Novo Honda Fit Type R 2020 – Nova Versão Esportiva



Honda pode lançar nova versão esportiva e elétrica do Honda Fit.

O Honda Fit foi lançado a 17 (dezessete) anos, em abril de 2.003, modelo 2.004. Inicialmente ele tinha as versões LX e LXL, com 80 (oitenta) cv produzidos por um motor de 1.35 litros a gasolina, tendo a opção de ter a transmissão CVT.

Em 2.005 a versão EX trouxe um motor de 1.5 litros, com comando variável VTEC, com 16 (dezesseis) válvulas e com 105 cv. A evolução continuou em 2.007 com as versões 1.35 flex.



Em 2.008 veio um visual esportivo, com a série especial S, onde nesse mesmo ano, em outubro, saiu a chamada, "segunda geração" com as versões EX, EXL, LX e LXL. Os motores deles eram Flex com 16 válvulas, de 1,35 e 1,5 litros. A inovação veio no câmbio, com caixa automática, substituindo a CVT.

Três anos se passaram para surgir uma versão mais acessível, chamanda de "DX". No ano seguinte, 2.012, uma nova mudança aconteceu no para-choques, faróis e nas grades.

Veja também:  Novo Chevrolet Tracker 2021 - preço e características


Em 2.013, o "Fit Twist foi desenvolvido para o mercado brasileiro, abusando de uma versão mais aventureira.

A versão CX surgiu em 2.014, sendo mais simples e com caixa de transmissão automática. Com um motor 1,5 se tornando padrão, a terceira geração surgiu no mercado da Honda como modelo 2.015.

Com alterações no seu visual, no sistema de áudio e nos equipamentos de segurança com controle de estabilidade, em 2.017 surgiu o "WR-V", modelo 2.018.

Atualmente, a quarta geração está bem mais potente. Na versão européia, ele tem 108 cv com motor 1.5 eletrificado. A velocidade máxima está chegando a 175 quilômetros por hora, tendo uma aceleração de zero a cem km/h em 9,4 segundos. Existe a possibilidade de termos uma variação com motor 1.0 turbo em breve.

A variação chamada de "Type R" pode ser lançada em breve, mas nenhuma confirmação oficial foi divulgada pela Honda. Nesses rumores, até uma versão com motor elétrico foi mencionada, chamada inicialmente de "Honda E", melhorias no torque iriam acontecer, surgindo assim uma versão esportiva mais atraente e interessante.

Veja também:  Sensor de álcool para detecção de embriaguez ao volante

O Honda Fit 2.020 está, atualmente, com 5 (cinco) versões. A DX, a EX CVT, a ELX CVT, a LX CVT e a versão Personal CVT, todas 1.5.

Falando dessa última versão, que é Flex e destinada a pessoas com deficiência física (PCD), o consumo em quilômetro por litro fica, na cidade, com 8,3 no álcool e com 12,3 na gasolina. Já na estrada, o consumo fica com 9,9 no álcool e com 14,1 na gasolina, conforme ficha técnica fornecida pelo site "icarros.com.br".

Com tração dianteira e direção elétrica, usando o álcool temos 116 cv e um torque de 15,6 kgf.m, na gasolina, os números passam para 115 cv e 15,5 de torque.

Essa ficha técnica mostra que essa versão pesa 1.073 quilos, tem 4,096 metros de comprimento, 1,694 metros de largura e 1,536 metros de altura.

Veja também:  Novo Ford Bronco Sport 2021 - Lançamento, Novidades e Preço

O tanque possui uma capacidade de 46 litros e o porta-malas tem capacidade para uma carga de 363 litros.

No que diz respeito a segurança, essa versão vem airbag para motorista e passageiro dianteiro, freios ABS e o alarme.

A distância entre eixos é de 2,53 metros e a frenagem tem distribuição eletrônica.

Ele vem ainda com ar-condicionado e travas elétrica, piloto automático e o volante tem regulagem de altura.

Nas suspensões, temos, na dianteira, o que chamamos de tipo "McPherson, barra estabilizadora e molas helicoidal. Já na traseira, temos eixo de torção e as mesmas molas citadas na dianteira.

Nas janelas, temos os vidros elétricos na dianteira e na traseira. O desembaçador traseiro é outro item de fábrica dessa versão.

Outro item de fábrica dessa bela máquina é o computador de bordo.

Fernando Ferreira Dias Junior

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.