Quando Trocar o Pneu do Carro – Vida Útil e Prazo de Validade





Saiba aqui quando é a hora certa para trocar os pneus de seu carro.

Como tudo na vida, o pneu do seu carro também tem uma vida útil, mas essa está sujeita a uma série de variáveis que depende do cuidado que você tem pode aumentar ou diminuir drasticamente a validade de um pneu. Apesar de ser algo que afeta diretamente o rendimento do seu carro e pode te custar bem caro, a maioria das pessoas não sabe responder se o pneu do carro ainda está na validade ou como fazer a checagem disso. Por isso elaboramos aqui um guia para esclarecer quais são os cuidados básicos com os pneus e quando a troca deve ser efetuada.

Pneu tem data de validade?

A resposta para essa pergunta pode surpreender muitos, pneu não tem não tem validade, mas sim garantia. É comum entre os fabricantes a oferta de 5 anos de cobertura contra falha de fabricação a partir da data de produção do pneu ou da data de emissão da nota. Mas o consumidor deve ficar atento, já que a garantia não cobre mau uso do condutor

Veja também:  Land Rover Discovery Sport 2020 - O Que Muda e Novidades



Onde fica a data de fabricação?

Isso é um pouco confuso, já que a data de fabricação é na realidade um código. Ela fica carimbada na parte externa do pneu, próximo onde está escrito “DOT”. Os últimos 4 algarismos do código indicam a semana e o ano em que o pneu foi fabricado. Por exemplo: se os números são 3716, isso significa que a produção do pneu foi na 37ª semana de 2016.

Uma forma mais simples de verificar a garantia do pneu é com a nota fiscal. Normalmente a partir da emissão da nota fiscal, conta-se 5 anos de validade. Por isso é importância sempre pedir e guardar a nota fiscal com cuidado na compra do produto, além de comprar em um lugar autorizado.


Uso tem influência

A vida útil de um pneu depende muito da manutenção e do tipo de uso. Para pneus de carros de performance, aqueles que suportam velocidades acima de 210 km/h, o fabricante recomenda efetuar a troca em 5 anos, já que por causa da velocidade a maior aderência é muito importante.

Veja também:  Honda Pilot - Novo SUV tem Registro no INPI

Já para carros populares, a validade sobe em 100% e chega até 10 anos, mas isso quando o pneu estiver com a conservação, balanceamento, calibragem e alinhamento em dia. Sendo percebido qualquer anormalidade, o melhor é sempre conferir seu estado em uma boa oficina.

O balanceamento de rodas, o alinhamento de direção e o rodízio é recomendável verificar a cada 10 mil quilômetros rodados, mesmo que o condutor não tenha percebido nenhuma normalidade, já que ela pode existir de maneira imperceptível, mas mesmo assim danifica o pneu. No caso da calibragem, o recomendável é que seja feita em média a cada 20 dias, sendo importante que os pneus estejam frios.

Se você sentir que há algo de errado no pneu, mesmo dentro da garantia do fabricante, a sujestão é ir em um especialista ou na revenda especial para melhor avaliação, independente da aparência de novo do pneu, já que ele pode ter sofrido um dano lateral.

Veja também:  Kia Cadenza 2020 - Reestilização e Novidades

O estepe também deve ser trocado em um prazo máximo em 10 anos, já que apesar de pneu nunca ter rodado, a borracha passa por um processo natural de deterioração e envelhecimento.

Vale investir em pneus usados?

Os especialistas nunca recomendam comprar um pneu usado. Já que além do Instituto de Pesquisas Tecnológicas não emitir laudo de verificação, no caso dos pneus reutilizado, a banda de rodagem pode ser nova, mas a carcaça já é antiga.

Nunca use pneu careca

O pneu está careca” quando está liso e com o sulco abaixo de 1,6 mm. Caso um agente de trânsito verifique que o estado dos pneus está abaixo do nível da banda de rodagem, o condutor pode ser multado, sendo que a regra vale também para o estepe. A multa para quem não cumprir é de R$ 195,23 mais cinco pontos na carteira.

Gabriel Bem



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.