Recall Ford Fusion 2015 – Problema nos Cintos de Segurança



Chamado atinge modelos produzidos no ano de 2014.

Atenção. A Ford acaba de anunciar um novo recall. Dessa vez a convocação é para veículos do modelo Fusion cujo ano de fabricação é 2014. Dessa forma, se você possui um veículo do modelo informado continue a ler este texto e fique por dentro de tudo sobre a convocação da Ford.

É isso. A Ford, que é uma fabricante de veículos de qualidade consagrada em todo o mundo, anunciou recentemente uma convocação para veículos do modelo Fusion. De acordo com as informações da fabricante de automóveis, o recall se deve ao fato de haver um defeito no cinto de segurnaça da parte dianteira. Na realidade, o recall possui caráter preventivo, já que apenas algumas unidades do modelo em questão podem apresentar o defeito. Mas, para tranquilidade de todos e segurança, todos os veículos com a mesma data de fabricação devem passar pelo reparo.



Mais precisamente, de acordo com a fabricante, o defeito se dá no mecanismo do pré-tensionamento, que pode ocorrer de ter o seu cabo partido em situação de colisão, o que se dá pelo fato de estar exposto a temperaturas altas que são geradas no pré-tensionador quando acionados, o que resulta na diminuição da resistência deste componente.

Veja também:  Chery Arrizo 5e - Novo Carro Elétrico chega ao Brasil

Já os modelos que estão sendo convocados para o recall têm como ano de fabricação 2015, sendo que os 8 últimos números de chassis devem estar no intervalo entre FR100443 e FR199580.



A campanha que é preventiva afetará as unidades de veículos fabricadas do dia 1º do mês de agosto do ano de 2014 até o dia 20 do mês de novembro do ano de 2014.

Procurando solucionar este problema, a Ford irá aplicar um revestimento com ação isolante. Dessa forma, o cabo deste mecanismo de pré-tensionamento de altas temperaturas ficará protegido sem o risco de rompimento.

Os proprietários de carros que estejam na convocação podem ficar tranquilos pois o reparo será realizado de forma gratuita. Aliás, é garantido por lei que o recall deve ser gratuito para o consumidor, assim como as fabricantes e concessionárias não podem impor uma data limite para a realização do reparo.

Veja também:  Recall Volkswagen T-Cross 2019 - Problema no Eixo Traseiro

Diante disso, quem possuir um veículo a ser reparado é preciso fazer o agendamento do serviço em uma concessionária autorizada pela marca. Feito o agendamento, o tempo de reparo não deve passar de 40 minutos.

Quem estiver em dúvida em relação ao chassi ou outras informações sobre o recall, a Ford disponibilizou o número 0800-703-3673. Além disso, também podem encontrar informações no site www.ford.com.br.

Diante das informações, se você possui um carro cujo número do chassi esteja envolvido neste recall da Ford, não deixe de se informar e fazer o agendamento para o reparo. É rápido, é gratuito e é uma garantia de que tudo está bem com seu veículo e consequentemente com os ocupantes dos bancos dianteiros. Por isso, programe-se e compareça ao recall. A Ford não informou o número de unidades a serem reparadas, mas garante que todos irão receber atendimento.

Veja também:  Kia Cerato 2020 - Novidades e Preço

É claro que quem compra um carro novo não espera em tão cedo comparecer em uma ofcina mecânica, a não ser pelas manutenções que geralmente as concessionárias oferecem na compra do carro. Contudo, é possível e tem acontecido bastante de os veículos já saírem da fábrica com algum problema ou com o risco de apresentarem algum problema. A grande vantagem é que os fabricantes de carros estão sempre de olho na qualidade dos carros que produzem e se responsabilizam pelos seus consumidores. Por isso fazem o recall. Uma informação interessante é de que quando se trata de recall, os brasileiros em sua maioria não levam seus veículos para a realização de reparos. O que é um erro, pois o recall quando anunciado é porque é realmente necessário.

Sirlene

Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.