Fim do Ford Fusion em 2020





Modelo já começa a sair de linha nos Estados Unidos. Focus Hatch e Fiesta também devem seguir o mesmo destino.

A montadora americana estava falando sério quando declarou que reduziria seu “elenco” – O sedan também não será mais vendido no Brasil no estado de 0 km.

O Ford Fusion vai seguir a tendência e entrar na fila de extinção, juntamente com o Focus hatch e o Fiesta. O prazo de validade do modelo vai chegar daqui a 1 ano e meio (final de 2020). O modelo já perdeu uma de suas versões na terra natal da montadora: os Estados Unidos.




Quem quiser comprar um Ford Fusion 0 km no último ano em que ele estará disponível nos Estados Unidos não terá mais a configuração “Sport” como opção. Essa configuração é considerada a top de linha no país de Obama. Tem motor 2.7 L com Ecoboost V6, potência de 245 kW (329 cavalos) e torque de 52 kgfm. No ano que vem, se optarem por esta versão, os americanos terão que comprar um carro usado.

Veja também:  Ford Ka Freestyle 1.0 2020 - Novidades e Preço

Não é novidade

Mas isso não pegou os fãs do Fusion de surpresa. Há pouco mais de 1 mês (maio de 2018) o presidente da Ford, James Hackett, anunciou a intenção de descontinuar os modelos sedans para dar mais ênfase nos SUVs e pick-ups. Portanto, o Fusion (assim como o Fiesta) já tinha data marcada para sua extinção.


O que realmente é novidade é que temos uma data aproximada para o fim da fabricação do Fusion no país do Chaves. E sabemos também que os veículos que serão fabricados no resto de 2019 serão as versões básicas e intermediárias (sem a versão top).

Ainda tem chão pela frente

Mesmo com a má notícia da indisponibilidade da versão mais top, o consumidor ainda terá ótimas opções. A fabricação termina junto com a década de 2010 (no fim desse ano), mas ainda haverá um bom estoque para vender como novo como modelo 2020. O consumidor não terá a opção do motor 2.6 L novo, mas terá a opção do 2.0 L.

Veja também:  Renovação da CNH pela Internet em SP

Mas e no Brasil? Sim, amigo… Ele também se vai por aqui.

Como o Fusion brasileiro também vem do México, assim como o dos Estados Unidos, é de se esperar que suas vendas também encerrem no Brasil. O Ford Fusion brasileiro vai seguir o modelo dos Estados Unidos até na hora da morte.

Mas não foi apenas nos Estados Unidos que o modelo perdeu uma versão. No país do futebol já ficamos sem uma versão, a que tinha um motor 2.5, que deixou de ser opção com a reestilização do sedan.

A cidade de São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista, vizinha da cidade de São Paulo, verá o fechamento da fábrica que produz o hatch Ford Fiesta, que encerrará sua história no Brasil ao decorrer do ano. Outro modelo que já está dando adeus é o Focus Hatch, que foi há pouco tempo retirado do site da Ford Brasil

Veja também:  Ford F-150 Raptor 2020 - Novo Motor V8

Deve continuar na Europa

Hoje o Fusion é produzido apenas em dois países do mundo: o México e a Espanha. Com o fim da produção no México, só vai sobrar a produção espanhola. Com isso, o modelo deve sobreviver na Europa. As chances de importação desse modelo europeu não são altas, já que o preço ficaria bem alto devido aos custos de transporte e impostos.

Pequeno resumo sobre o Fusion

A produção dos primeiros Fusions começou há quase 14 anos (em 1 de agosto de 2005). O Fusion substituiu o Mondeo nos mercados latino-americanos. Desembarcou no Brasil em 2006 e já foi sucesso pelo excelente preço para o tipo de carro. Sua versão híbrida foi lançada há 9 anos no maior país da América Latina.

Por Bruno Rafael da Silva



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.