Programa do Governo visa abater impostos de carros elétricos e híbridos




Governo lançará um projeto que beneficiará quem deseja comprar carros híbridos e elétricos no Brasil.

O presidente anunciará em breve um programa de incentivo ao setor automobilístico, que incentiva as pessoas a adquirirem carros híbridos e elétricos.

Esse projeto é um dos entraves de negociação sobre o livre comércio entre todo o Mercosul e também a União Europeia.


Porém, uma versão anterior do projeto já foi barrada na hora de sua votação, portanto há uma grande expectativa que dessa vez seja aprovado.

Todas as medidas preventivas foram tomadas para que o projeto dê certo desta vez.

Fazendo assim com que a renúncia dos tributos chegue a 1,5 bilhão de reais no período de quinze anos. Neste montante total estão englobados os impostos sobre todos os veículos híbridos e elétricos, como também de todas suas peças, abaixando de forma muito significativa os impostos sobre o veículo.


A política do programa não consiste em subsídios para os compradores em si, mas tem como foco principal trazer um certo interesse de investidores para que possam trazer para o Brasil essa tecnologia desenvolvendo novos produtos por aqui.

Veja também:  Mercedes-Benz Classe A Sedan 2019 - Novidades, Especificações

As regras serão praticamente as mesmas para as montadoras nacionais quanto para as internacionais igualando assim a disputa por mercado e encorajando ambas a investir pesado na produção desse tipo de automóveis.

Os créditos chegarão até 30% do valor nos veículos podendo assim abater no Imposto de Renda e na Contribuição Social.

Porém, quem descumprir as normas do projeto terá que desembolsar 20% do valor total de suas vendas, e essa regra serve tanto para as montadoras nacionais quanto para as importadoras.

Esse abatimento pode chegar a 40% se forem investidos nas áreas indicadas pelo governo.

Essa lista se estende a outros tipos de desenvolvimento na área assim como: nanotecnologia, big data, conectividade, motores a biocombustível e inteligência artificial os veículos autônomos.

Portanto, o governo espera que em breve nosso mercado automobilístico esteja completamente desenvolvido tecnologicamente, dando uma experiência de trânsito completamente diferente com a que temos no atual momento em nosso país.

Veja também:  Ford Ka 2019 melhora Resultado em Teste de Colisão

Na parte das vendas, o governo tem desenvolvido um plano econômico também bem sugestivo abaixando o IPI e as alíquotas dos carros elétricos e híbridos.

As taxas variam de acordo com o peso do motor. Chegando a um IPI de até 7%, vale ressaltar que esse valor hoje é de 25%. Como podemos observar essa diferença será bem significativa.

Essa medida do governo também prevê um outro Programa, que regulará e alavancará de forma positiva o mercado de veículos elétricos e híbridos.

Medidas como desenvolvimento de postos de recarga já estão sendo trabalhados em todo país através de empresas privadas.

Até o ano passado o Brasil possuía um registro de aproximadamente três mil veículos elétricos ou híbridos. Portanto, com esses projetos governamentais, a estimativa é que esse número cresça de forma inimaginável até 2020, fazendo que quase toda população brasileira já tenha trocado seus carros por carros desta categoria. Contribuindo de forma totalmente positiva com a preservação do meio ambiente.

Veja também:  BMW X5 Quarta Geração - Lançamento, Novidades

Como vimos há pouco tempo a greve dos caminhoneiros que parou o país, pelo motivo do preço de combustível, com certeza esse problema nunca mais existirá em nosso país se o governo conseguir realizar esses projetos com eficiência.

Vamos aguardar as novidades sobre o assunto, pois com certeza é o sonho de todo brasileiro poder carregar seu próprio carro em casa, tendo como custo apenas sua energia elétrica que já tem que ser paga todo mês mesmo.

Realizando viagens sem gastar valores absurdos com combustíveis, essa será uma realidade totalmente diferente com a que estamos acostumados a viver até hoje em nosso país.

Um dos maiores problemas econômicos que enfrentamos nos últimos anos é o valor do combustível, será que esse será o fim dessa luta contra as empresas petroleiras?

Por Ricardo Ferreira Rodrigues

Carro elétrico no Brasil

Relacionados



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.