já possui planos de estar em cada vez mais postos normais da Alemanha. Sabe-se que, até o momento, ele é disponibilizado em um total de oito postos com marcas diversas no país e a ideia é de expandir o negócio.

Leia também:  Diferença de um carro aspirado e um turbo alimentado?

Em nota oficial enviada pelo presidente de Soluções de Powertrain da marca Bosch, Uwe Gackstatter, a mobilidade está andando cada vez mais “amiga” do meio ambiente e, por esse motivo, é preciso garantir que nenhuma oportunidade técnica deixe de ser explorada nesse sentido, desde a eletromobilidade até os combustíveis renováveis. Para ele, qualquer pequeno montante de CO₂ que puder ser economizado irá culminar em um efeito positivo nas metas climáticas globais.

Conforme Feliz Balthasar, principal responsável pelos combustíveis especiais da marca Shell, o novo combustível é fundamental em termos de sustentabilidade, já que representa um enorme passo para a maior produção de energia limpa para os motores que funcionam a gasolina. Ainda, durante o comunicado, o chefe de Desenvolvimento dos Motores de Combustão Interna da VW, Sebastian Willmann, afirmou que a gasolina azul é um fundamental alicerce em redução efetiva de carbono por parte de veículos.

Isso ocorre devido à alta estabilidade em armazenamento do mesmo, tornando-o adequado também em conduções híbridas plug-in. Isso quer dizer que, em um futuro não muito distante em que será considerada a ideal infraestrutura para que os veículos funcionem com baterias e o carregamento dessas por energia elétrica, o combustível poderá permanecer em depósitos por um período mais longo.

Alto padrão da Gasolina Azul

A nota enviada pelas empresas confirma que foram definidos os mais altos padrões de qualidade no que se refere ao combustível e para a sustentabilidade. Por isso, a gasolina azul estaria em conformidade com o EM 228/E10, de forma a ultrapassar o imposto nos parâmetros exigidos sobre comportamento de ebulição e de estabilidade para armazenamento.

Além disso, os aditivos acrescentados possuiriam alta qualidade, de forma a manter o motor limpo e protegê-lo da corrosão. Com isso, sua distribuição seria fácil e garantida para todos os veículos existentes para os quais foi aprovada a gasolina Super 95 E10.

Leia também:  Renault Alpine A110-50 - Apresentação no Salão do Automóvel de São Paulo 2012

Kellen Kunz

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.