IPVA 2020 em MG – Valor, Calendário de Pagamento, Como Pagar



Confira aqui mais detalhes sobre o pagamento do IPVA 2020 em Minas Gerais.

O IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) começará a ser pago em 13 de janeiro em Minas Gerais. Neste ano, a boa notícia é que o tributo estará, em média, 10% mais barato. Porém a redução ainda pode ser maior para motoristas que pagaram o imposto em dia nos últimos anos.

Se você quer saber quanto irá pagar neste ano , é só clicar no site da Secretaria da Fazenda de Minas Gerais (http://www.fazenda.mg.gov.br/empresas/impostos/ipva) e informar o número de Renavam.



O contribuinte também pode tirar suas dúvidas pelo número 155 ou pelos aplicativos IPVA MG e MG APP, que podem ser baixados na loja de aplicativos do seu smartphone.

Minas Gerais possui a segunda maior frota de veículos, ficando atrás apenas de São Paulo. Em se tratando de automóveis são 6,1 milhões e, em relação a motocicletas, são 2,5 milhões, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas).



Conforme a Secretaria da Fazenda, em média, os proprietários pagarão R$ 587,90 com IPVA em 2020. Os carros zero quilômetro, que foram emplacados no ano passado, devem apresentar uma média de R$ 944,21 em relação ao tributo.

Veja também:  Kia Rio 2020 - Lançamento, Novidades e Preço no Brasil

Os valores estão aproximadamente 10% mais baixos que o ano passado devido à desvalorização dos veículos, que ocasionou a queda de 2,96% na base de cálculo.

Atualmente a Secretaria da Fazenda de Minas Gerais trabalha com as seguintes alíquotas sobre o valor do bem:

  • ônibus, micro-ônibus, trator, caminhão e veículos de locadora: 1%;
  • motocicletas: 2%;
  • automóveis, caminhonetes e utilitários: 4%.

Pagamento deve ser feito na rede bancária a partir do dia 13

Confira o cronograma de pagamentos do IPVA em Minas Gerais de acordo com o número final da placa:

  • 1 e 2: 13/01, 13/02 e 13/03;
  • 3 e 4: 14/01, 14/02 e 16/03;
  • 5 e 6: 15/01, 17/02 e 17/03;
  • 7 e 8: 16/01, 18/02 e 18/03;
  • 9 e 0: 17/01, 19/02 e 19/03.

A data de vencimento da primeira parcela também é válida para quem deseja fazer o pagamento do IPVA à vista, com desconto de 3%.

O contribuinte deve comparecer na rede bancária informando o número do Renavam ou imprimir a guia de pagamento no site da Fazenda (o mesmo que usou para consultar o valor) ou ainda procurar uma unidade de atendimento da Secretaria da Fazenda.

Veja também:  Volta dos Radares Móveis nas Estradas Federais

O tributo pode ser pago nos seguintes bancos: Caixa Econômica Federal, Bancoob, Mais BB, Bradesco, Banco Postal, Mercantil do Brasil, Santander e casas lotéricas.

A Secretaria de Fazenda reforça que não emite a guia de pagamento pelos Correios. Portanto, o proprietário que recebeu boleto em nome do governo não deve utilizar o papel para efetuar o pagamento, pois trata-se de um golpe.

Programa Bom Pagador reduzirá a taxa do imposto

O programa Bom Pagador consiste no reconhecimento dos contribuintes adimplentes em forma de abatimento nos tributos.

Motoristas que pagaram o IPVA em dia nos dois últimos anos consecutivos, seja à vista ou parcelado, terá um desconto de 3% sobre o valor final do tributo.

Aproximadamente 5% dos contribuintes deixam de pagar o imposto, segundo a estimativa da Secretaria de Fazenda. A taxa de inadimplência prejudica os planos de arrecadação. Neste ano, a meta é arrecadar R$ 5,93 bilhões com o imposto para o governo mineiro.

Do lado oposto, quem atrasar a quitação do tributo pode pagar multa diária de 0,33% e juros de mora fundamentados na taxa Selic. Após dois meses de atraso, a multa passa a ser de 20% do valor total do IPVA.

Veja também:  DPVAT 2020 - Novos Valores e Como Pagar

Quem preferir pode pagar o imposto no cartão de crédito com parcelamento em até 12 vezes. Porém, é preciso confirmar com a operadora de cartão e a Secretaria de Fazenda se a bandeira do cartão está credenciada junto ao governo.

Desse modo, o governo mineiro receberá o pagamento à vista, repassado pela operadora do cartão, porém, o contribuinte se valerá do parcelamento com juros da maquininha. Segundo especialistas, essa modalidade de pagamento não é recomendada devido ao pagamento dos juros.

O não pagamento do IPVA impede a quitação da taxa de licenciamento, que neste ano é de R$ 105,78. O tributo vence em 31 de março para todos os finais de placa.

Sem o licenciamento em dia, o veículo não pode rodar, sob o risco de ser apreendido numa fiscalização e ocasionar o pagamento de multa de R$ 293,47 e soma de sete pontos na carteira do proprietário.

Texto de Maria Gizele da Silva

Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.