Novo Volkswagen Tarek – Primeiras Imagens



  

Modelo será lançado para concorrer com o Jeep Compass.

Em meio ao crescimento nas vendas de SUVs no mundo todo, a Volkswagen já está correndo atrás do prejuízo acumulado devido ao pequeno investimento no setor. Isso se deu já que a montadora não tinha mostrado grande interesse em lançar novos modelos no segmento.

Com o novo mercado, somente para o ano de 2018, a alemã pretende lançar seis novos SUVs. E o destaque especial é para um compacto que já tem data de estreia na China em agosto. Trata-se de um modelo inédito e com produção confirmada para a Argentina até o ano de 2020. E o melhor: sua distribuição será global.

Como é conhecido internamente, o crossover Tarek será comercializado no Brasil para competir diretamente ao sucesso de vendas lançado pela Jeep, o Compass. O preço estimado do veículo é na faixa dos R$ 100 mil, podendo estar acima do valor.

Projeção do Tarek: o que podemos aguardar?

Apesar de ser uma novidade e tanto divulgada pela Volkswagen, ainda não há apresentação oficial do SUV, principalmente em relação ao visual do veículo. Porém, a montadora compartilhou um esboço preliminar sobre o mesmo durante a sua conferência anual para a imprensa. Com ele, especialistas conseguiram realizar uma projeção que ilustrasse um pouco mais sobre o Tarek, dando uma boa noção do seu design.




Veja também:  Fiat Uno 2019 terá Menos Versões e Antigo Motor 1.0 Fire

E o resultado, como não podia deixar de ser, surpreende. O SUV terá uma grade frontal de presença, bem larga e faróis com dimensões na mesma proporção. Para se ter uma base, o mesmo foi feito pela marca com outros modelos, como a nova geração do Tiguan, recentemente, e o Atlas.

E tudo indica que pouca coisa irá ser alterada do esboço feito para o modelo real, de forma a manter o estilo geral do para-choque. As alterações serão feitas somente nas entradas de ar nas laterais, sendo que as luzes de neblina devem seguir na parte inferior.

Já na parte traseira, infelizmente, não há nenhuma imagem que possa ser usada de base, necessitando da inspiração do autor nas linhas usadas pela fabricante para a sua produção, principalmente para o novo Tiguan. Porém, como se sabe, esse projeto não deve estar muito longe da realidade, já que a Volkswagen é uma das montadoras que mais reforçam e padronizam a identidade visual na maioria de seus carros.

Veja também:  CNH Digital em São Paulo

Na parte interna do Tarek, pode-se esperar que ele possua semelhanças com os demais lançamentos da marca, como é o caso do Jetta e do Polo. Porém, devido ao seu posicionamento e preço, tudo tende a se encaminhar para um nível de acabamento interno de um sedã médio.

SUV bem equipado

A montadora alemã tem chamado o veículo como o “SUV das pessoas”, de forma a passar a imagem de que ele será um veículo acessível e, ao mesmo tempo, virá bem equipado. Por isso, o que se pode esperar em termos de tecnologias é uma central multimídia comandada pelos gestos de seus usuários, com um painel digital Active Info Display e um controle de cruzeiro adaptativo, com itens que também aparecem em uma nova geração do Jetta.

Outras especificações

A plataforma do novo SUV é a MQB, a mesma utilizada no Golf. Como base será usado o Skoda Karoq.

A filosofia do Tarek é de ser mais barato do que o Tiguan, com dimensões semelhantes às apresentadas pelo modelo sueco, que possui 4,38 metros de comprimento total. Se levado em conta essa medida, ele ficaria apenas 4 cm menor do que seu concorrente Jeep Compass, rival direto na categoria.

Veja também:  Waze ajuda a Encontrar Postos com Combutível

A motorização fica por conta de um 1.4 TSI de 150 cavalos de potência, motor já produzido no Brasil. Quem buscar uma versão mais potente pode ainda optar pelo 2.0 TSI com potência de 200 cavalos. Ambas as versões terão transmissão automática Tiptronic de seis marchas.

Então, enquanto o Tarek não chega, podemos dar uma olhada nos outros modelos para o nosso mercado, como a nova geração do Tiguan, que chega ao país no primeiro semestre e na versão Allspace com sete lugares. Ainda, no fim do ano é a vez do T-Cross, um crossover com base no Polo, que deverá ser apresentado no evento do Salão do Automóvel de São Paulo, no mês de novembro.

A montadora estuda ainda trazer o Atlas para o mercado brasileiro, graças às vendas nos Estados Unidos. Por aqui, o nome oficial estudado é o Teramont, assim como é usado na China.

Kellen Kunz






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.