Chevrolet Montana 2020 – Novidades e Preço





Modelo deve chegar às concessionárias com preços a partir de R$ 54 mil.

Batendo uma marca de 750 mil unidades produzidas, a montadora Chevrolet faz com que o modelo Montana chegue a sua linha 2020 com valores que iniciam em R$ 54.290. Esse número de veículos produzidos coincidiu com o desembarque da nova linha do modelo desenvolvido pela GM para o mercado brasileiro, marca atingida com as picapes fabricadas desde o ano de 1983, onde a primeira delas ficou conhecida como Chevy 500, a qual se derivava do Chevette e teve sua produção descontinuada no ano de 1995.

A picape pequena da montadora americana tem seu projeto atual derivado do modelo Chevrolet Agile, o qual apareceu no mercado em meio a crise que acabou por levar a marca à concordata nos Estados Unidos. Assim que o hatch chegou ao seu fim, modelo este que era baseado no Chevrolet Celta, a sua variante ainda acabou por continuar no mercado.

Veja também:  Carros Elétricos - Mitos e Verdades



Contando com uma capacidade útil de carga de 756 kg, a Montana em sua linha 2020 será comercializada no mercado brasileiro em duas versões, sendo a Sport e a LS, onde a primeira é vendida pelo valor de R$ 65.090. Sendo a quarta geração de picapes pequenas desenvolvidas pela GM em território brasileiro, depois da Chevy 500, da Corsa Pickup, da Montana “C” e também do atual modelo, o veículo tem como foco os clientes que desejam usa-la para trabalho e desta forma sua concepção acaba por ser bem simples.

A pequena picape vem construída com um motor longevo de 1.4 litros e com 8 válvulas, possuindo quatro cilindros, os quais possuem a capacidade de gerar uma potência de 94 cavalos ao ter seu tanque abastecido com gasolina e uma potência de 99 cavalos ao fazer uso de etanol. A Montana linha 2020 possui ainda um torque de 12,9 e de 13,0 kgfm, com seus respectivos combustíveis, os dois alcançam tal marca assim que o motor atinge 3.200 rotações por minuto. Dotado de uma caixa de transmissão manual com cinco velocidades e tração em seu eixo dianteiro, a caminhonete conta com uma litragem de 1.152 em sua caçamba de carga e uma capacidade de armazenar 49 litros em seu tanque.

Veja também:  Fim do Fusca - Encerramento da Produção Mundial

O diretor de Vendas da General Motors, Marcelo Tezoto, conta que no caso deste modelo a maior parte dos consumidores acabam sendo os pequenos comerciantes, atingindo uma marca de 45% dos clientes e os prestadores de serviços são 25% desta cota, os quais precisam realizar o transporte de pequenas cargas em trecho urbano com uma certa agilidade, além de ter um custo baixo custo.

Com um desenho obsoleto, a nova Chevrolet Montana chega a linha 2020 sem nenhuma novidade. Sendo assim continua equipada com ar condicionado, direção hidráulica de série, travas e vidros elétricos, sensor de estacionamento, sistema de áudio, piloto automático, airbag duplo, capota marítima, entre alguns outros itens.

Veja também:  Novo Ford Mustang 55 Anos - Edição Especial

Com lançamento no ano de 2010, a atual Chevrolet Montana, por incrível que pareça não deriva da versão anterior, a qual era moderna construída em cima da plataforma do Opel Corsa que foi nacionalizada, sendo desenvolvida sobre a base do modelo Corsa B dos longínquos anos 1990, porém que foi simplificada por meio do Chevrolet Celta.

Na retrospectiva, o ano que melhor se comercializou a Montana foi 2012, período que contou com 48,5 mil veículos emplacados. Do ano seguinte em diante as vendas tiveram uma forte queda ano após ano, menos o período de 2016 para o ano de 2017, onde tiveram um aumento de 14,8 mil para a marca de 14,9 mil veículos licenciados. Já no ano passado somente foram comercializadas 13,1 mil unidades. As concorrentes principais no mercado são a Volkswagen Saveiro e a Fiat Strada

FILIPE R SILVA



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.