Vender carro pode não ser uma tarefa fácil durante a pandemia



Vender carro em épocas turbulentas pode não ser uma situação de fácil resolução. Em uma época em que muitas pessoas estão contraindo dívidas por conta da quarentena e do fechamento dos negócios, a tendência é um aumento bastante significativo das pessoas que desejam vender seus veículos para honrar as suas dívidas.

Espera-se que a produção de carros novos caia cerca de 13% mundialmente, dando espaço para a comercialização de carros usados e seminovos. Mas aí vem outro xis na questão que é o poder de compra dos brasileiros que neste momento está bastante reduzido, e ficará ainda pior.



Muitos acreditam que esta seja a pior crise desde a Segunda Guerra Mundial, e isso se refletirá também nas pequenas e médias lojas de carros. Afinal, quanto gás essas empresas possuem para enfrentar a crise?

Veja também:  Hyundai Creta Action 2020 - Preço e Diferenças da Nova Versão

Na Europa, países como Espanha e Itália aparentemente estão chegando no pico de casos, o que levaria a criar expectativas sobre um afrouxamento nas medidas restritivas. Mas ainda é bastante cedo para se falar em relaxamento.



No Brasil, por exemplo, não estamos nem a um mês em quarentena, e mesmo assim os impactos em diversos setores da economia já são gigantescos.

Como vender carro na pandemia?

Haja vista que nada está sendo feito presencialmente, a única alternativa é partir para os ambientes online. Para isso, a dica é anunciar o seu veículo nas Redes Sociais, especialmente Facebook e Instagram, ou então nos portais de Classificados, como OLX e Webmotors. Mesmo assim, caso exista um interessado em ver o seu veículo, não esqueça de tomar todos os devidos cuidados para se proteger do coronavírus.

Veja também:  Fiat Strada Volcano x Fiat Toro Endurance - Qual é Melhor?

A nova recomendação do Ministério da Saúde é que todas as pessoas utilizem máscaras ao sair de casa, uma vez que até mesmo as gotículas de alguém próximo a você podem transmitir o vírus adiante. O Covid-19 é realmente um vírus de contágio exacerbado.

Se um interessado quiser ver o seu carro, deixe ele fazer um test-drive, porém, trate de higienizar completamente o veículo após o seu uso. Precaução nunca é demais.

Oportunistas

Em época de crise sempre haverá os que choram e os que riem. Nesse sentido, ao ver um veículo anunciado por um valor X, oportunistas poderão querer oferecer apenas 70% do valor da Fipe do seu veículo. Avalie muito bem se este é o momento certo para a venda.

Veja também:  Peugeot Landtrek no Brasil - Novidades e Fotos da Nova Picape

Motoristas de Aplicativos

Um nicho que está sofrendo bastante com a pandemia é o de aplicativos de mobilidade urbana. Além de o número de corridas estar irrisório, existe um segundo grande fator que pode quebrar muita gente, que é o de financiamento do veículo usado para o trabalho. Sem corridas, o motorista fica impossibilitado de pagar a sua parcela de financiamento e o veículo pode ser apreendido. Neste caso, o correto é entrar em um acordo com a financeira para que esta prorrogue o pagamento das parcelas, deixando para 60 ou 90 dias, quando a situação possivelmente estará melhor.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.