Novo Chevrolet Blazer XL 2019 com 7 Lugares





Novo modelo está mais agressivo e robusto.

Para quem gosta de novidades no mundo automobilístico, esta promete ser uma das melhores do 2019. Desta vez, a Chevrolet também decidiu surpreender os seus consumidores e anunciou desde o final do ano passado, o lançamento da nova versão da famosa Blazer, na versão chamada de XL.

Considerada como um grande sucesso de vendas no Brasil desde que foi lançada, a sua primeira versão chegou por volta de 1996, ela foi classificada como uma picape de porte médio e assim como a sua irmã, a S10, ela surgiu como uma opção aos consumidores brasileiros que, na época, eram presenteados com o primeiro veículo nesta categoria, a Ranger da Ford.




Fazendo uma analogia aos tempos atuais em relação ao sucesso de vendas dos veículos do tipo SUV, no final da década de 90, este tipo de picape virou uma verdadeira febre de consumo embalada pela abertura do mercado aos importados desde o governo do ex-presidente Collor de Melo.

Veja também:  Android Auto - Novos Recursos e Design

De lá para cá, ela passou por várias modificações, ganhou novos traços e motores mais atuais e potentes, o que contribuiu para manter o veículo na linha de vendas por todo este tempo. Na atualidade, a nova Blazer já ganhou um porte bem mais elevado e a sua última versão, a GrandBlazer pode ser adquirida nas concessionárias da marca por cerca de R$ 160 mil reais.


Embora a própria Chevrolet já tivesse anunciado que a nova versão importada não chegaria ao Brasil tão cedo, a versão que virá ao país não estava nos planos da montadora. O objetivo era colocá-la em mercados nos quais o SUV Traverse não estivesse presente, o que não é o caso do nosso mercado nacional.

Para quem estava acostumado com o visual tradicional da Blazer que todo mundo conhece, com certeza vai levar um susto com a nova versão XL. Afinal, a palavra certa para definir a nova versão é reestilização.

Veja também:  Fim do Toyota Etios - Modelo deve Sair de Linha

Daquele visual mais comportado, mais arrendondado e mais robusto, a nova XL herdou apenas a robustez. O novo design, mais atual e voltado para as tendências europeias, dão ao novo veículo um ar de muito mais agressividade e mais esportividade.

Além de todo o estilo, um detalhe que os fabricantes fazem questão de frisar é o seu comprimento. A nova versão está quase 14 centímetros maior em relação ao modelo comercializado no Brasil. Apesar da novidade, a montadora garante que a distância entre os eixos permanece com seus 2,87 metros.

Com um comprimento maior, ganha o consumidor que vai poder contar com um veículo com maior espaço interno. Entretanto, um detalhe chama a atenção: a traseira do veículo está mais alta e bem mais larga. Os engenheiros projetistas da marca fizeram questão de alongar o carro com o objetivo de aumentar a capacidade do porta-malas e concentrar todo o peso no eixo traseiro.

Veja também:  Novo HB20 e Onix 2020 - Previsões e Novidades

Com um veículo mais largo, a nova versão ganhou uma terceira fileira de bancos. A nova Blazer deve estrear, além de mais alongada, com uma capacidade maior para sete ocupantes.

Para quem gosta de escolher entre a melhor opção de motores, a XL vem com dois tipos: o V6 de 305 cv e o 2.0 Turbo de 240 cv, muito semelhante ao usado no Camaro. Para ambas as versões, o câmbio é automático de nove velocidades.

De acordo com a própria Chevrolet, a nova versão não será fabricada no Brasil, sendo restrita inicialmente à China. Entretanto, isto não restringe a importação deste modelo para as concessionárias brasileiras.

A própria montadora já anunciou que será necessário que ela seja montada em outros países fora do território chinês com o objetivo de atender a demanda. Para a América Latina, a intenção é instalar uma linha de produção no México, que atenderia a vários países deste continente, incluindo o Brasil.

Emmanoel Gomes



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.