Recall Honda HR-V – Problema no Freio Traseiro




Chamado envolve modelos do veículo produzidos entre 2016 e 2018.

Uma das maiores marcas automotivas do mundo, a Honda, anunciou no início do mês de novembro de 2018 que vai iniciar um grande processo de “recall” de um de seus maiores sucessos de vendas no Brasil: O HR-V.

A empresa fez o anúncio através dos meios de comunicação ligados ao setor automotivo e divulgou a data de 12 de novembro para que os consumidores brasileiros possam se dirigir a qualquer uma das concessionárias da rede espalhadas pelas diversas capitais brasileiras para a correção do defeito detectado nos veículos deste modelo.


Qual o defeito identificado que necessita de um recall urgentemente?

Segundo a Honda, existe a necessidade imediata da troca de uma peça do sistema de freio traseiro do veículo, que não foi aprovado em alguns testes feitos pela montadora e acusou um falha grave de funcionamento.

A peça, em questão, é um falha de fabricação de um dos pistões de calipers que é responsável por acionar o sistema de freio a disco nas rodas traseiras.

Veja também:  Mercedes-Benz EQC 400 - Lançamento, Características

De acordo com o marca, este componente apresentaria um sério vazamento do gás hidrogênio, que é utilizado como responsável pelo acionamento do sistema.


Como resultado do processo defeituoso, o gás poderá atingir o fluído de freio do sistema e levar ao aparecimento de bolhas, com a imediata redução da eficiência do sistema de frenagem.

Qual a preocupação imediata da Honda para com os proprietários dos modelo HR-V?

Segundo o comunicado divulgado pela marca nos meios de comunicação e em todas as concessionárias brasileiras, o defeito detectado nos testes mostrou o sério risco que muitos proprietários deste modelo estão correndo em sofrer uma série de lesões e traumas que podem ser fatais, além de sérios prejuízos materiais.

Mantendo a sua constante preocupação com seus consumidores, a montadora convoca a todos os proprietários da marca a verificarem se o chassi de seu respectivo modelo se encontra dentro da numeração a ser submetida ao processo de recall.

Veja também:  Hyundai Santa Cruz 2020 - Lançamento, Características

Segundo os dados divulgados pela empresa, no Brasil deverão ser cerca de quase 20.000 veículos afetados pelo defeito, depois que foi feito um levantamento dos lotes fabricados em território brasileiro que utilizaram o sistema com a peça defeituosa.

De antemão, segundo a fabricante, farão parte do grupo os modelos fabricados entre 2016 e 2018. Para se certificar melhor, os donos deste modelo deverão fazer a consulta pelo número do chassi.

Caso você não saiba aonde localizar a numeração do seu modelo, basta consultar o manual do fabricante e ele vai informar qual o local do seu veículo você deve encontrar esta classificação. Se mesmo assim, haja alguma dificuldade, basta levar o seu carro a uma concessionária mais próxima e os técnicos irão identificá-lo facilmente para você.

A Honda definiu a data de 12 de novembro para o início do processo e será preciso que, em alguns casos, o consumidor precise ligar para a sua concessionária para que seja feito o agendamento da troca.

Veja também:  Fiat Uno 2019 - Nova Versão Way e Preços

A substituição do componente defeituoso não vai acarretar custo algum para os seus respectivos proprietários, conforme divulgado pela montadora.

Para os modelos fabricados em 2016, deverão realizar o recall aqueles fabricados entre 05 de maio de 2015 e 02 de setembro de 2016, com numeração do chassi iniciado em 8C3RV e 93HRV.

Para o ano de 2017, estão incluídos os carros fabricados entre 06 de setembro de 2016 e 29 de junho de 2017, com chassi iniciando em 8C3RV e 93HRV.

A mesma classificação se aplica para os modelos 2018 fabricados entre 01 de junho de 2017 e 28 de setembro de 2018 e para a mesma numeração inicial dos modelos dos anos anteriores.

Caso você seja proprietário de um HR-V e que se enquadre dentro destes anos de fabricação, é bom ligar ou comparecer a uma concessionária da marca mais próxima de sua residência e se certificar que seu modelo vai precisar passar pelo recall.

Emmanoel Gomes

Relacionados



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.