Catalisador do Carro – O Que Faz, Manutenção e Quando Trocar





Conheça aqui todos os detalhes sobre o Catalisador do Carro.

Antes de iniciar o tema do artigo, uma breve introdução básica se faz necessária. O Catalisador consiste em um dispositivo físico que compõe o sistema de escapamento de veículos, cuja função está em tornar mais eficaz a queima dos gases de combustão, de modo a reduzir a poluição atmosférica produzida.

O conceito é simples, dado que se trata de um termo derivado de “catálise”, que é descrito no dicionário Michaelis do seguinte modo: “trata-se de um fenômeno que causa um tipo de alteração da velocidade sobre uma reação química, por meio de adição de uma substância, sendo esta o catalisador”.




Este tipo de dispositivo, o Catalisador, começou a ser utilizado e comercializado no Brasil a partir da década de 90, proliferando de modo ligeiro. Atualmente, esta peça está instalada em todo tipo de automóvel, desde motocicletas e automóveis até ônibus e caminhões, como dispositivo obrigatório.

Veja também:  Novo Mitsubishi Pajero Sport 2019 - Análise e Preço

Portanto, devido à imensa quantidade de veículos circulando por todo o país, o catalisador tornou-se peça fundamental na redução dos níveis de emissões de poluentes na atmosfera.


Em detalhes, este dispositivo funciona do seguinte modo:

Esta peça tem por função operar um filtro rigoroso, de modo a transformar os típicos gases nocivos, tais como o Óxido de Nitrogênio -NOx; o Monóxido de Carbono – CO e os diversos tipos de Hidrocarbonetos – HC, em substâncias mais inofensivas, que podem ser respectivamente citadas como: o Dióxido de Carbono – CO₂; o Nitrogênio – N₂ e até em água – H₂O. De acordo com a empresa que produz autopeças, a Umicore, em torno de 98% dos poluentes emitidos por meio do funcionamento dos motores passam a oferecer menor risco à saúde, graças ao funcionamento do catalisador.

Conforme a avaliação da gerência de desenvolvimento técnico da Basf para a América do Sul, no interior dos grandes centros, sobretudo, é fundamental efetuar um tratamento urgente de todo tipo de gases combustíveis. Instituições ambientalistas e as autoridades médicas são unânimes em alertar sobre as substâncias tóxicas que provocam uma série de doenças e prejudicam o meio ambiente.

Veja também:  Novo BMW i3 120AH 2019 - Pré-Venda e Preço no Brasil

Portanto e sobretudo nas regiões onde existe grande concentração de automóveis, a ausência do dispositivo catalisador poderia acarretar em consequências terríveis, levando em conta todo tipo de doenças respiratórias entre outros grandes problemas de saúde pública resultantes da poluição dos escapamentos.

É evidente que os tipos de catalisadores variam em conformidade com os tipos de veículos. Por exemplo: existem projetos de catalisadores bastante variados, abrangendo motores equipados em Turbo Compressor e em injeção direta, os quais são capazes de produzir consumo de combustível de forma muita distinta, sendo que até as propriedades do escape são alteradas.

Com relação ao modelo de automóveis híbridos, é exigido o mesmo tipo de sistemas catalíticos específicos, que são capazes de acionar automaticamente de modo instantâneo, operando eficientemente até sob as mais baixas temperaturas.

Veja também:  Land Rover Discovery Sport 2020 - O Que Muda e Novidades

Em geral, a peça do catalisador está embutida no carro, ou seja, ele chega ao consumidor desde a indústria e está sempre instalado de modo a operar perfeitamente, sendo projetado com precisão. Sua durabilidade e eficiência tem prazo mínimo de cinco anos ou de 80 mil quilômetros rodados.

Alguns especialistas explicam que depois deste prazo, o mesmo componente poderá permanecer nas boas condições por longo período ainda, dado que se trata de uma peça de longa vida útil.

Este tema é de grande importância para a atualidade, pois ele toca não apenas em um grupo específico de pessoas, mas atinge à sociedade no todo, abrangendo um método eficaz de redução de poluição que, por conseguinte, atinge à saúde das pessoas e do meio ambiente, estendendo-se até às leis.

Paulo Henrique dos Santos



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.