Fim do Fiat Palio Weekend



Modelo sai de linha depois de 20 anos.

Os grandes modelos também envelhecem. As grandes companhias automobilísticas entendem que hoje o mundo é outro.

Após duas décadas e três anos, ou seja, desde 1997 no mercado, o modelo Fiat Weekend (hoje, ex-Palio) teve sua produção definitivamente suspensa, conforme nota oficial emitida pela assessoria de imprensa da unidade de fábrica estabelecida na cidade Betim, Estado de Minas Gerais.



Esse finais de produção sempre são um marco nas empresas. As últimas unidades montadas saíram das linhas de montagem na última segunda-feira, dia 27 deste mês de janeiro de 2020. Entretanto, algumas unidades ainda permanecem no estoque de muitas concessionárias pelo país. Portanto, este semana foi produzida a derradeira perua compacta, intensamente comercializada em todo o mercado automobilístico brasileiro, completando um ciclo que não voltará mais, daqui por diante.

Conforme os dados históricos estatísticos que compõem essa produção, ao longo de mais de duas décadas foram produzidas em torno de 530 mil unidades, ou mais, do modelo em questão (Palio) Weekend. O número é assombroso. A ficha técnica atualizada deste modelo, das últimas unidades, é a seguinte:

Veja também:  IPVA BA 2020 - Alíquotas, Descontos, Como Pagar


São duas versão. A primeira é a Attractive, equipada de motor tipo 1.4 com desempenho de 85 CV. A segunda é a versão Adventure, equipada de motor tipo 1.8, com desempenho de 132 CV. No caso da perua, suas unidades ainda se encontram disponíveis dentro do configurador do site oficial da companhia. Os valores no mercado são, respectivamente: 67.990 e 85.590 reais.

A história do Fiat (Palio) Weekend compreende o seguinte:

Sua produção iniciou no ano de 1997. Naquela década, este veículo ainda exibia, na sua parte dianteira, o nome original, Palio, para deixar claro a todos que se tratava de uma versão estilo perua, da categoria compactos. Em ambos eram mantidas as características que os aproximava no design. As duas versões básicas estava equipadas do seguinte modo: um motor em 1.5 (8V) e desempenho de 76 CV em potência, no caso a versão Style e a versão Sport. Os último modelos fabricados estão equipados de 1.6 (16V), entregando desempenho de 106 CV.

Veja também:  Nova Fiat Strada 2021 - Novidades

A partir do ano de 2010 começaram a ser equipados de motores oriundos da família E.torQ; no ano de 2012, esta mesma perua foi aperfeiçoada pela última vez. Esta sequência de aperfeiçoamentos foi perpetrada por meio dos engenheiros do Centro de estilo da Fiat. No ano de 2015, este mesma perua passou por significativo processo de mudança, o título “Palio” foi retirado do emblema e ele foi rebatizado como Fiat Weekend.

Ao longo desses 23 anos de história deste modelo, as atualizações operadas sobre a sua produção tiveram o papel de um verdadeiro cirurgião plástico, tentando rejuvenescer um ser mais velho. Mas, agora, a idade finalmente alcançou o Weekend. Agora o modelo sai de linha e dará lugar, na esteira de produção, à nova geração, que precisa ser expandida.

Veja também:  Peugeot Lantrek 2020 - Lançamento, Especificações

Qual a razão da suspensão?

O antigo e atualizado Palio já não tinha mais meios de fazer seduzir consumidores, era quase uma colcha de retalhos. Muitos jovens, nascidos em 1997, ou preferem um Galaxy 1970 ou o modelo mais atual possível. No Palio este este meio termo se torna dispensável, não sendo nem muito antigo, nem muito atual. Na atualidade, grande parte dos clientes é de profissionais frotistas e das forças de segurança pública.

A última vantagem agregada ao Palio foi a anexação dos ganchos Isofix e da inclusão de um cinto de segurança central de três pontos para o banco traseiro. Todos os acessórios que foram sendo incluídos nesse modelo, que agora entoa seu canto do cisne, já estão compondo os modelos das novas gerações de linhas sendo produzidas.

Paulo Henrique dos Santos

Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.