Citroen C4 Cactus ganha Nova Versão de Entrada




Confira aqui mais detalhes sobre o Novo Citroen C4 Cactus.

Um dos lançamentos da marca Citroën mais esperados no Brasil é claramente o C4 Cactus, isso porque em divulgações de esboços do carro e algumas especificações mais avantajadas foram dadas como amostra para o público, isso deixou todos os que viram bem animados e ansiosos para o lançamento oficial. O carro, assim como a maioria dos modelos lançados atualmente, tem algumas características particulares em versões diferentes, por exemplo, como é o caso do Shine, até o momento a versão mais cara do SUV, e quanto mais são reveladas as novidades mais aumenta sua popularidade.

Possuindo esta versão mais cara, o modelo também tem uma versão de entrada, chamada Live, que virá como dito no começo com motor 1.6 do C3 e trazendo calotas, coisa que não é tão comum entre os carros atuais. Mas isso também varia devido à demanda de veículos com um custo mais acessível e maior comercialização da própria empresa.

Veja também:  Troca de Óleo do Carro - Cuidados e Dicas

Diferente dos outros modelos da Citroën o novo C4 não traz um estilo tão redondo como suas versões anteriores, o carro agora é um pouco mais "quadrado" e não possui tantas linhas assim como a maioria dos outros, isso então ainda sim remete à ideia de que a Citroën ainda se preocupa em manter um estilo mais redondo. Seus faróis lembram um carro de outra marca, ou alguns novos produzidos de outras também, tendo como exemplo o Fiat Toro, que traz os faróis de LED um pouco mais finos e estilosos, dando a impressão de um capô maior e a parte frontal um pouco mais alta e larga, porém, não imagine que isso é algo ruim, além de economizar um grande espaço está na moda, pois várias empresas vem o adaptando. Apesar desses faróis estarem nesta parte, os originais mesmo ainda reforçam em uma área localizada um pouco abaixo, e para completar, os de milha estão na parte total abaixo da frente.

Veja também:  Lexus UX 2019 - Características, Lançamento

A grade frontal do veículo continua trazendo o modelo das versões anteriores, puxando o risco desde o farol e ligando o logo que está na parte frontal centralizado, como sempre o cromado predomina nesta região. Por ser um SUV, tem uma altura razoável, não sendo baixo como um esportivo, por exemplo, e nem alto como uma picape.

Outra coisa que agrada agora na parte de desenvolvimento é o carro possuir a opção de troca de marchas automática, isso facilita muito ao condutor e atrai ainda mais um público mais exigente.


O seu design parece não ser tão aerodinâmico quanto o esperado, isso talvez devido ao seu modelo de SUV não querer seguir tanto isso, por ser um carro mais espaçoso e menos esportivo.

E como já dito anteriormente, a empresa aposta muito na quantidade de versões produzidas para alavancar suas vendas, pois seu público pode querer investir em alguns modelos diferentes, por exemplo, ao querer gastar menos, a versão Live é mais apropriada por ter um custo menor, porém, acompanhado do seu custo, desempenho menor e um pouco menos de acessórios, e é nesta parte que se diferencia a versão Shine, saindo por um preço mais alto, é consequentemente mais completo, tanto na parte de estética quanto de desempenho.

Veja também:  Chevrolet Cruze Black Bow Tie 2019 - Nova Série Especial

Em questão de preço, ainda não se sabe ao certo com precisão, mas presume-se que possa custar mais que o valor do Peugeot 2008, que atualmente está no mercado pelo valor de R$ 89.990. Isso porque a empresa resolveu investir um pouco mais em tecnologia e deixar o carro com um estilo um pouco mais futurístico e mais perto dos atuais, e segundo imagens divulgadas, não deixou a desejar.

Gustavo Martins

Relacionados



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.